moura_bolsonaro_moro

| Comente agora

Ator Wagner Moura, em artigo publicado nesta quarta-feira (30), na Folha de S. Paulo, disse que a presidente Dilma Rousseff é vítima de um clássico golpe de Estado policialesco; ele afirma que o PT tem culpa no cartório, precisa ser investigado, no entanto, por uma Justiça imparcial e democrática; de acordo com ele, a débâcle petista coincide com a ascensão fascista de Jair Bolsonaro e com a ditadura da “opinião única” de apenas cinco famílias que não toleram Lula, mas controlam a mídia e dissemina ódio no país; “O que está em andamento no Brasil hoje, no entanto, é uma tentativa revanchista de antecipar 2018 e derrubar na marra, via Judiciário politizado, um governo eleito por 54 milhões de votos. Um golpe clássico.”, opinou o aclamado ator, que ainda observou que o “Sergio Moro é um juiz que age como promotor”; abaixo, leia a íntegra do texto.

Deixe uma resposta

Preenchimento obrigatório *.