Agências de propaganda vão à Justiça contra fraude em licitação do Sistema S

Presidente da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), Edson Campagnolo, teve ontem (6) uma licitação publicitária de R$ 4,9 milhões questionada judicialmente; Sindicato das Agências de Propaganda do Paraná (Sinapro) pediu suspensão do certame porque viu indícios de fraudes que ferem a lei de licitações e que podem causar lesões “irreparáveis” ao interesse público; sistema S licita agência de propaganda para veicular, principalmente, peças contra deputados e senadores que se posicionam contra o golpe ao estado democrático de direto e contra o impeachment da presidente Dilma; sistema S é apontado como um dos maiores sonegadores de impostos do país, e, segundo o deputado federal João Arruda (PMDB-PR), o prejuízo ao erário pode ultrapassar R$ 18 bilhões ao ano; parlamentar propõe a criação de uma CPI para investigar desvios desses recursos que seriam utilizados na especulação do mercado financeiro; abaixo, leia a íntegra da ação do Sinapro.

Presidente da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), Edson Campagnolo, teve ontem (6) uma licitação publicitária de R$ 4,9 milhões questionada judicialmente; Sindicato das Agências de Propaganda do Paraná (Sinapro) pediu suspensão do certame porque viu indícios de fraudes que ferem a lei de licitações e que podem causar lesões “irreparáveis” ao interesse público; sistema S licita agência de propaganda para veicular, principalmente, peças contra deputados e senadores que se posicionam contra o golpe ao estado democrático de direto e contra o impeachment da presidente Dilma; sistema S é apontado como um dos maiores sonegadores de impostos do país, e, segundo o deputado federal João Arruda (PMDB-PR), o prejuízo ao erário pode ultrapassar R$ 18 bilhões ao ano; parlamentar propõe a criação de uma CPI para investigar desvios desses recursos que seriam utilizados na especulação do mercado financeiro; abaixo, leia a íntegra da ação do Sinapro.

O Sindicato das Agências de Propaganda do Paraná (Sinapro) ingressou na Justiça ontem (6), com pedido de suspensão de licitação supostamente fraudulenta, no valor de R$ 4,9 milhões, destinada à contratação de publicidade pelo sistema S — constituído pela Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), Sesi (Serviço Social da Indústria) e Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial).

O sistema S licita agência de propaganda para veicular, principalmente, peças contra deputados e senadores que se posicionam contra o golpe ao estado democrático de direto e contra o impeachment da presidente Dilma.

O sistema S é um conjunto de entidades jurídicas de caráter associativo de direito privado, mas, como elas gerem recursos públicos, são “contaminados” pelos princípios do direito público. Ou seja, a Fiep também está sujeita à Lei das Licitações (8.666/93).

Dito isto, o presidente do Sinapro, Elon César Isfer Garcia, na representação judicial contra o sistema S, viu indícios de fraudes que ferem a lei de licitações e que podem causar lesões “irreparáveis” ao interesse público.

Não é comum o Sinapro intervir em processos licitatórios. A entidade das agências de propaganda só entra em campo quando os vícios são escandalosamente flagrantes.

“Requer-se a suspensão imediata do certame para evitar a continuidade de um processo fadado de ilegalidade e inconstitucionalidade causando prejuízo ao erário público e lesivo aos interesses constitucionais dos licitantes”, pediu o Sinapro ao à Justiça, haja vista a previsão de abertura dos envelopes da concorrência para amanhã (8).

O diabo é que o sistema S no geral, e a Fiep, no particular, estão entre aquelas instituições que se dizem lutar contra a corrupção “dos outros”; elas fazem de um pato amarelo, que aliás é roubado, seu símbolo de honestidade.

sistema S é apontado como um dos maiores sonegadores de impostos do país, e, segundo o deputado federal João Arruda (PMDB-PR), o prejuízo ao erário pode ultrapassar R$ 18 bilhões ao ano. O parlamentar propõe a criação de uma CPI para investigar desvios desses recursos que seriam utilizados na especulação do mercado financeiro.

Leia a íntegra da ação do Sinapro:

http://esmaelmorais.com.br/sinapro_vs_fiep.pdf

5 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. SUPER MEGA KIT COMPLETO WHATSAPP MARKETING DIVULGAÇÃO EM MASSA

    Alcance Seu Publico Alvo

    Alavanque Suas Vendas

    SITE: http://bit.ly/1QgntWx

  2. I simply want to mention I am just new to blogs and actually loved this web page. More than likely I’m likely to bookmark your website . You certainly come with outstanding article content. Bless you for sharing your blog.

  3. SUPER MEGA KIT COMPLETO WHATSAPP MARKETING DIVULGAÇÃO EM MASSA

    SITE: http://bit.ly/1QgntWx

    Skype: Power-Tecnology

    WattsApp: (11)9845-80831

    Telegram: PowerEmails

  4. Tal qual a OAB, a FIEP resolveu marcar posição pelo impeachment…
    Tem outdoor e tudo em sua sede, em frente ao Shopping Muller…
    Tem também os maiores reacionários, fascistas, radicais de direita, enfim, o que de pior existe em termos de gestores.
    O caso em pauta, só corrobora o que se diz à larga da FIEP.
    O pior cego é aquele que não quer ver…

  5. Sabe aquela história de que tudo o que é empresarial, que envolve FIEP, SENAI, SENAC… é excelente e íntegro? Lamento, mas é mentira.