Parceria Globo-Sérgio Moro é alvo de protestos em todo o país

A Rede Globo foi palco ontem (8) em Goiânia, Goiás, de uma ocupação relâmpago pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST); na mesma noite de ontem, a mãe do juiz Sérgio Moro foi hostilizada durante sessão em homenagem ao Dia Internacional da Mulher na Câmara Municipal de Maringá, Noroeste do Paraná; amanhã, dia 10, em Curitiba, magistrado passará por mais uma prova de fogo quando realizará palestra “contra a corrupção” ao lado jornalista global William Waack, um antipetista e golpista declarado; onda de protestos contra a parceria entre a TV Globo e o juiz Sério Moro eclodiu na última sexta-feira, dia 4, quando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi conduzido coercitivamente para depor na PF -- sem que antes tivesse sido intimado; domingo, dia 13, a parceria Globo- Moro será novamente alvo de protestos em todo o país.

A Rede Globo foi palco ontem (8) em Goiânia, Goiás, de uma ocupação relâmpago pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST); na mesma noite de ontem, a mãe do juiz Sérgio Moro foi hostilizada durante sessão em homenagem ao Dia Internacional da Mulher na Câmara Municipal de Maringá, Noroeste do Paraná; amanhã, dia 10, em Curitiba, magistrado passará por mais uma prova de fogo quando realizará palestra “contra a corrupção” ao lado jornalista global William Waack, um antipetista e golpista declarado; onda de protestos contra a parceria entre a TV Globo e o juiz Sério Moro eclodiu na última sexta-feira, dia 4, quando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi conduzido coercitivamente para depor na PF — sem que antes tivesse sido intimado; domingo, dia 13, a parceria Globo- Moro será novamente alvo de protestos em todo o país.

A Rede Globo foi palco ontem (8) em Goiânia, Goiás, de uma ocupação relâmpago pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) em protesto contra o golpismo da emissora dos Marinhos. A TV Anhanguera, afiliada da Vênus Platinada, foi sob controle de militantes sociais das 18h30 às 19h30.

Ato contínuo, na mesma noite de ontem, a mãe do juiz Sérgio Moro foi hostilizada durante sessão em homenagem ao Dia Internacional da Mulher na Câmara Municipal de Maringá, Noroeste do Paraná. Dona Odete Moro foi vaiada por integrantes da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e do PT.

Na noite anterior, de segunda-feira (7), em São Paulo, durante ato em defesa da liberdade de expressão, ativistas e parlamentares convocaram manifestações em todo o país contra a Rede Globo, mas, pelo jeito, também sobrou para o “parceiro estratégico” dos Marinhos.

Nesta quinta-feira, dia 10, em Curitiba, o juiz Moro passará por mais uma prova de fogo quando realizará palestra “contra a corrupção” ao lado jornalista global William Waack, um antipetista e golpista declarado. Temendo ameaças, inclusive, o magistrado teria requisitado reforço de “dezenas” de agentes da Polícia Federal (PF) para a sua segurança.

A onda de protestos contra a parceria entre a TV Globo e o juiz Sério Moro eclodiu na última sexta-feira, dia 4, quando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi conduzido coercitivamente para depor na PF — sem que antes tivesse sido intimado. Muitos juristas e parlamentares entenderam que o petista fora alvo de um “sequestro político” numa diabólica tentativa de golpe jurídico-midiático.

No próximo domingo, dia 13, a parceria Globo- Moro será novamente alvo de protestos em todo o país. No Rio, a manifestação será em frente à emissora de TV; em São Paulo, o movimento antigolpe contará com reforço de torcidas organizadas de futebol – que têm bronca com os “coxinhas” que pedem impeachment, exibem faixas contra a corrupção do governo Geraldo Alckmin (PSDB) e da emissora dos Marinhos que faz “refém” o futebol nacional.

Enfim, o juiz Sérgio Moro – e a própria Globo – terão de atravessar um Rubicão daqui três dias. Esse evento não se esgota em si, pois haverá reação da tropa ligada aos sindicatos de trabalhadores nos dias 18 e 31 de março sob a batuta de movimentos sociais e partidos que compõem o núcleo fidedigno da presidente Dilma.

19 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. I just want to say I am newbie to weblog and truly enjoyed you’re web site. Probably I’m going to bookmark your blog . You definitely come with great writings. With thanks for sharing with us your website.

  2. Oque eu tenho a dizer é que esse tal de ALEX é um grandíssissimo Idiota…!

  3. A BRIGA DA GRANDE MAIORIA DA POPULAÇÃO NÃO É POLÍTICA,SÓ QUEREMOS QUE OS CORRUPTOS DO PAÍS PAGUE PELO QUE ROUBAM SEJAM ELES DE QUAL PARTIDO FOR.

  4. Calma, abobados de enchente.

    Sérginho (olha a intimidade), acaba de ligar para mim.

    Vai deixar a aliança com a Globo e se atrelar com Carta Capital, 247, essas coisas. Tá bom assim?

