6 de abril de 2016
por Esmael Morais
13 Comentários

Globo defende impeachment do ministro Marco Aurélio Mello

Coube à bancada da GloboNews a condenação do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), pelo arquivamento do pedido de impeachment do ministro STF Marco Aurélio Mello.

Na noite desta quarta-feira (6), sob a batuta de Merval Pereira, grilo falante dos Marinho, a bancada achou o arquivamento do pedido dos fascistas do “Movimento Brasil Livre” (sic) “rápido demais” e a decisão “uma vergonha”.

Se a Globo considerou uma “vergonha” o arquivamento, logo se deduz que a emissora defende o impeachment do ministro do Supremo.

A “vênus platinada” ficou indignada porque Marco Aurélio determinou a Eduardo Cunha que instalasse processo de impeachment contra o vice-presidente Michel Temer.

A Globo magoou, também, porque bagunçou um pouco mais seu plano de golpe contra a presidente Dilma Rousseff.

Abaixo, leia matéria da Agência do Brasil:

Renan determina arquivamento do pedido de impeachment de Marco Aurélio

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), determinou o arquivamento do pedido de impeachment contra o ministro do Supremo Tribunal Federal Marco Aurélio, apresentado nesta quarta-feira (6) pelo Movimento Brasil Livre (MBL).

Para Renan, não está configurada a justa causa do crime de responsabilidade que teria sido cometido pelo ministro e alegado no pedido. Além disso, o advogado Rubens Nunes, coordenador do MBL, que assina o pedido, não anexou documentos necessários, como seu comprovante de quitação eleitoral.

“No mérito, rejeito a denúncia por inexistência de justa causa quanto ao cometimento de crime de responsabilidade previsto no Artigo 40 da Lei 1.070/1950, uma vez que os atos descritos na denúncia foram praticados no regular exercício da jurisdição e da competência atribuída a ministros do Supremo Tribunal Federal, os quais podem ser objeto de revisão e recurso, bem como passíveis de outras formas de revisão e controle no âmbito do próprio Poder Judiciário, mas que, de forma alguma, configuram crime de responsabilidade”, explicou Renan Calheiros

Ao anunciar em plenário a decisão de arquivamento do pedido, Renan ressaltou a importância de que os poderes não interfiram no funcionamento uns dos outros e que “o Executivo seja mais Executivo, o Legislativo, mais Legislativ Leia mais

6 de abril de 2016
por Esmael Morais
1 Comentário

Defesa de Lula pede que Moro seja investigado por grampo de advogados

Os advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediram hoje (6) ao Supremo Tribunal Federal (STF) que o juiz federal Sérgio Moro seja investigado por supostamente autorizar grampos telefônicos no escritório de advocacia responsável pela defesa do ex-presidente. Segundo a defesa, Moro tinha conhecimento de que a força-tarefa da Operação Lava Jato monitorou conversas do escritório de Roberto Teixeira, que também é investigado na Lava Jato junto com Lula e seus familiares.

A defesa pede que o Ministério Público Federal (MPF) e o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) apurem a conduta do juiz, que teria cometido o crime de autorizar interceptação telefônica ilegalmente. De acordo com os advogados, Moro tinha conhecimento de que um dos números interceptados na investigação era do escritório, porque os contatos estão em todos os materiais apresentados pela defesa no processo.

“Vislumbra-se que, de forma inequívoca, o juiz federal Sérgio Moro tinha conhecimento de que o grampo no ramal-tronco do escritório de advocacia era ilegal. Sabia, portanto, que todos os 25 advogados do escritório, com pelo menos 300 clientes, foram grampeados sem justificativa”, dizem os advogados.

Os advogados também sustentam que Moro não poderia autorizar os grampos sem consultar a operadora telefônica, conforme determina resolução do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), para verificar o verdadeiro proprietário da linha.

Induzido a erro Leia mais

6 de abril de 2016
por Esmael Morais
3 Comentários

Cunha “afrouxa a tanga” e deve abrir impeachment contra Temer

do Brasil 247

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), voltou atrás e agora dá sinais de que cumprirá a determinação do ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal, para dar sequência a um processo de impeachment do vice-presidente, Michel Temer.

Nesta quarta-feira 6, Cunha enviou ofícios aos líderes partidários pedindo que eles indiquem os deputados que irão integrar a comissão que analisará o pedido de impeachment, que havia sido arquivado pelo presidente da Câmara em dezembro passado.

