STF publica acórdão sobre rito do impeachment

via Brasil 247.

Supremo Tribunal Federal publicou nesta segunda-feira, 7, o acórdão da decisão que barrou o rito do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, estabelecido pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB); derrotado, Cunha entrou com recurso no STF antes da divulgação da decisão e corre o risco de não ter o embargo de declaração analisado pelo Supremo.

O Supremo Tribunal Federal publicou nesta segunda-feira, 7, o acórdão da decisão que barrou o rito do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), estabelecido pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB); derrotado, Cunha entrou com recurso no STF antes da divulgação da decisão e corre o risco de não ter o embargo de declaração analisado pelo Supremo.

O Supremo Tribunal Federal (STF) publicou nesta segunda-feira, 7, o acórdão da decisão que barrou o rito do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, estabelecido pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB).

Entre outros pontos, o STF decidiu que a comissão especial da Câmara para analisar o impeachment só pode ser formada por indicados por líderes de partidos, sem chapas avulsas, ao contrário do que quer o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). A Corte também decidiu reconhecer o poder do Senado de recusar a instauração do processo, mesmo após a Câmara aprovar, por ao menos 2/3 de seus membros (342 dos 513 deputados), a abertura do impeachment.

Cunha entrou com recurso antes mesmo da divulgação do acórdão. O recurso apresentado pelo presidente da Câmara questiona três pontos da decisão tomada pelos ministros em plenário: os vetos à chapa alternativa e ao voto secreto para eleição da comissão especial e, por último, a decisão de dar ao Senado poder para rejeitar o processo de impeachment.

Por terem sido apresentados antes da publicação do acórdão, os embargos de Cunha correm o risco de não serem analisados pelo Supremo.

7 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Que cara de pau é este Cunha. O sujeito é mais sujo que chiqueiro de porco e ainda tem a petulância de entrar com um pedido no STF contra a Presidente. O tribunal deve sim de fato é acatar o pedido da cabeça do Cunha. Pois ele é um dos mentores desta desgraça que está acontecendo no Brasil.

  2. A pena mercenária de F. Campana tem sido alugada a quem melhor paga. Basta trocar o nome do desafeto
    No Campanário a campana soa sua lânguidas cantilena chamando às matinas perfunctórias. Campana se inspira em Luís em “Angústia” de Graciliano.

  3. Ligamos a TV e sempre ouvimos CUNHA tem 10 dias,mais uma vez cunha o malandro usa a termos judiciário para mais 10 dias,sera que nossa justiça perdeu poder as leis não são definidas quem entende as leis,pelo visto ela só esta escrita mas na hora da verdade as leis são meramente interpretadas ou fazem eles como querem.

  4. Só aqui neste país…
    A suprema corte nacional ainda se dá ao trabalho de julgar esse monte de estrume que é a tentativa insana de impeachment orquestrada por esse canalha.
    Além de tentar produzir óbvia moeda de troca para se salvar da degola, nos estertores de seu desonesto mandato, cunha grotescamente legislou flagrantemente em menos de 24 horas várias vezes em causa própria…
    Não sei se o STF mesmo tendo a obrigação de analisar tamanha sandice, não teria o poder de mendar prender de vez esse verme político revelado nos últimos tempos, o presidente da Câmara Federal…

  5. CUNHA um picareta a serviço dos pilantras,cunha tem todo esse poder, O STF tem nenos PODER que cunha tantas manobras podemos entender que nossas LEIS estão a merce dos picaretas e pilantras.

  6. Em um texto no blog de Fábio Campana com o titulo cansei dessa farsa o sr Fábio tenta desmoralizar Lula lembrei a ele que se fizermos uma busca no Google sobre ele como nos aconselha Dilma quando quisermos saber de pessoas publicas acharemos coisas estarrecedoras sobre ele adivinhe o que aconteceu não publicou já que o Google tem sua ficha completinha.