“Dilma é vítima de golpe clássico”, diz ator Wagner Moura

Ator Wagner Moura, em artigo publicado nesta quarta-feira (30), na Folha de S. Paulo, disse que a presidente Dilma Rousseff é vítima de um clássico golpe de Estado policialesco; ele afirma que o PT tem culpa no cartório, precisa ser investigado, no entanto, por uma Justiça imparcial e democrática; de acordo com ele, a débâcle petista coincide com a ascensão fascista de Jair Bolsonaro e com a ditadura da “opinião única” de apenas cinco famílias que não toleram Lula, mas controlam a mídia e dissemina ódio no país; “O que está em andamento no Brasil hoje, no entanto, é uma tentativa revanchista de antecipar 2018 e derrubar na marra, via Judiciário politizado, um governo eleito por 54 milhões de votos. Um golpe clássico.”, opinou o aclamado ator, que ainda observou que o “Sergio Moro é um juiz que age como promotor”; abaixo, leia a íntegra do texto.

Ator Wagner Moura, em artigo publicado nesta quarta-feira (30), na Folha de S. Paulo, disse que a presidente Dilma Rousseff é vítima de um clássico golpe de Estado policialesco; ele afirma que o PT tem culpa no cartório, precisa ser investigado, no entanto, por uma Justiça imparcial e democrática; de acordo com ele, a débâcle petista coincide com a ascensão fascista de Jair Bolsonaro e com a ditadura da “opinião única” de apenas cinco famílias que não toleram Lula, mas controlam a mídia e dissemina ódio no país; “O que está em andamento no Brasil hoje, no entanto, é uma tentativa revanchista de antecipar 2018 e derrubar na marra, via Judiciário politizado, um governo eleito por 54 milhões de votos. Um golpe clássico.”, opinou o aclamado ator, que ainda observou que o “Sergio Moro é um juiz que age como promotor”; abaixo, leia a íntegra do texto.

Pela legalidade

Ser legalista não é o mesmo que ser governista, ser governista não é o mesmo que ser corrupto. É intelectualmente desonesto dizer que os governistas ou os simplesmente contrários ao impeachment são a favor da corrupção.

Embora me espante o ódio cego por um governo que tirou milhões de brasileiros da miséria e deu oportunidades nunca antes vistas para os pobres do país, não nego, em nome dessas conquistas, as evidências de que o PT montou um projeto de poder amparado por um esquema de corrupção. Isso precisa ser investigado de maneira democrática e imparcial.

Tenho feito inúmeras críticas públicas ao governo nos últimos 5 anos. O Brasil vive uma recessão que ameaça todas as conquistas recentes. A economia parou e não há mais dinheiro para bancar, entre outras coisas, as políticas sociais que mudaram a cara do país. Ninguém é mais responsável por esse cenário do que o próprio governo.

O esfacelamento das ideias progressistas, que tradicionalmente gravitam ao redor de um partido de esquerda, é também reflexo da decadência moral do PT, assim como a popularidade crescente de políticos fascistas como Jair Bolsonaro.

É possível que a esquerda pague por isso nas urnas das próximas eleições. Caso aconteça, irei lamentar, mas será democrático. O que está em andamento no Brasil hoje, no entanto, é uma tentativa revanchista de antecipar 2018 e derrubar na marra, via Judiciário politizado, um governo eleito por 54 milhões de votos. Um golpe clássico.

O país vive um Estado policialesco movido por ódio político. Sergio Moro é um juiz que age como promotor. As investigações evidenciam atropelos aos direitos consagrados da privacidade e da presunção de inocência. São prisões midiáticas, condenações prévias, linchamentos públicos, interceptações telefônicas questionáveis e vazamentos de informações seletivas para uma imprensa controlada por cinco famílias que nunca toleraram a ascensão de Lula.

Você que, como eu, gostaria que a corrupção fosse investigada e políticos corruptos fossem para a cadeia não pode se render a esse vale-tudo típico dos Estados totalitários. Isso é combater um erro com outro.

Em nome da moralidade, barbaridades foram cometidas por governos de direita e de esquerda. A luta contra a corrupção foi também o mote usado pelos que apoiaram o golpe em 1964.

Arrepio-me sempre que escuto alguém dizer que precisamos “limpar” o Brasil. A ideia estúpida de que, “limpando” o país de um partido político, a corrupção acabará remete-me a outras faxinas horrendas que aconteceram ao longo da história do mundo. Em comum, o fato de todos os higienizadores se considerarem acima da lei por fazerem parte de uma “nobre cruzada pela moralidade”.