Após o arquivamento, o autor do pedido, o advogado mineiro Mariel Marra, recorreu ao STF. Responsável por analisar o caso, Marco Aurélio Mello acatou o recurso e entendeu que Cunha não poderia ter arquivado o pedido por decisão própria, mas sim criado uma comissão de parlamentares para avaliar o caso.

Na última terça-feira, Cunha chamou a decisão do ministro de “absurda”. Em resposta, o ministro do Supremo disse ser “impensável que não se observe uma decisão do Supremo”. “A decisão não é do cidadão Marco Aurélio, é do Supremo e deve ser observada. (Se houver descumprimento) é crime de responsabilidade e sujeito a glosa penal”, alertou o magistrado.

Leia mais

6 de abril de 2016
por Esmael Morais
10 Comentários

PM tenta encerrar protesto de estudantes com bombas de gás

A Polícia Militar tentou encerrar o protesto de estudantes secundaristas com bombas de gás lacrimogêneo na região central da capital paulista, na tarde de hoje (6). Os manifestantes pedem a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar desvios na merenda escolar, além de protestar contra decisão do governo do estado de determinar como será feita a eleição dos grêmios estudantis.

Os estudantes começaram o ato na Praça da República, em frente a Secretaria Estadual de Educação, chegaram a fechar um trecho da avenida Ipiranga, seguiram pela avenida São João e pegaram a Rio Branco. Durante o trajeto, a polícia deteve um estudante, porque ele usava máscara e estava com uma mochila, segundo a corporação. Após ser revistado, nada foi encontrado e ele foi liberado.

Ainda na Rio Branco, próximo ao Largo do Paissandu, a tropa de choque da PM estava preparada para interromper a manifestação, que seguiu pacífica durante todo o caminho, e não deixou que o grupo seguisse. Os manifestantes tentaram continuar a passeata, mas a polícia jogou bombas de gás lacrimogêneo. Ao menos uma estudante desmaiou devido às bombas e dois ficaram feridos por estilhaços.

Os estudantes correram e gritaram “fascista”, em referência à Polícia Militar. A polícia deteve mais um rapaz e o levaram para a delegacia. Um policial disse à reportagem da Agência Brasil que foi encontrada droga na mochila do manifestante.

Por volta das 17h, os estudantes estavam na esquina das avenidas Rio Branco e Ipiranga tentando voltar com a manifestação de forma pacífica.

Fonte: Agência Brasil

Leia mais

6 de abril de 2016
por Esmael Morais
7 Comentários

AO VIVO: comissão do impeachment ouve parecer do relator; assista

Começou, há pouco, a reunião da comissão especial encarregada de analisar, na Câmara dos Deputados, o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

O relator do colegiado, deputado Jovair Arantes (PTB-GO), vai apresentar relatório em que opina se o processo deve ou não ser aberto contra Dilma. O documento com mais de 100 páginas será lido, na íntegra, ainda nesta tarde.

O deputado Rogério Rosso (PSD-DF), presidente do colegiado, pediu serenidade aos parlamentares e reforçou o compromisso em buscar “solução que atendam aos anseios da população”. “Não podemos ceder a pressões que possam colocar em risco a democracia”, disse ao afirmar que os argumentos contrários e favoráveis ao impeachment terão o mesmo espaço de discussão.

A expectativa é que haja pedido de vista conjunta, garantindo aos deputados duas sessões para análise do texto.

Um acordo entre líderes transferiu para sexta-feira (8), quando é previsto o início da discussão do texto, a definição sobre o cronograma das próximas reuniões e do tempo limite de fala a que os deputados têm direito. Pelas regras atuais, cada um dos 65 deputados efetivos da comissão dispõe de 15 minutos para falar; já os deputados não membros têm 10 minutos.

A votação do texto no colegiado deve acontecer na próxima segunda-feira (11) a partir das 17 horas.

O pedido de afastamento em análise no colegiado se baseia na denúncia por suposto crime de responsabilidade de Dilma Rousseff apresentada na Câmara pelos juristas Hélio Bicudo e Miguel Reale Jr. e pela advogada Janaína Paschoal.

No documento, os autores argumentam, entre outros pontos, que Dilma desrespeitou a lei orçamentária, nos anos de 2014 e 2015, ao ter autorizado a abertura de créditos orçamentários, ampliando os gastos públicos, incompatíveis com a meta de resultado primário prevista nas leis de diretrizes orçamentárias (LDO) dos dois anos.

da Agência Câmara

Leia mais

6 de abril de 2016
por Esmael Morais
28 Comentários

Contra o golpe, sem-terra vão ocupar Brasília a partir deste domingo

O Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra, liderado por João Pedro Stédile, vai comandar uma megaocupação em Brasília a partir deste domingo (10).

