2 de abril de 2016
por Esmael Morais
14 Comentários

Em editorial, Folha agora prega golpe contra Dilma e Temer. Adivinha quem assumiria a Presidência?

O jornal Folha de S. Paulo, em editorial publicado neste sábado (2), surtou de vez ao defender a “deposição constitucional” da presidente Dilma Rousseff e a renúncia do vice-presidente Michel Temer, que, na opinião do veículo, não dispõe de apoio da sociedade.

O editorial, que representa a opinião oficial do jornal, afirma que a presidente tem que ser afastada mesmo que falte “comprovação cabal” de que ela tenha cometido crime. “Dilma deve renunciar já para poupar o país do trauma do impeachment”.

A Folha também diz que é importante afastar a “figura nefasta” de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) da presidência da Câmara.

Pela fórmula do jornalão dos Frias, por WO, a Presidência da República cairia no colo do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).
Na sequência, o próximo na linha sucessória seria o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF).

A Folha, no entanto, propõe que o  Tribunal Superior Eleitoral julgue as contas da chapa eleita em 2014 e a casse. “Seja por essa saída, seja pela renúncia dupla, a população seria convocada a participar de nova eleição presidencial, num prazo de 90 dias.”

Neste momento de desatino da Folha, recorre-se à opinião supersincera do ministro Luís Roberto Barroso: “Meu Deus do céu! Essa é a nossa alternativa de poder. Eu não vou fulanizar, mas quem viu a foto sabe do que estou falando”.

Leia a íntegra do editorial da Folha:

Nem Dilma nem Temer

A presidente Dilma Rousseff (PT) perdeu as condições de governar o país.

É com pesar que este jornal chega a essa conclusão. Nunca é desejável interromper, ainda que por meios legais, um mandato presidencial obtido em eleição democrática.

Depois de seu partido protagonizar os maiores escândalos de corrupção de que se tem notícia; depois de se reeleger à custa de clamoroso estelionato eleitoral; depois de seu governo provocar a pior recessão da história, Dilma colhe o que merece.

Formou-se imensa maioria favorável a seu impeachment. As maiores manifestações políticas de que se tem registro no Brasil tomaram as ruas a exigir a remoção da presidente. Sempre oportunistas, as forças dominantes no Congresso ocupam o vazio deixado pelo colapso do governo.

A administraçã Leia mais

2 de abril de 2016
por Esmael Morais
Comentários desativados em Morre em Brasília advogado citado na Lava Jato

Morre em Brasília advogado citado na Lava Jato

O advogado Paulo Roberto Baeta Neves, um dos citados nos inquéritos da Operação Lava Jato que tramitam no Supremo Tribunal Federal (STF), morreu na noite de ontem (1º), em Brasília. Baeta estava internado na UTI há duas semanas e tinha 78 anos. O sepultamento foi no Cemitério Campo da Esperança, no Distrito Federal. ... 

Leia mais

2 de abril de 2016
por Esmael Morais
Comentários desativados em Lula espera tomar posse na Casa Civil na quinta-feira

Lula espera tomar posse na Casa Civil na quinta-feira

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse esperar que o Supremo Tribunal Federal (STF) autorize, na próxima quinta-feira (7) sua posse como ministro da Casa Civil. Ele manifestou sua expectativa durante discurso hoje em Fortaleza. ... 

Leia mais

2 de abril de 2016
por Esmael Morais
7 Comentários

Lula reúne milhares em Fortaleza contra o golpe e defesa da democracia

da Agência Brasil

Em Fortaleza, Lula reforça defesa do mandato de Dilma Rousseff

O ex-presidente Lula discursou hoje (02) na Praça do Ferreira, no centro de Fortaleza, e reafirmou a defesa do mandato da presidenta Dilma Rousseff, sua sucessora. A visita dele atraiu tanto a população da cidade como de outros municípios, que formaram caravanas para participar da manifestação.

Bandeiras, estandartes e camisas estampavam o rosto de Lula e os depoimentos das pessoas reforçavam a sua liderança política. “Nós viemos a Fortaleza dar apoio a Lula porque ele foi a pessoa que mudou a cara do Brasil. A visita é importante porque ele vem mostrar que tem compromisso com o povo.”, disse o agricultor Tertuliano Alves Feitosa, que mora em Pedra Branca, a 262 quilômetros da capital cearense.

A vinda a Fortaleza faz parte de uma estratégia do ex-presidente destinada a obter apoios à manutenção do mandato de Dilma na Presidência da República. Em um discurso de cerca de meia hora, Lula ressaltou as conquistas dos governos do PT e a necessidade da retomada do crescimento econômico.

Ele provocou diversas vezes palavras de ordem entre os presentes, como “Lula, guerreiro do povo brasileiro” e “Lula, me liga, me chama de querida”, que faz referência ao áudios de conversas do ex-presidente divulgados pelo juiz Sérgio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato.

“Mesmo que não tivesse esse ato, só pela chuva que Deus mandou, já valeria a pena estar aqui no Ceará”, iniciou Lula, citando a chuva que persiste no estado há três dias e que prosseguiu no dia de sua visita. Em uma avaliação da crise política, ele disse nunca haver visto um clima de ódio como o atual e, sem citar nomes, o atribuiu a alguns setores da mídia.

