18 de Abril de 2016
por esmael
42 Comentários

Após golpe contra Dilma, deputado do Paraná defende anistia a Cunha

serraglio_cunhaO deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR), que foi relator do mensalão, na Câmara, defendeu “anistia” para o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

“Eduardo Cunha exerceu um papel fundamental para aprovarmos o impeachment da presidente. Merece ser anistiado”, disse o parlamentar paranaense.

18 de Abril de 2016
por esmael
13 Comentários

Dilma promete novo governo

dilma_rousseffA presidente Dilma Rousseff, após pronunciamento no Palácio do Planalto, respondeu perguntas de veículos de imprensa. “No passado, eu enfrentei por convicção a ditadura. Agora, enfrento também por convicção um golpe de estado”, denunciou. Ela também disse que não se pode chamar de impeachment uma tentativa de eleição indireta. A presidente revelou que prepara mudanças profundas no governo.

18 de Abril de 2016
por admin
7 Comentários

Richa deve R$ 173 mi aos educadores

caloteSegundo a APP-Sindicato, o governo do estado deve mais de R$ 173 mi aos professores e servidores das escolas públicas do Paraná. São atrasos nos pagamentos de promoções e progressões previstas em lei que se arrastam por mais de um ano e prejudicam as carreiras e a organização pedagógica.

18 de Abril de 2016
por esmael
12 Comentários

Prefeito é preso após ser elogiado na votação do impeachment

raquel_muniz“O meu voto é para dizer que o Brasil tem jeito e o prefeito de Montes Claros mostra isso a todos nós com sua gestão”. Esse foi o discurso da deputada federal Raquel Muniz (PSB-MG), no domingo (17), durante a votação do impeachment na Câmara dos Deputados. Ela votou “sim” pela saída da presidenta Dilma Rousseff. O prefeito de Montes Claros, Ruy Adriano Borges Muniz, é marido de Raquel. No dia seguinte, nesta quinta de manhã (18), Muniz foi preso pela Polícia Federal em Brasília.

18 de Abril de 2016
por admin
15 Comentários

Richa pode fechar universidades

unioeste

O Conselho da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) se reunirá nesta quarta-feira (20) e deve decidir pela suspensão do calendário acadêmico, caso o governador Beto Richa (PSDB) não libere mais verbas para a instituição.

18 de Abril de 2016
por esmael
20 Comentários

Requião vai reabilitar Romanelli?

requiao_romanelliCena 1 – O senador Roberto Requião empurrou para fora do PMDB o deputado Luiz Claudio Romanelli, que buscou agasalhar-se no PSB.

Cena 2 – O deputado federal João Arruda, sobrinho do senador e secretário-geral do PMDB, contrariando o tio, votou a favor do golpe contra a democracia.

18 de Abril de 2016
por esmael
1 Comentário

AO VIVO: Repercussão no golpe na Assembleia Legislativa do Paraná

alep_vivo2“Em nome de Jerusalém, Deus, Maomé, Maçonaria, Cunha e Beto Richa, declaro aberta a presente sessão”. Eis o novo padrão para o início dos trabalhos nas casas legislativas de todo o país estabelecido ontem (17) na votação do impeachment. Dito isto, ASSISTA AO VIVO a repercussão do golpe na Assembleia Legislativa do Paraná:

18 de Abril de 2016
por esmael
25 Comentários

Por linhas tortas, o impeachment do governador Beto Richa

beto_richaA deputada federal Christiane Yared, do PR, verbalizou ontem (17) na votação do golpe o destino do governador tucano Beto Richa: o impeachment.

“Senhor Beto Richa, a sua hora está chegando”, avisou a parlamentar ao dizer “sim” ao impeachment.

18 de Abril de 2016
por esmael
9 Comentários

Dilma fará pronunciamento

cardozo_coletivaO ministro da AGU, José Eduardo Cardozo, ao analisar a votação na Câmara, na madrugada de hoje, reafirmou convicção de que se trata de um golpe de Estado. O advogado adiantou que a presidente Dilma Rousseff fará um pronunciamento à Nação nesta segunda-feira, 18. Abaixo, a íntegra da coletiva de Cardozo:

18 de Abril de 2016
por esmael
40 Comentários

Gleisi: “No Senado vai ter luta! Não vamos desistir da democracia”

dilma_gleisi_yaredSenadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), nesta segunda-feira (18), afirmou que a aprovação de abertura do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff deixou claro ao país que se tratou de um golpe. Ela também disse que foi constrangedor assistir Eduardo Cunha, réu em ação de corrupção no Supremo, e lamentável deputados utilizando argumentos como família, netos, marido, mulher, religião, combate à corrupção. “Menos crime de  responsabilidade”, observou a parlamentar, que ainda lamentou o comportamento da bancada do Paraná: “Exceção à deputada Christiane Yared”.

18 de Abril de 2016
por admin
27 Comentários

E agora, Michel?

michel Ao conspirar abertamente para destituir a presidente da República da chapa pela qual se elegeu, Michel Temer destrói a própria biografia. E agora, Michel? Leia e ouça a análise do deputado estadual Luiz Cláudio Romanelli (PSB) em sua coluna.