Golpistas disfarçados de congressistas articulam “renúncia” de Dilma

Sem condições morais de votar o impeachment da presidente Dilma Rousseff, deputados e senadores querem pressioná-la a renunciar ao cargo já na semana que vem; presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), são investigados por corrupção na Petrobras; eles preferem a renúncia porque temem a História, em perspectiva, e a reprovação internacional, de imediato; senadores trocaram informações pelo WhatsApp – e por telefone – com o objetivo de preparar uma ofensiva na semana que vem para “convencer” a presidente jogar a toalha; até agora, Dilma continua inerte e aceita o jogo da judicialização da política e do seu mandato; até agora, ela também não apresentou um projeto econômico “à esquerda” para sair da crise, como pedem as ruas; Dilma topou o jogo dos golpistas que ameaçam derrubá-la antes na virada do mês – tal qual o golpe de 1964.

Sem condições morais de votar o impeachment da presidente Dilma Rousseff, deputados e senadores querem pressioná-la a renunciar ao cargo já na semana que vem; presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), são investigados por corrupção na Petrobras; sem legitimidade, eles preferem a renúncia porque também temem a História, em perspectiva, e a reprovação internacional, de imediato; neste feriadão de Páscoa, senadores trocaram informações pelo WhatsApp – e por telefone – com o objetivo de preparar uma ofensiva na semana que vem com o intuito de “convencer” a presidente jogar a toalha; até agora, Dilma continua inerte e aceita o jogo da judicialização da política e do seu mandato; até agora, ela também não apresentou um projeto econômico “à esquerda” para sair da crise, como pedem as ruas de todo o país; Dilma topou o jogo dos golpistas que ameaçam derrubá-la antes na virada do mês – tal qual o golpe de 1964.

Sem condições morais de votar o impeachment da presidente Dilma Rousseff, deputados e senadores querem pressioná-la a renunciar ao cargo já na semana que vem.

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), são investigados por corrupção na Petrobras. O primeiro é alvo de 7 inquéritos na Lava Jato e o segundo já é réu no Supremo.

Parlamentares das duas Casas desejam evitar desgastes que poderiam causar um golpe na Constituição Federal, pois, sem legitimidade, eles também temem a História, em perspectiva, e a reprovação internacional, de imediato.

Neste feriadão de Páscoa, um grupo suprapartidário de senadores trocaram informações pelo WhatsApp – e por telefone – com o objetivo de preparar uma ofensiva na semana que vem para “convencer” a presidente jogar a toalha.

Os congressistas golpistas não terão trabalho fácil pela frente, a julgar pelas últimas declarações da presidente publicadas nesta sexta-feira (25) nos jornais estrangeiros.

Ao jornal espanhol El País, por exemplo, Dilma repetiu que a oposição teme tirá-la da Presidência sem motivo para tal. “Querem a renúncia para evitar o constrangimento de me tirar de forma ilegal”, afirmou.

Já o francês Le Monde registrou que a presidente disse que para tirá-la do poder é preciso ter provas. “Um impeachment sem base jurídica é um golpe de Estado. É perigoso e pode causar cicatrizes profundas na democracia brasileira”, alertou Dilma.

É fato que os golpistas não dormem, eles conspiram. Entretanto, a presidente Dilma Rousseff, até agora, continua inerte e aceita o jogo da judicialização da política e do seu mandato.

Até agora, Dilma não apresentou um projeto econômico “à esquerda” para sair da crise, como pedem as ruas de todo o país. Ela topou o jogo dos golpistas que ameaçam derrubá-la antes na virada do mês – tal qual o golpe de 1964.

15 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. I just want to tell you that I am just all new to blogging and site-building and honestly enjoyed your web-site. Likely I’m want to bookmark your blog . You actually come with really good stories. Thank you for revealing your blog.