  5. Q delicia ver o fim desses q acabaram com o sonho dos brasileiros, ptcorrupta for satanas

  6. fizeram um circo para desviar atenção do povo e se fazem de coitados, as vitimas somo todos nós, que pagamos impostos para isso!

    por que eles devem e muito!!
    o povo que explicações de tanta corrupção!!

    devolvam cada centavo, e povo vamos cobrar!!

  7. e juiz moral de cueca e tendencioso so os coxinhas cerebros de ameba pra cair na sua.juiz golpista

  8. Prezados estamos diante de um juízo POLITICO, perguntem ao juiz Moro publicamente se era necessário destruir a economia do Brasil para justificar a destruição de um governo democraticamente eleito.
    Hipocrisias a parte, a CRISE foi engendrada pelo Juiz Moro no intuito de gerar os argumentos para derrubar a Dilma e ponto final …………, detonou a economia brasileira, levou milhares de empresários a banca rota, jogou milhões de brasileiros na rua, provocou um prejuízo TRILIONÁRIO aos cofres públicos só para satisfazer o ego tucano. No maior ato de COVARDIA da história brasileira joga a culpa numa mulher, onde ele articula para que a Dilma leva a culpa.
    Caberia à imprensa livre até por uma questão de patriotismo e defesa dos direitos sociais ser contra a forma com que os trabalhos estão sendo conduzidos criminalizando petistas para proteger tucanos.
    O modus operandi é investigar “Conta gotas” gerando as manchetes de jornal que insuflam a crise política a traves de vazamentos seletivos, as grandes mídias repercutem, engendram a crise econômica para provocando a crítica do modelo econômico que justifique dar de dedo no PT via Jornal Nacional…..tudo de caso pensado feito roteiro de novela.
    Tamanha irresponsabilidade está quebrando o BRASIL e daí quem vai pagar pelo delírio de Nero do Juiz Moro quando o país estiver arruinado??????
    Quem vai pagar pelo fim dos direitos democráticos se por ventura o exército se insurgir?
    Há que propor uma solução imediata firmando uma trégua que permita investigar a destra e sinistra sem por isso romper o equilíbrio democrático, infelizmente constamos que diversos tucanos históricos passaram incólumes por mais de três delações onde mesmo mencionados não foram condenados, demonstrando claramente o caráter político do julgamento, o que por si só já era motivo suficiente para pedir a anulação da Lava Jato, isto sem entrar no mérito das perdas e danos provocados ao Brasil
    A cada nova fase da Operação “GLOBOJATO” 500 mil brasileiros perdem seus empregos………não há nenhuma preocupação quanto ao descalabro econômico que o CUSTO MORO está provocando na economia e na família brasileira …parece mais uma HIGIENIZAÇÃO SOCIAL promovida para desdenhar o governo de plantão.
    Muita gente ascendeu socialmente durante os governos do PT o Juiz Moro veio para restabelecer a pirâmide social dos anos 90 e para isso não mede esforços vitimando grandes empresários que a rigor deveriam apenas devolver o dinheiro e pagar as multas evitando com isso a destruição do patrimônio nacional representado por grandes empresas que ao todo dão emprego a mais de um milhão de trabalhadores fora o efeito cascata nos empregos indiretos.
    É um juízo social visto que no fundo podemos entender se tratar de uma limpeza social, que preserva só aquela massa laboral eternamente favorecida por estar na parte alta da pirâmide.

    Prezados a CRISE foi formatada em laboratórios tucanos e a lava jato é apenas o tentáculo jurídico dos grandes grupos econômicos sedentos por voltar ao planalto.
    E no dia 13 será que vão criminalizar o PT se protestar contra a lista de FURNAS?

    • Ah tá…então os bilhões que já foram devolvidos e as culpas assumidas são porque os caras são bonzinhos… PaTéticos esses “cumpanheiros”. Esperneiem, mas esperneiem muito…estou achando ótimo.

  9. É, não é só mãe de juiz de futebol que é hostilizada.

  10. Cuidado Sérgio Moro , a globo ja fez o mesmo com o Collor, lembra ?

  11. Com estes políticos que estão aí e a rede Globo o Brasil está podre. Está fedendo carniça.

  12. Chega de ladrão famoso não ser preso. Lula deve pagar sim pelos seus crimes.

  13. Isto interessa aos verdadeiros amantes do futebol.

    Leiam no jornal do Nassif o GGN este post

    Lava Jato Tudo começou em 2013.

  14. Para se legitimar no comando judiciário da Lavajato, Moro deve se desligar do PSDB, solicitando que sua esposa deixe seu cargo comissionado na Casa Civil do desgoverno Richa.

  15. Esmael

    Você vai lá? Poderia perguntar só Waack se ele confirma o que foi vazado no Wickleaks? Que ele é espião americano?

  16. É tudo de bom ver o desespero da “cumpanheirada” do PT, CUT, MST….que delícia.

    • Desespero não! Desespero é que o pessoal anti pt faz, manifestações são sempre bem vindas. Pode chorar ou como vcs dizem “chola mais”

  17. Miranda não foi ouvido. Por que?

    A lista de Furnas onde anda?

    Fora Globo.