Escândalo Andrade Gutierrez/PSDB: veja como a mídia golpista manipula a informação da Vaza Jato

estadao_aecio_AG_dilmaO mau-caratismo e seletividade da velha mídia golpista e de seus miquinhos amestrados da Vaza Jato podem ser explicados — e detalhados — pela própria velha mídia golpista. A manipulação é tosca e escandalosa ao mesmo tempo.

O Blog do Esmael resgatou do fundo do baú neste sábado (9) uma reportagem do Estadão, datada de 7 de outubro de 2015, sobre troca de mensagens no WhatsApp entre a cúpula da empreiteira Andrade Gutierrez.

O distinto leitor ficará chocado com os conteúdos machistas, sexistas e misóginos dos diálogos que têm como alvo a presidente Dilma Rousseff na véspera e no dia do segundo turno — 26 de outubro de 2014.

As conversas abaixo foram resgatadas pela Polícia Federal na Vaza Jato.

“É agora… O tema corrupção….A mulher está nervosa demais….Agora o homem moeu a gorda de perna aberta”, disse Anuar Caram, que foi logo respondido por Ricardo Sá: “Fora sapa com cara do satanás!!!”.

“Hahahaha”, respondeu Caram. Já Elton Negrão, que à época da reportagem estava preso pela Lava Jato, observou: “Aqui em BH (Belo Horizonte), muita gente está gritando dos aptos: Fora Dilma!!!”. “Aqui tb!!”, comentou Ricardo Sá, presidente global da AG Private, divisão da empresa que cuida de clientes do setor privado.

“Aqui em BH (Belo Horizonte), muita gente está gritando dos aptos: Fora Dilma!!!”, continuou Sá, no dia 25 de outubro de 2014.

“Legal. Taca-lê pau Aécio”, segue Anuar Caram. As ofensas e piadas à presidente seguem durante o debate transmitido pela TV Globo — anota o Estadão.

A torcida dos executivos da Andrade Gutierrez, conforme os grampos da Polícia Federal, evidentemente era pelo presidenciável tucano Aécio Neves. “Bora Brasil!! Bora Aécio!!!”.

Na noite da apuração, 26/10/2014, os coxinhas da empreiteira davam Aécio como eleito: “Acho que vai dar. Acabei de saber que FHC está indo a BH”, comenta Caram. Em seguida, ele diz que “está todo mundo vindo para BH”.

Após a confirmação da reeleição de Dilma, seguiu-se essa conversa: “F….”, diz Clorivaldo Bisinoto, presidente da AG Engenharia, seguido por Flávio Barra, ex-presidente da AG Energia, “vida vai ser dura…..”. Ambos os executivos foram presos pela Lava Jato.

“Aguentar essa dentuça por mais 4 anos vai ser foda”, reclama Caram.

Relatado esses diálogos nojentos, primeiramente minha solidariedade a Dilma e a todas as mulheres que se sentiram manipuladas pela mídia golpista e agredidas por esses sexistas corruptos.

Tem razão o ex-presidente Luiz Inácio Lula em sua fala ontem (8) à noite, em São Paulo, que ironizou o mau-caratismo da mídia golpista:

“Essa delação está me cheirando a um Big Brother. Ontem eu vi uma notícia de que uma empresa teria prestado delação premiada. Essa empresa é de Minas, é muito ligada aos tucanos, e eu fiquei pasmo porque na hora que aparece na imprensa, não aparece os tucanos. Será que as empresas têm um cofre de dinheiro sadio e um cofre de dinheiro podre? E o PT só vai no cofre de dinheiro podre? Rui Falcão, manda o PT pegar o dinheiro do cofre que os tucanos pegam”.

Portanto, diga velha mídia golpista em alto e bom som acerca da Andrade Gutierrez: “PSDB, Aécio, toma que o filho é teu!”.

Abaixo, leia a íntegra da da reportagem do Estadão de 7 de outubro de 2015 (só falta o jornal dizer “esqueça o que eu escrevi”):

Aécio Neves

WhatsApp de cúpula da Andrade revela torcida por Aécio nas eleições

POR MATEUS COUTINHO, RICARDO BRANDT, JULIA AFFONSO E FAUSTO MACEDO

07/10/2015, 10h13

Mensagens de celular de executivo da empreiteira foram resgatadas pela PF na Lava Jato e mostram a preferência por candidato tucano

Aécio Neves. Foto: Dida Sampaio/Estadão

Aécio Neves. Foto: Dida Sampaio/Estadão

Troca de mensagens de WhatsApp de executivos da cúpula da Andrade Gutierrez, a segunda maior empreiteira do País e que está na mira da Lava Jato, durante as eleições no ano passado revelam a torcida dos empreiteiros e até a decepção com a derrota do então candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves. “Bora Brasil!! Bora Aécio!!!”, disse Ricardo Sá, presidente global da AG Private, divisão da empresa que cuida de clientes do setor privado em todo o mundo, quando a apuração dos votos no segundo turno mostrava o tucano à frente.