O ex-presidente criticou as pessoas que se manifestam a favor da saída de Dilma. “Essa gente que vai para a rua usando verde e amarelo para dizer que são brasileiros precisava ter trabalhado o tanto que nós trabalhamos. Eles precisam saber que esse povo que está aqui é ordeiro, paga suas contas e que quer apenas respeito ao mais elementar e universal, que é o direito ao voto popular que elegeu Dilma.”

Segundo a Secretaria da Segurança e Defesa Social do Ceará, cerca de 12 mil pessoas participaram do ato na Praça do Ferreira.

Leia mais

2 de abril de 2016
por Esmael Morais
13 Comentários

Ivana Bentes: #IstoÉMachismo

Um ataque as Mulheres! É um acinte, um desrespeito e uma violência contra todas as mulheres a capa da Revista IstoÉ com um texto vexaminoso, utilizando todos os estereótipos e adjetivos machistas e misóginos, para desqualificar uma mulher na Presidência do Brasil!

A estratégia da revista é a mesma utilizada no vazamento contra Lula, que expunha sua fala informal em telefonemas privados usados para desclassificá-lo moralmente.

Mas com Dilma Rousseff é ainda pior, mais escandaloso, sexista e intolerável. É um ataque e um texto que ultrapassa qualquer ética jornalistica, com aspas sem nenhuma fonte!

Vendo o impeachment balançar na correlação das forças políticas, com uma reação vigorosa nas ruas do Brasil e na mídia internacional, a revista IstoÉ parte para uma desqualificação psicológica e emocional da Presidenta da República, que teria “perdido o equilíbrio e as condições emocionais para conduzir o país” e é descrita (sem fontes identificadas) como uma desequilibrada, histérica, furiosa e a beira de um ataque de nervos e propensa a atos violentos!

Trata-se de um ataque genérico de um jornalismo covarde (“fontes do Palácio do Planalto”) que usa aspas fantasmas (ninguém é citado!) para demolir sua reputação com base no ódio as mulheres que ocupam espaços de poder e nos clichês que descrevem uma mulher histérica, desequilibrada, destemperada, com “crises nervosas” sendo “medicada” para aplacar seus rompantes e acessos de violência e histeria.

O texto é uma peça de como a mídia passa a usar da pessoalização, de argumentos e análises extra política para demolir a pessoa, o caráter, construindo um personagem de ficção em que a Presidenta é comparada com “Maria, a Louca”, uma “autista” com uma retórica “cretina” e cuja permanência significa uma ameaça de “volta do terror”(!)

Passam de um estereótipo, “a gerentona masculinizada” , para outro: o da mulher acuada e descontrolada que responde a um ataque político não com articulação, atos, ações e discursos, mas como uma mulher histérica e furiosa quebrando móveis!

Os adjetivos utilizados para desqualificar a Presidenta mulher fazem parte de um extenso vocabulário moral, científico, médico e psicanalítico de destituição do feminino como Leia mais

2 de abril de 2016
por Esmael Morais
Comentários desativados em Delazari assume jurídico na Itaipu e ‘Republicanos’ também podem emplacar cargo

Delazari assume jurídico na Itaipu e ‘Republicanos’ também podem emplacar cargo

O ex-secretário de Segurança Pública do Paraná, Luiz Fernando Delazari, é o novo diretor-jurídico da Itaipu. A notícia começou a circular ontem. Delazari, que foi secretário no governo Requião. ... 

Leia mais

2 de abril de 2016
por Esmael Morais
21 Comentários

Contrários ao golpe planejam acampar em frente ao juízo de Sérgio Moro

O Blog do Esmael obteve informações de que militantes contra o golpe planejam acampar em frente ao prédio da 13ª Vara da Justiça Federal, em Curitiba, juízo do parcialíssimo Sérgio Moro.

Dentre os setores que articulam o acampamento na ‘Capital Nacional do Grampo’ estão o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), movimentos estudantis, dissidentes do racha na OAB, mulheres, sindicalistas, militantes dos partidos de esquerda e centro, etc.

Ainda não há uma data definida, mas a ideia do acampamento contra o golpe consiste na ocupação “ad eternum” da Praça Alexandre Brotto, no bairro Ahú, em frente ao prédio da Justiça Federal — onde trabalha o juiz Sérgio Moro.

Leia mais

2 de abril de 2016
por admin
8 Comentários

Coluna do Jorge Bernardi: Do que o governador do Paraná tem medo?

Jorge Bernardi*

A gravidade do cenário político nacional, a divulgação de quase 300 políticos que receberam dinheiro, nos últimos anos, da Odebrecht, e a lista antiga da mesma construtora, da década de 80, do século passado, com outros 500 políticos envolvidos em corrupção, tem dado pouco espaço na mídia para corrupção no Paraná.

Fatos recentes mereceram toda a atenção. a Operação Publicano que apura corrupção R$ 1 bilhão de reais na Receita Estadual, com as ameaças de morte sofridas pelo principal delator, o auditor fiscal Luiz Antônio de Souza. Ele fez acordo e vai devolver ao tesouro do estado R$ 20 milhões de reais, que a Procuradoria do Estado tenta anular.

Também o repentino interesse da defesa do governador Beto Richa em defender acusados na Operação Publicano requerendo ao Superior Tribunal de Justiça, STJ, a dispensa de três testemunhas, que são réus naquele processo: o primo do governador Luiz Abi Antoun, e os auditores fiscais Márcio Albuquerque e Luiz Antônio de Souza. Para quem não tem nada a temer e quer todos os fatos investigados, como tem repetido o governador, o fato c Leia mais