As pedaladas e o conjunto da obra

obra

O senador Alvaro Dias (PV) sustenta que houve crime de responsabilidade por parte da presidenta Dilma Rousseff (PT) e, portanto, defende que ela seja julgada impedida de governar pelo Senado Federal. Além das “pedaladas fiscais” que, segundo o senador, foram alertadas por técnicos do tesouro, haveria o “conjunto da obra” que incluem outras operações financeiras suspeitas na visão de Dias. Leia e ouça sua coluna a seguir.

Download áudio

As pedaladas e o conjunto da obra no impeachment

Alvaro Dias*

Dois anos antes de o Tribunal de Contas da União (TCU) começar a discutir as pedaladas fiscais, técnicos do Tesouro Nacional já alertavam a presidência da República para os riscos que o governo corria ao adotar, por meio da contabilidade criativa, esse tipo de artifício fiscal.

Os alertas foram feitos não só em relação ao Banco do Brasil, mas também ao BNDES. Esse é um assunto tão debatido e tão repetitivo, que se tornou cansativo. Eu estranho que o PT tenha usado tanto o nome de Eduardo Cunha, como se fosse ele o responsável pelo impeachment. O PT deveria agradecer ao presidente da Câmara, porque ele acolheu um pedido sobre as pedaladas, e deixou de acolher mais de 50, que dizem respeito à corrupção e ao conjunto da obra de imoralidade pública que se edificou neste País nos últimos anos. E adotou esse posicionamento como autoproteção

Portanto, essa desvairada tentativa de convencer o País de que não houve crime de responsabilidade menospreza e ofende o TCU, que é uma Corte de Contas extraordinariamente qualificada tecnicamente, e que definiu como pedaladas os procedimentos adotados pela presidente Dilma para fechar as contas públicas.

Mas o que fica evidenciado é que o governo não precisaria ter adotado as pedaladas se não tivesse repassado ao BNDES, de 2008 a 2014, R$716 bilhões, para alimentar determinados grupos econômicos no País e nações ideologicamente próximas, especialmente algumas ditaduras corruptas e sanguinárias mundo afora. Esses recursos vieram do Tesouro, FAT e FGTS, portanto recursos dos trabalhadores brasileiros, repassados ao BNDES com essa finalidade. O governo poderia ter dispensado a maquiagem nas contas se não tivesse agido dessa forma irresponsável e comprometedora.

Destaco que nós estamos, aqui no Senado Federal, julgando o crime de responsabilidade, mas deveríamos estar julgando outros crimes que foram praticados à sombra do poder, no País, e que envolvem direta ou indiretamente a presidência da República em vários deles. Pode o PT trazer tribunal paralelo; já há governo paralelo; haverá residência oficial paralela. É um paralelismo incrível! Tragam um tribunal paralelo e, certamente, ele se curvará à realidade dos fatos.

*Alvaro Dias é senador pelo Partido Verde. Ele escreve nas quartas-feiras para o Blog do Esmael sobre “Ética na Política”.

19 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. I just want to say I am just newbie to blogging and really loved your blog. Very likely I’m want to bookmark your website . You actually have wonderful writings. Kudos for sharing your web-site.

  2. Caro Esmael,
    Será que o senador Álvaro Botocudo lê os comentários? Acho que não,porque continua escrevendo besteiras.
    Nei Cebola

  3. Senador Álvaro Botox Dias (cada dia está mais bonitinho),
    Responda por favor, não se faça de besta. 14 governadores deram pedaladas,inclusive o relator do processo no senado,o tal de Anastasia e o Beto bonitinho, estes nos quais você votou.Fez até campanha para o Beto,comprovadamente ladrão.
    Quem dos ladrões do PSDB está na cadeia? Escreva. Responda. Onde está sua ilibada conduta?
    Nei

  4. “O remédio indicado, por Alvaro Dias no Senado, poderia ele indicar, no governo também impopular de Richa. O que não pode haver é dois pesos e duas medidas. As massas são como fumaça de chaminé, ora para lá, ora para cá. Até quando teremos verdadeiros representantes com ideias republicanos, e isento dos interesses pessoais.

  5. Caro Esmael, fui obrigado a mudar do ig para o live pelo simples motivo de como aposentado não pode pagar o que estavam querendo me cobrar.
    Nei

  6. Que bom senador que o Sr. apoia o impeachment. Além de tudo sendo professor que nunca deu uma aula de história, o senador não conhece a Constituição. Pedalada não é crime de responsabilidade. Sendo assim teremos que impichar 14 governadores, inclusive o Beto. Aliás o Sr. já disse na Gazeta do Povo que não compactuava com falcatruas e por isso votaria no seu irmão para governador e não no Beto Belezura. Depois fez campanha para o mesmo Beto Belezura envolvido até o pescoço em corrupção. Que agora é contra o impeachment. O senador Michel tudo a Temer também deu pedaladas na ausência da presidente, esqueceu? O relator do processo no senado, Anastasia também deu várias pedaladas. Como virar esta página se vários políticos do seu partido também estão na Lava Jato e no Panamá Papers?
    Caso saia a Presidente o plano dos ladrões é acabar com a lava jato, todo o mundo sabe disso,porque estão todos envolvidos. Se o seu voto acompanhar o dos ladrões é sinal que o sr. aprova o Sr. Temer, que recebeu R$ 5 milhões de propina na Lava Jato, cfe. o Boechat na Band News e o sr.Cunha que recebeu 5,1 milhões da Petrobrás e ainda está solto graças ao Tofolis que faz mais de 90 dias sentou em cima do processo de cassação.O Delcídio denunciou o Aécio e outros políticos. O Delcídio foi quem colocou o Cerveró na Petrobras no ano de 2000 quando era do PSDB, esqueceu?
    Se lê está coluna do Esmael por favor seja sensato e responda por favor.Pare de jogar conversa para a torcida.E faça um favor para o Brasil, aposente-se porque o custo de um senador é de R$ 4 milhões mensais para não fazer nada,uma verdadeira sinecura.
    Nei

