Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

10 de abril de 2016
por esmael
13 Comentários

Deputados temem ‘carimbo do golpe’

Ao menos parte dos 65 deputados, que compõem a comissão do impeachment, entrará para a História amanhã, segunda-feira, 11. O problema é como eles serão inscritos na posterioridade. Muitos deles têm consciência de que podem ser lembrados como “golpistas”.

Até mesmo a poderosa Globo receia o maldito rótulo de golpista.

Depois de concluída a leitura do parecer do deputado Jovair Arantes (PTB-GO), na madrugada de sábado (9), favorável ao golpe, nesta segunda o documento será votado pela comissão.

Não haverá “folgada maioria” para nenhum dos lados. Se aprovado o relatório, na sequência – provavelmente na sexta, dia 15 — irá para o plenário (onde matematicamente o golpe já está enterrado).

O Blog do Esmael vai transmitir ao vivo a sessão de amanhã, a partir das 10 horas, quando 27 líderes partidários, o ministro José Eduardo Cardozo, e Jovair Arantes deverão se pronunciar sobre o relatório encomendado pelo deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Em contagem regressiva para o golpe na Câmara, fortes emoções ainda podem abalar as estruturas.
Especula-se que Cunha poderá ser afastado pelo Supremo Tribunal Federal, o que desorganizaria o exército do presidente da Câmara e o ritmo da vingança contra a democracia e o mandato de Dilma Rousseff.

10 de abril de 2016
por esmael
7 Comentários

Senador Roberto Requião chuta “países baixos” dos golpistas: “não somos bonecos da Globo”

do Brasil 247

Apesar de ser do PMDB, partido do vice-presidente Michel Temer, o senador paranaense Roberto Requião continua a fazer reflexões lúcidas e a alertar sobres os riscos de um possível, porém improvável, governo de transição se o impeachment contra a presidente Dilma Rousseff for aprovado no Congresso.

Ele também criticou a Rede Globo por seu comportamento pró-golpe e por incitar o ódio contra Dilma, o ex-presidente Lula e o PT. “Nosso dever é preservar a democracia, defender conquistas sociais, falar a verdade e deixar claro o que pensamos. Não somos bonecos da Globo”.

Requião alerta ainda para um cenário ainda pior num possível governo Temer. “Aprovado o impeachment, o país se levanta, esquerda e direita contra Temer. Resultado imprevisível. O caos. Não vale a pena. Precisamos de mudança na economia e não da aventura imprevisível do impeachment. Brasil em 1° lugar”, disse o senador em seu perfil no Twitter neste domingo.

Requião lembrou ainda que foi exatamente num clima de instabilidade e vulnerabilidade política que Adolf Hitler chegou ao poder na Alemanha e protagonizou um dos maiores horrores da história da humanidade. A Itália, lembra ele, viveu seus piores capítulos com Silvio Berlusconi.

“Crise econômica e apoio midiático levaram Hitler ao poder. E na Itália, o Berlusconi”.

10 de abril de 2016
por esmael
2 Comentários

Beth Carvalho canta samba-hino “Não Vai Ter Golpe de Novo”; assista

Os principais artistas e intelectuais brasileiros fecharam questão em favor da democracia e contra o golpe.

Não foi diferente com a cantora Beth Carvalho, conhecida aliada das lutas populares, que traduz o sentimento democrático com o samba-hino “Não Vai Ter Golpe de Novo”.

10 de abril de 2016
por esmael
10 Comentários

Líder do governo Richa pode disputar a Prefeitura de Curitiba pelo PSB

O deputado estadual Luiz Claudio Romanelli, recém-filiado no PSB, cogita disputar a Prefeitura de Curitiba na eleição de outubro. Ele é líder do governo Beto Richa, do PSDB, na Assembleia Legislativa do Paraná.

O pré-candidato socialista é o Luciano Ducci, mas, segundo integrantes da bancada do PSB na Assembleia Legislativa, composta por cinco deputados, o ex-prefeito tem dificuldade para posicionar-se em relação à cidade de Curitiba e a postura favoravelmente ao golpe dificulta a política de alianças.

A avaliação do próprio deputado Romanelli é de que o apoio de Ducci ao impeachment afasta, por exemplo, o PCdoB, setores do PT e do PMDB – partido ao qual o líder do governo estava.