Além do MST, diversos movimentos sociais iniciarão um acampamento gigante na Esplanada dos Ministérios a fim de contrapor-se ao golpe que será votado na Câmara.

Em Curitiba, Militantes de frentes populares se reúnem hoje às 18 horas, na sede do PT, para organizar a mobilização para o “Dia D”.

Embora o impeachment já esteja praticamente enterrado, ainda assim a base social antigolpe vê importância de se fazer presente diante da horda coxinha que promete causar distúrbios em Brasília.

Portanto, os sem-terra garantirão segurança para milhares de militantes que pretendem se instalar em frente ao Congresso.

Leia mais

6 de abril de 2016
por Esmael Morais
13 Comentários

Partido Progressista confirma presença no ‘enterro’ do impeachment de Dilma

O presidente nacional do Partido Progressista, Ciro Nogueira (PP-PI), nesta quarta-feira (6), anunciou que a agremiação estará presente no ‘enterro’ oficial do golpe — ou impeachment — contra a presidente Dilma Rousseff.

No começo desta semana, o senador Roberto Requião (PMDB-PR) já havia solenemente decretado a “morte” do movimento golpista no Congresso Nacional.

O PP tem 48 deputados e seis senadores no exercício do mandato e nesta amanhã comunicou que “fica” no governo.

Extraoficialmente, agora o Palácio do Planalto contaria com 321 deputados para barrar o impeachment no plenário da Câmara. O governo necessitaria de apenas 172 para arquivar o pedido do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Já os oposicionistas precisariam de 342 votos, ou 2/3, de um total de 513 parlamentares na Casa, hoje, considerada matematicamente impossível até mesmo para os golpistas liderados pela velha mídia.

Abaixo, leia a matéria da Agência Brasil sobre o “fico” do PP:

Com 48 deputados e seis senadores, PP apoiará governo Dilma, diz Ciro Nogueira

Karine Melo – Repórter da Agência Brasil

O presidente do Partido Progressista, senador Ciro Nogueira (PP-PI), anunciou hoje (6) que o partido permanecerá na base de apoio ao governo da presidenta Dilma Rousseff, pelo menos, até a conclusão do processo na Câmara dos Deputados. O PP tem hoje 54 parlamentares: 48 deputados e seis senadores em exercício. Há ainda três deputados licenciados.

O partido tinha nesta quarta-feira uma reunião do Diretório Nacional para decidir sobre a permanência no governo, mas, segundo Ciro Nogueira, os próprios parlamentares que pediram o encontro, desistiram da ideia. “Existia um documento assinado por 24 senadores e deputados pedindo o rompimento com o governo. Essa reunião estava marcada para as 14h, mas quando fizemos um levantamento preliminar dos 57 votantes mais de 40 queriam a permanecia do partido na base”, disse o senador com o documento que pede o cancelamento da reunião nas mãos.

O senador Ciro Nogueira disse Leia mais

6 de abril de 2016
por Esmael Morais
11 Comentários

Richa promove farras no ar e na terra

A Casa Militar, comandada pelo coronel Adilson Castilho Casitas, que comandou o 4º BPM e tem familiares em Maringá, aditivou dois contratos com a Helisul Táxi Aéreo Ltda. Num deles, o contrato ganhou mais R$ 504.667,38 por mais um ano de vigência (até 18 de abril de 2017). Noutro, o aditivo atingiu R$ 4.752.860,64, pela mesma razão.

Além disso, esta semana a Casa Militar, que obedece diretamente ao governador Beto Richa (PSDB), adquiriu uma van por R$ 118.800,00 junto à Renault do Brasil.

Fonte: Ângelo Rigon

Leia mais

6 de abril de 2016
por Esmael Morais
6 Comentários

Governadores do Paraná e DF são os piores avaliados do país, diz pesquisa

O instituto Paraná Pesquisas divulgou nesta quarta-feira (6) nova rodada sobre a aprovação de governadores. Rodrigo Rollemberg (PSB), do Distrito Federal, é reprovado por 69% do eleitorado.

