AO VIVO: Cardozo defende Dilma na comissão do impeachment da Câmara

O advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, faz a defesa da presidente Dilma Rousseff na comissão de impeachment da Câmara cuja sustentação oral com duração de 30 minutos.

Mais cedo, houve intenso bate-boca entre oposição e situação na comissão do golpe.

O presidente da comissão, Rogério Rosso (PSD-DF), negou questões de ordem de vários deputados oposicionistas sobre a legalidade do uso da Advocacia-geral da União para apresentar a defesa da presidente Dilma no processo de impedimento.

O relator da cassação da presidente no colegiado, deputado Jovair Arantes (PTB-GO), prevê que haverá pedido de vista e que a votação do texto será finalizada na comissão até no máximo dia 12.

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), informou que, quando a comissão especial do impeachment finalizar a votação do parecer, ele entrará na pauta do plenário quatro dias depois.

Ou seja, pelo rito dos golpistas, a Câmara deverá finalizar a votação até o dia 17 de abril – um domingo, portanto.

Advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, faz a defesa da presidente Dilma Rousseff na comissão de impeachment da Câmara cuja sustentação oral com duração de 30 minutos; houve intenso bate-boca entre oposição e situação na comissão do golpe; presidente da comissão, Rogério Rosso (PSD-DF), negou questões de ordem de vários deputados oposicionistas sobre a legalidade do uso da AGU para apresentar a defesa da presidente no processo de impedimento.

Advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, faz a defesa da presidente Dilma Rousseff na comissão de impeachment da Câmara cuja sustentação oral com duração de 30 minutos; houve intenso bate-boca entre oposição e situação na comissão do golpe; presidente da comissão, Rogério Rosso (PSD-DF), negou questões de ordem de vários deputados oposicionistas sobre a legalidade do uso da AGU para apresentar a defesa da presidente no processo de impedimento.

Comentários encerrados.