Justiça proíbe Beto Richa, o “Rei do Pedágio”, de renovar pedágio mais caro do mundo no Paraná

Liminar da Justiça Federal frustra os planos do governador Beto Richa (PSDB), conhecido no estado como o “Rei do Pedágio”, de prorrogar até 2050 os atuais contratos com as concessionárias de pedágio. Sem a renovação, os contratos vencem em cinco anos; tarifas nas rodovias paranaenses são consideradas as mais caras do mundo; juiz Rogério Cangussu Dantas Cachichi, da 1ª Vara Federal de Jacarezinho, considera que prorrogação prejudica o interesse público; entretanto, governo tucano defende que não é necessária nova licitação; agora a pergunta: por que diabos o “Rei do Pedágio”, isto é, Beto Richa insiste tanto em renovar esses contratos absurdos?

O juiz Rogério Cangussu Dantas Cachichi, da 1ª Vara Federal de Jacarezinho, concedeu liminar proibindo a renovação dos contratos de pedágio das rodovias do Paraná sem licitação. A decisão foi proferida em ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal (MPF), também de Jacarezinho, município do Norte do Paraná.

A liminar frustra os planos do governador Beto Richa (PSDB), conhecido no estado como o “Rei do Pedágio”, de prorrogar até 2050 os atuais contratos com as concessionárias de pedágio. Sem a renovação, os contratos vencem em cinco anos.

O pedágio cobrado nas rodovias do Paraná é tido como o mais caro do mundo. Comparando a tarifa do trecho entre Curitiba e Paranaguá, com 80 km, custa R$ 18,00 para carros de passeio. Já de Curitiba para Joinville, com distância de 130 km, a tarifa é de R$ 4,60. Ou seja, custa ¼ do valor para um trecho 40 km maior.

A justificativa do magistrado na concessão da liminar é de que a participação das atuais concessionárias nas negociações de renovação prejudica o interesse público. “A prorrogação do convênio há de ter em mira exclusivamente o interesse público entre os entes políticos envolvidos, numa racionalidade comunicativa livre da interferência do poder econômico das empresas privadas”, diz a sentença.

Mesmo assim, o secretário Chefe da Casa Civil do Paraná, Eduardo Sciarra (PSD), defendeu a renovação dos contratos afirmando que seria perfeitamente legal e que não é necessária a licitação. Mas está bem claro que essa renovação só interessa às concessionárias.

O “Rei do Pedágio”, isto é, o governador do PSDB poderia explicar por que insiste tanto em renovar esses contratos absurdos.

Com informações da Folha de Londrina

21 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. I just want to tell you that I’m beginner to blogging and seriously loved your web-site. Most likely I’m going to bookmark your website . You really come with excellent writings. With thanks for sharing your web site.

  2. O rei do pedágio não esta fácil esses políticos estão fazendo o que querem
    Nós estmos vendo tudo errado e ficamos quietos
    Vamos c unir povo brasileiro chega ja passou dos limites

  3. O Paraná está com a pior segurança publica do país, dos estados do sul é o que tem mais escandalos…Essa concessinaria está com a filha do Jaime Lener, aquele judeu ladrão que mora em Miami que ri da nossa cara até hoje e recebe parte dessa grana do pedágio.acontecimentos aparte é tudo lobby.

  4. Essa história vem de longe… Antes disso precisamos saber onde estão as duplicações que estavam previstas nos contratos anteriores??? As estradas quase sempre com buracos desvios, e em mão dupla… Um descaso do estado com a população… Vide BR 369…Ourinhos a Londrina, Santo Antonio da Platina a Curitiba uma vergonha de estrada…

  5. Que falta faz o Requião nesta hora

  6. porque o beto insiste tanto em renovar …dinheiro meu chapa …essas concessionárias tem que devolver muito dinheiro roubado dos paranaenses …esses deputados ladrões estão ganhando mesada para aprovar essa ladroagem …

  7. Bem que esse juiz poderia intervir na intenção do prefeito de Londrina renovar o contrato com a Sanepar, isto é, com a Andrade Gutierrez por mais 30 anos.

  8. Nem tudo esta perdido,no momento parabéns.justiça se faz com caráter e lealdade.

  9. Governo deslegitimado assinando contrato de 30 anos tinha que ser barrado mesmo.

    Engraçado que em outros estados não ha essa discussão. O povo esta bem contente.
    Se isso aumenta o preço da
    comida?
    A mídia é paga com dinheiro público pra dizer que culpa è da Dilma.

  10. Parabens ao juiz Federa Rogério Cangussu Dantas , esse Beto Richa não gosta de pobre , só sabe subir imposto e aumentar a Luz e o IPVA fora Beto Richa

  11. Não é pedágio, é ROUBÁGIO. Defendo o preço justo, me sinto assaltado a cada praça de pedágio no Paraná. Porque Santa Catarina cobra o pedágio mais barato do Brasil? São Paulo também em algumas praças é barato, mas dá a impressão que é de 20 em 20 km. Malditos ladrões desse País.

  12. …Eduardo Sciarra (chefe da casa civil do richa),defendeu a prorrogação!!!! Nossa, pois se o mesmo é o proprietário ou o majoritário da concessão do oeste do Paraná! !! Como que tal pessoa seria contra a prorrogação! “Tamo é fu..” tudo dominado! !!!!

  13. Ótima notícia! Esperemos que as instâncias superiores mantenham a decisão! Trecho de Jacarezinho a ourinhos paga-se R$ 17,10 no pedágio para andar numa pista simples e cheia de remendos!

  14. Costuma-se dizer que “notícia boa não é notícia”. Sempre há exceções, como esta notícia de hoje.
    Só quero entender (não sou jurista): se há liminar, quer dizer que o desgoverno do Paraná já tinha entrado com pedido de renovação?

  15. Quero que essa imundice de governador…Ali Babá, vá para o meio do inferno junto com seus trocentos ladrões. Quem sabe nesse lugar, auxiliado por sua tropilha, consiga passar o Diabo para trás e ocupe seu lugar, agradando-o com participação dos lucros que obtiver, para mantê-lo de boca fechada!!!

  16. O judiciário tomando decisão a favor dos trabalhadores contra o PSDB? Estranho…

  17. Os dois deputados da Força tem raízes no Paraná (infelizmente). O fascistão Franceschini não precisa nem falar. Mas o tranqueira do Paulinho saiu de Porecatu e fez carreira mafiosa em São Paulo. Na política está agarrado ao Eduardo Cunha.

  18. Graças a DEUS,deixa para o governo de 2018 decidir isso,toma beto….

  19. E só tenho um pensamento neste momento. Os juízes tomaram vergonha na cara ou é o efeito da reciprocidade entre o poder judiciário e executivo no racha das verba públicas que não foi do agrado do judiciário. Ou foi este racha de falta de verba que acarretou a “rebeldia” dos juízes ou de fato tomaram vergonha na cara e fazem o que tem que fazer. Defender o povo contra os desmandos deste desgovernador.