Vereador Pedro Paulo lidera debandada no PT de Curitiba

Vereador curitibano Pedro Paulo lidera debandada no PT; partido deverá perder ainda, na Câmara Municipal, Jonny Stica, que flerta com o PV de Alvaro Dias; petistas vão lutar para ressurgir das cinzas, tal qual Fênix, lançando candidatura própria do deputado Tadeu Veneri à Prefeitura de Curitiba; parlamentares dissidentes declararam “amor” ao prefeito Gustavo Fruet (PDT), que vai à reeleição.

Vereador curitibano Pedro Paulo lidera debandada no PT; partido deverá perder ainda, na Câmara Municipal, Jonny Stica, que flerta com o PV de Alvaro Dias; petistas vão lutar para ressurgir das cinzas, tal qual Fênix, lançando candidatura própria do deputado Tadeu Veneri à Prefeitura de Curitiba; parlamentares dissidentes declararam “amor” ao prefeito Gustavo Fruet (PDT), que vai à reeleição.

O vereador Pedro Paulo, de Curitiba, encaminhou pedido de desfiliação do PT nesta quarta-feira (2). Além dele, todos os sete integrantes de seu gabinete na Câmara Municipal.

O parlamentar aproveita a “janela da infidelidade”, que ficará aberta até o próximo dia 18, para embarcar no PDT do prefeito Gustavo Fruet.

Quem também deverá saltar da canoa petista é o vereador Jonny Stica, que flerta com o PV de Alvaro Dias.

Portanto, de três, o partido ficará com apenas a vereadora Professora Josete.

Em Curitiba, o PT tentará se reconstruir das cinzas lançando o deputado Tadeu Veneri à Prefeitura.

No mês de novembro passado, os petistas “romperam” com a administração de Fruet.  No entanto, a vice-prefeita Mirian Gonçalves foi uma das poucas a pedir exoneração do cargo de secretária Municipal do Trabalho.

Comentários encerrados.