  7. E aí, senador, como foram as tratativas do presidente do seu partido (Sarney Filho) com o Temer? O PV vai levar algum ministério ou se contentará com cargos do escalão inferior? É claro que não quero nem mesmo insinuar que o voto do PV no golpe, no senado, está condicionado a nenhuma benesse a ser concedida ao partido num possível governo Temer / Cunha / Aécio…

  8. Esse senador sempre foi inimigo dos trabalhadores. Não é preciso dizer mais nada.

  9. A uma coisa esse GOLPE, vai deixar de bom, quem quiser ENXERGAR/VER/SEPARAR, quem são os VERDADEIROS CORRUPTOS, MUITOS NEM INVESTIGADOS AINDA NAO ESTAO, GAVETAS…/FORAGOLPISTAS

  10. Senador vc acha que o povo e burro.é golpeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee.nunca votei e nunca votarei em gente da sua laia.golpista

  11. Um p s d b travestido hoje de P V , traste que gosta de BATER em EDUCADORES.

  12. Faz poucos dias que, no Senado, o Álvaro concedeu um aparte à senadora Gleisy Hoffmann. Melhor seria ele não ter concedido, pois ela deu uma verdadeira aula de contabilidade e administração de finanças públicas. Como num ringue de box, Álvaro foi esmagado e ficou tão atordoado que terminou seu discurso balbuciando palavras, falando frases sem nexo, resumindo: o homem não entendeu nada e continua a não entender nada. A oposição transformou uma pulga num elefante. Mas, querendo bater num cachorro, qualquer tipo de pau vale. As ‘pedaladas’ não são e nunca foram motivo para este tipo de perseguição política que nada mais é do que uma vingança por ter perdido as eleições em 2014! O dia depois da derrota já se falava: “Só nos resta o impeachment dela”. E pensam que acharam um motivo. É patética a atitude do DEMônio Caiado, do PSDBosta Cássio (SUDENE!) Cunha Lima e PMDBostas como Romero Jucá.
    Não há crime de responsabilidade algum e a oposição sabe disso. Por esta razão podemos falar de golpe, sim, porque o embasamento, o motivo para o impeachment é podre!

  13. Esse tipo é muito cara de pau mesmo. Logico que pros comparsas de ideologia do crime ele nao da um pio. P. exemplo sobre as peripecias da Receita Estadual e a verba de Propanganda no PR do turquinho mimado o Beto Hitler ou o verdadeiro irmao metralha que é o Alfredo Kaefer que deu calote no Oeste do PR inteiro para se eleger.

    Esse pessoal nao tem limite. Vai ter que ser na velha moda da bastilha mesmo.

  14. Nobre Senador!
    Fui seu eleitor nas ultimas eleições e ate agora não vi nada de considerável que vossa excelencia tenha feito pelo nosso estado, que e seu dever.
    Tem acupado todo o seu precioso tempo, alias pago por nos, para meter o pau no governo federal, esquece de todos os problemas aqui no nosso quintal.
    Nunca vi nenhuma palavra contra a corrupcao e os desmandos aqui no Parana, seria sua obrigacao como representante, ou não?
    Jamais tera meu voto novamente…uma grande decepção!!!!!!

  15. Se as pedaladas fiscais de Dilma são crime me diz ai senador que que gosta de bater em professor ? Furnas não é crime ? O conjunto da obra de cunha não é crime ? Bahh !!! Conta outra senador. Você não passa de mais um corporativista dos corruptos do PMDB. Vai ver se a gente está na esquina.

    • GOLPISTA, GOLPISTA, GOLPISTA, GOLPISTA! VAI SER LEMBRADO NA HISTÓRIA DO BRASIL COMO COVARDE POR JOGAR CAVALOS EM PROFESSORES E COMO TRAIDOR!

  16. Deu no Viomundo:

    Minas Sem Censura (MSC) denunciou:

    “Ciclismo fiscal permanente”: em 12 anos, os governos tucanos cometeram, ano a ano, várias pedaladas fiscais.

    1) Contabilidade criativa que inventou o “déficit zero”. Basta dizer que não pagaram à Cemig parcela de dívida com a estatal.

    2) Deixaram de aplicar, por 10 anos consecutivos, os mínimos constitucionais na Saúde (veja abaixo a denúncia do MPF) e na Educação, e depois inventaram um Termo de Ajuste de Gestão (TAG) com o TCE, para “regularizar” o desvio.

    3) E na saída do governo, em 2014, enviaram uma proposta de Lei Orçamentária à ALMG, encobrindo um rombo de 7,2 bilhões!!!

    Como é que Anastasia pode relatar qualquer coisa no Senado?

    Na rede social, o deputado estadual Rogério Correia (PT-MG), já avisou: vai enviar documentos ao Supremo Tribunal Federal (STF) e ao Senado, pedindo que os senadores Aécio Neves e Antônio Anastasia sejam impedidos de votar no processo do golpe.

    E então, Senador? Como é que fica?

    • Sr. Deputado, venho lhe informar que; AS PEDALADAS DOS FAVORAVEIS AO ” IMPITIMENTI”, foram ensinadas AOS GOLPISTAS, pelo jogador, ROBINHO, por isso a deles, NAO VEM AO CASO. VERGONHA!

  17. O senador Alvaro Dias acredita mesmo que repetindo a mesma ladainha ela vira verdade? Não sai desse mantra? Tenha dó, senador. O sr. vai pedir o impeachment do Anastasia como relator do impeachment já que ele também deu pedaladas em MG?