Romanelli, apesar de liderar o governo na Assembleia, tem sido firme contra o golpe. Recentemente, o PT exibiu em sua página oficial na internet a íntegra de seu discurso em defesa da democracia e o mandato da presidente Dilma Rousseff.

O diabo é que Romanelli nem Ducci não terão apoio de Beto Richa – se é que eles querem – para a disputa pela Prefeitura de Curitiba. O nome do governador para a peleja de outubro, na capital nacional do grampo, é do deputado federal Paulo Martins, recém-convertido ao tucanato.

10 de abril de 2016
por esmael
7 Comentários

Apoio à parceria golpista Globo-Moro se esmilingue, segundo a Veja

Nem mesmo a golpista Veja consegue esconder que seu pupilo e principal ferramenta golpista, o juiz Sérgio Moro, da Vaza Jato, se esmilingue aceleradamente em termos de popularidade.

Moro recebeu ontem (9) a notícia da Abril, nos Estados Unidos, de que o apoio às suas estripulias, dentre quais a de bisbilhotar conversas alheias, caiu de 90% para 60%.

Aos poucos, os brasileiros vão acordando do pesadelo fascista, que se materializa no golpe jurídico-midiático em curso no país.

A parceria Globo-Moro vem na “chón” simultaneamente com a notícia da liderança do ex-presidente Lula na corrida presidencial de 2018.

A pesquisa que mostra o apoio a Moro esmiliguir-se foi encomendada pelos patos da “insuspeita” Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), uma das financiadoras do golpe de Estado — com dinheiro público, é claro.

10 de abril de 2016
por esmael
2 Comentários

24 horas depois de agredida, Gleisi é recebida com festa em aeroporto

Nada como o tempo para curar o ódio e a ressaca dos golpistas, que se misturam com os fascistas.

24 horas depois de covardemente agredida no aeroporto de Curitiba, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) foi recebida ontem (9) com festa no mesmo local.

A parlamentar sofreu ataque covarde de fascistas na última quinta-feira (7), à noite, quando vinha participar de uma audiência pública sobre refugiados e imigrantes na manhã seguinte.

Qual o quê! Os fascistas invadiram na manhã de sexta-feira (8) o plenarinho da Assembleia Legislativa do Paraná. Eles são contrários à ajuda humanitária os imigrantes.

Pois bem, os ataques contra a senadora tinham ocorrido no contexto do posicionamento dela em relação ao assassinato de dois trabalhadores rurais sem terra, em Quedas do Iguaçu, e sua militância em favor da democracia e contra o golpe no país.

Os brasileiros não podem achar “normal” um estado como o do Paraná, que massacra professores, mata sem terra, grampeia telefones, e ameaça fisicamente quem pensa diferente e defende a democracia. É preciso resgatar os princípios que regem o Estado Democrático de Direito.

Aliás, membros da União da Juventude Socialista (UJS) e do movimento estudantil estão programando “recepções calorosas”, esta semana, nos aeroportos de todo o país, aos parlamentares golpistas. Ou seja, darão o troco nos fascistas com a mesma moeda.

10 de abril de 2016
por esmael
3 Comentários

77% querem Cunha fora da Câmara, diz Datafolha

Na mesma pesquisa que mostra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) liderando a disputa de 2018, o Datafolha também revela neste domingo (10) que 77% dos brasileiros são favoráveis à cassação do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Os números dos que querem Cunha fora da Câmara são próximos daqueles divulgados em março, quando o mesmo instituto revelou que 80% eram favoráveis à cassação. Em dezembro, esse índice era de 82%.

Paralelamente, o Datafolha captou o crescimento de Lula na corrida pela Presidência, definhamento dos possíveis tucanos que estarão na peleja eleitoral — Aécio Neves, Geraldo Alckmin e José Serra — e da própria ex-senadora Marina Silva (Rede).

Essa sondagem do Datafolha ganha importância nesta semana decisiva de desenrolar do impeachment na Câmara.

Parlamentares de todos os partidos agem sempre ‘com um olho no peixe e outro no gato’, ou seja, veem a crescente dificuldade da oposição angariar 342 votos necessários – dois terços – para aprovar o afastamento da presidente Dilma Rousseff, por isso flertam com cargos e um futuro com Lula.

Resumo da ópera, segundo os deputados: é melhor um pássaro na mão do que dois voando…