  2. Tem mais é que se lascarem pois todos eles sabiam que era Golpe, e que até a tal de Lava-Jato acabaria quando o golpe se concretizasse, Agora estão ai atrás do PT, do PCdoB, do PSOL,procurando arrego, vão ter que engolir um satanista no poder e aceitar aposentadoria aos 75 e 80 anos, tão todos lascados.

  3. Tudo na vida deve ser visto com moderação, sem o pensamento binário de nós somos do bem e o outro lado necessariamente do mal. Pensamento maniqueísta pode levar ao fanatismo, que também pode ser sintoma de alguma paranoia enraizada. Vejam que não estou aqui tomando partido de nenhuma causa, só estou criticando certas visões binárias. Fanatismo faz encolher o cérebro e cega o discernimento, o juízo e a crítica.

  4. Grupo suprapartidário? O que é isso? Baixo clero de Cunha.

    Como é que Dilma pode governar se o golpista Aécio não lhe deu sossego nem um minuto?

    E os coxinhas? Vão aceitar o golpe e a corrupção para o resto de suas vidas, sem oposição?

  5. Engana-se Renan. Ele acha que o Brasil é Alagoas onde todos os jornais não mencionam Renan, porque é proibido. Dê uma olhada neles.

    Ele terá uma surpresa. Alô Dr. Janot. Como anda o processo? Já pode denunciar Renan e provar que aquela nota é séria?

    Aqui na platéia vamos chacoalhar a arquibancada.

    Fora Renan. Fora Cunharéu.

  6. descobrido outro Caráter de algumas figurinhas conhecidas,sr.Dória e Joice fico a imaginar se eles focem educados pois suas palavras e atitudes sai de onde retiro esterco para adubar minha lavoura,onde sera que estes estudaram onde sera que aprenderam usar palavras tão baixa,como se ele e ela,tivesse caráter de boa índole que nós pensávamos que ambos tinha,penso hoje bem diferente,mais dois que se junta ao bando do CAMBURÃO,ambos LIXO,esterco de minha lavoura.

  7. “Querem a renúncia para evitar o constrangimento de me tirar de forma ilegal”.
    Nossa presidenta disse tudo.Assim o referido partido procura todos os subterfúgios possíveis.Será medo que a bola de neve cresça?. Quais propostas vieram em benefício do trabalhador por parte destes partidos?
    Dilma tem que ser forte e resistir.
    Quem compara tudo isso a 1964 e vê confluências , peço que por favor visitem o o site do Instituto João Goulart e procure um vídeo em que João Vicente descreve o momento.Vi e recomendo a todos que assistam !

  8. Que confusão!!! Que coisa confusa!!! Que situação!!! Divulgo!!! Agora não divulgo!!! Agora não dá para divulgar!! Renúncia??? Impedir??? Confusão!!! Onde está a corrupção??? Quem não tiver pecado que atire a primeira pedra!!! É fácil aflorar os sentimentos!!! Que sentimentos???

  9. Como é que se apresenta alguma coisa com esse monte de estrume humano querendo destituí-la… Canalhas.. não passarão.

  10. – Gilmar Mendes aumentou desnecessariamente a pressão sobre Moro, colocando em risco a operação LJ.
    – Moro terá agora que prender Lula senão Lava Jato apodrece.
    – Motivos decentes serão necessários para acusá-lo com legitimidade, muito mais do que um pombal na beira da praia ou pedalinhos.
    – A estratégia da LJ está errada em ir atrás de políticos (divide o país e o enfraquece), são as grandes empresas (bancos e empreiteiras) que detém o poder financeiro e chefiam o sistema há décadas.
    – Perseguir políticos do PT fará com que partidos remanescentes formem no futuro a maior organização criminosa e corrupta da história (preparem seus passaportes ou armas de fogo).
    – Lava jato mal conduzida significa fornecer licença para matar aos bandidos no futuro.
    – Judiciário aplica lei e não as interpreta.

  11. Não vai ter golpe…
    Tá dificil entender..