Pelo levantamento da Paraná Pesquisas, os brasilienses já estão com saudades dos ex-governadores Agnelo Queiroz (PT), José Roberto Arruda (DEM), Joaquim Roriz (PMDB) e Cristóvam Buarque (PDT).

Apesar de Rollemberg estar no “bico do corvo”, o governador do Paraná, Beto Richa, continua na liderança como o pior avaliado do país com 71% de rejeição — segundo o mesmo instituto Paraná Pesquisas.

A seguir, leia a íntegra da pesquisa:

http://s3.amazonaws.com/static.esmaelmorais.com.br/wp-content/uploads/2016/04/21215637/DistritoFederalMar16_Estadual.pdf

Leia mais

6 de abril de 2016
por Esmael Morais
Comentários desativados em Plano Temer é atraso, diz diretor do Diap

Plano Temer é atraso, diz diretor do Diap

Reacionário e atrasado. Assim, Antônio Augusto de Queiroz (Toninho), diretor do Diap e analista político, classifica o documento “Uma Ponte para o futuro”, lançado em outubro de 2015 pela fundação do PMDB e chamado de Plano Temer. O documento ganhou relevância ante o empenho de setores conservadores em colocar Michel Temer no lugar da presidente Dilma.
Fonte: Portal Vermelho ... 

Leia mais

6 de abril de 2016
por Esmael Morais
1 Comentário

Pochmann: Repactuação entre empresários e governo para sair da crise

Com a constatação, cada dia mais evidente, de que o impeachment da presidenta Dilma Rousseff não é saída viável, muito menos rápida ou indolor, setores da economia olham com mais preocupação para o horizonte recessivo que se delineia. Na avaliação do economista Marcio Pochmann, alguns dos atores que a princípio se colocam contra a gestão do PT podem ser forçados, por causa de interesses econômicos imediatos, a um acordo com o atual governo centrado na recuperação da economia.
Fonte: Portal Vermelho ... 

Leia mais

6 de abril de 2016
por Esmael Morais
Comentários desativados em Blocos de carnaval em SP vão desfilar alegria contra o golpe

Blocos de carnaval em SP vão desfilar alegria contra o golpe

Os movimentos que promovem o carnaval de rua em São Paulo não ficarão de fora da onda que cresce diariamente contra o processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff. Nesta sexta-feira (8), está programado um grande bloco carnavalesco unificado, que, com muita alegria, irá dizer não ao golpe de estado imposto pela direita. 
Fonte: Portal Vermelho ... 

Leia mais

6 de abril de 2016
por Esmael Morais
21 Comentários

Em Curitiba, vereadores “petistas” dão título de cidadão horário a Sérgio Moro

A militância petista de Curitiba, a Capital Nacional do Grampo, prefere ficar numa sala a sós com a “possuída” Janaina Paschoal a encontrar-se com os vereadores recém-saídos da sigla Jonny Stica e Pedro Paulo.

Os dois parlamentares curitibanos pularam a janela no final do mês passado rumo ao PDT do prefeito Gustavo Fruet. Eles deixaram o PT na janela da infidelidade.

Pois bem, Pedro Paulo e Stica votaram esta semana favoravelmente à concessão de título de Cidadão Honorário ao juiz federal Sérgio Moro — algoz do partido e partidário do golpe contra a presidente Dilma Rousseff.

A vereadora Professora Josete, única que restou ao PT na Câmara Municipal de Curitiba, também foi a única a votar contra a honraria ao magistrado. A votação terminou com 27 votos a favor, 1 contra.

Se os vereadores curitibanos “babaram o ovo de Moro”, o mesmo não ocorreu na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Lá, os deputados estaduais rejeitaram o mimo ao chefe da Lava Jato. A proposta nem passou pela Comissão de Segurança da Casa.

Em tempo: não são apenas os dois vereadores — Pedro Paulo e Stica — que entraram na “lista dos traíras” dos petistas; Fruet também ingressou no index ao ponto de o partido dizer que, num eventual segundo turno entre o prefeito e o ‘pato amarelo da Fiep’, eles preferem apoiar o ‘pato amarelo da Fiep’.

Leia mais

6 de abril de 2016
por Esmael Morais
Comentários desativados em Bresser-Pereira: "Governo Temer seria uma guinada neoliberal"

Bresser-Pereira: "Governo Temer seria uma guinada neoliberal"

Tucano histórico, um dos fundadores do PSDB, o economista e cientista político Luiz Carlos Bresser-Pereira voltou a criticar o processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff.
Fonte: Portal Vermelho ... 

Leia mais