As informações constam do iPhone de Elton Negrão de Azevedo Júnior, que deixou a empresa após ser preso na 14ª fase da operação e ser denunciado por corrupção, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. Em seu aparelho foi localizado um grupo de conversas no aplicativo intitulado “presidentes AG”.

Deste grupo participavam presidentes de várias divisões do Grupo Andrade Gutierrez como:

Flávio David Barra, ex-presidente da AG Energia preso na Lava Jato; Clorivaldo Bisinoto, presidente da AG Engenharia; Ricardo Sena, presidente de Engenharia e Construção da AG Engenharia; Anuar Caram, presidente da AG Público Brasil, que trata dos negócios com o setor público; Ricardo Sá, presidente da AG Private; José Nicomedes, presidente da AG AEA – África, Europa e Ásia- e João Martins, presidente global da AG Negócios Estruturados. Do grupo, apenas Elton Negrão e Flavio Barra são investigados pela Operação Lava Jato.

Em meio a notícias, piadas, correntes e petições online contra a presidente e até boatos e informações falsas compartilhadas entre eles, o grupo de executivos não poupava Dilma nem seu partido de críticas. Às vésperas do segundo turno, os ânimos dos interlocutores ficaram mais exaltados. No dia 25 de outubro, o sábado antes da votação, eles comentaram o último debate entre os então candidatos Dilma Rousseff e Aécio Neves transmitido pela TV Globo.

“É agora… O tema corrupção….A mulher está nervosa demais….Agora o homem moeu a gorda de perna aberta”, disse Anuar Caram, que foi logo respondido por Ricardo Sá: “Fora sapa com cara do satanás!!!”.

“Hahahaha”, respondeu Caram. Já Elton, atualmente preso e réu na Lava Jato, observou: “Aqui em BH (Belo Horizonte), muita gente está gritando dos aptos: Fora Dilma!!!”. “Aqui tb!!”, comentou Ricardo Sá.

msgandrade1

“Legal. Taca-lê pau Aécio”, segue Anuar Caram. As ofensas e piadas à presidente seguem durante o debate transmitido pela TV Globo. No dia seguinte, após a votação do segundo turno, o grupo começa a comentar as expectativas e a torcer pelo candidato tucano, citando inclusive informações que seriam da campanha dele.

msgandrade3

“Os números dos candidatos ligados ao Aécio estão muito bem. Goiás, DF e RS estão fechando acima da média. Esperança”, diz Anuar Caram. “Vamo que vamo”, responde João Martins.

Em outro momento, os executivos do grupo começam a comentar sobre o boato de que o candidato tucano teria vencido e que seus aliados estariam indo para Belo Horizonte. “Acho que vai dar. Acabei de saber que FHC está indo a BH”, comenta Caram. Em seguida, ele diz que “está todo mundo vindo para BH”. Na ocasião, Aécio acompanhou a apuração dos votos na capital mineira.

msgandrade5

“Vamos lá, o momento é este!!”, torce Bisinoto. Pouco tempo depois, Caram repassa uma mensagem que recebeu de outro grupo de que a vitória do tucano estaria certa. “Salim Mattar, dono da localiza escreveu agora no grupo dele. Está na mesma casa do Aécio em MG. Dono do Ibope ligou para o Aécio para dar parabéns! FHC já foi de helicóptero para lá”.

Em seguida, Caram afirma ter sido informado por uma fonte de dentro do comitê do PSDB. “Aécio acaba de receber telefone e gritaria foi geral na casa da irmã. Notícia vinda do Rio (equipe do Aécio) tá eleito”. A mensagem é seguida por fotos de dentro do comitê tucano com as comemorações de Aécio.

msgandrade6

Os outros membros do grupo, então, seguem na torcida. “É Aécio!!!”, diz Clorivaldo Bisinoto. “Bora Brasil!! Bora Aécio!!” responde Ricardo Sá, por volta das 10h da noite. Neste momento, as apurações começavam a mostrar a vitória da petista por uma pequena margem de diferença e, a partir daí, a torcida dos executivos dá lugar ao desânimo.

“F….”, diz Bisinoto, seguido por Flávio Barra “vida vai ser dura…..”. Menos de um ano depois, Barra foi preso na Lava Jato acusado de participar do cartel de empreiteiras que teria pago propina nas obras da usina de Angra 3. “Falta apurar o NE e N”, comenta Barra que é logo respondido por João Martins “Vai piorar!”.

Os executivos comentam ainda a vitória da petista em Minas Gerais e o bom desempenho de Aécio em São Paulo. “Vergonha de ser mineiro!”, reclama Ricardo Sena. Flávio Barra, por sua vez, afirma “nem sou mais… voto em SP, que me deu orgulho!”. “Aguentar essa dentuça por mais 4 anos vai ser foda”, reclama Caram. “A miséria e a ignorância elegeu a Dilma!(sic)”, segue João Martins.

msgandrade7

 

COM A PALAVRA A ANDRADE GUTIERREZ:

A empreiteira informou que não iria comentar o teor do material

Comentários encerrados.