Você que, por ser contra a corrupção, quer um país governado por Michel Temer deve saber que o processo de impeachment foi aceito por conta das chamadas pedaladas fiscais, e não pelo escândalo da Petrobras. Um impeachment sem crime de responsabilidade provado contra a presidente é inconstitucional.

O nome de Dilma Rousseff não consta na lista, agora sigilosa, da Odebrecht, ao contrário dos de muitos que querem seu afastamento. Um pedido de impeachment aceito por um político como Eduardo Cunha, que o fez não por dever de consciência, mas por puro revide político, é teatro do absurdo.

O fato de o ministro do STF Gilmar Mendes promover em Lisboa um seminário com lideranças oposicionistas, como os senadores Aécio Neves e José Serra, é, no mínimo, estranho. A foto do juiz Moro com o tucano João Doria em evento empresarial é, no mínimo, inapropriada.

E se você também achar que há algo de tendencioso no reino das investigações, não significa que você necessariamente seja governista, muito menos apoiador de corruptos. Embora a TV não mostre, há muitos fazendo as mesmas perguntas que você.

18 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. I just want to tell you that I am just all new to blogging and honestly loved this blog. Likely I’m going to bookmark your blog post . You surely come with outstanding posts. Appreciate it for sharing with us your web site.

  2. I simply want to tell you that I am just beginner to weblog and seriously loved your blog site. Most likely I’m likely to bookmark your site . You certainly come with awesome article content. Thanks a bunch for revealing your webpage.

  3. vc é uma piada Wagner Moura

  4. parabens pela opinião tranquila serena e analizando com imparcialidade todos os assuntossua materia sera arquivada por mim e fica a sugestão pelo seu comentario se aprofunde na politica e concorra a um cargo eletivo sera avaliado para receber meu voto

  5. O Brasil não se emenda mesmo, a mais ou menos uns 30 e poucos anos atrás aqui em Curitiba foi lançado o movimento Diretas Já, que culminou com a “eleição” indireta pelo voto dos líderes do Congresso a favor de Tancredo Neves que logo após teve um problema de saúde e todos sabem com acabou a história.

    Aí foi empossado em seu lugar o Sarnei que criou o Cruzado que foi um fracasso, que mais tarde acabou sendo realizado a primeira eleição direta pelo voto do povo, que escolheram Fernando Collor de Mello, que foi caçado, ficou nos bastidores e acabou virando Senador da República no final da história.

    Em resumo o que hoje ocorre no Congresso Nacional não é nada contra a corrupção pois todos com rara exceções estão na lista da Odebrecht que receberam recursos para suas campanhas eleitorais, a diferença das atitudes em investigar esta listagem que tem gente de todos os partidos é que está me deixando intrigado.

    Primeiro que lá tem os tucanos, e como um Procurador da República que está à frente do Lava Jato disse que o PT deixou livre e sem pressão para trabalharem e que no tempo dos tucanos eles não poderia nem pensar em começar um investigação destas que já eram barrados pelos meios políticos, temos que dizer que se hoje o Brasil conhece a verdadeira face dos bastidores do Congresso, dos Gabinetes Ministeriais e do Gabinete da Presidência é graças a está liberdade que lhes foram dadas.

    Concluindo o que disse o Procurador, o PT foi digno e os tucanos sempre foram os chefões do “Sindicato dos Ladrões”, foi isso que ele disse nas entrelinhas. E tem socialite que vivem batendo panelas nos terraços de seus apartamentos, e pobre metido a rico também, por pura imbecilidade. Quero ver este povo que sai as ruas na hora que a ficha cair quando a tucanada ou os peemedebistas assumirem o país e as corrupções continuarem e ninguém mais saber por onde o dinheiro de nossos impostos estarão sendo depositados.

    Como diria o humorista da ZORRA TOTAL EEEESSSSPPPPEEEERRREEEMMMM QUE VOCÊS VÃO VER COMO FICA.

    • Tem razão Paulo!Se a ideia era “dar publicidade” como feito aos grampos dos telefones da Presidenta e do ex-presidente noticiado com enfase pela mídia. A tal “lista dos 200” também deveria ser “passada” para as plataformas midiáticas para ser divulgadas. Daí suscita o viés dos interesses políticos interferindo no Poder Judiciário. É temerária tal postura.
      Afinal, qual brasileiro não gostaria de saber, antecipadamente, quais são os atores que fazem papeis na novela “O Covil da Corrupção”?

  6. Diga-se de passagem que é tão seletiva os julgamentos do Tribunal Curitibano que a lista dos 200 não foi divulgada! Por que será???

  7. Finalmente começam a surgir opiniões equilibradas a respeito da crise política brasileira. Pena que tais opiniões não são reproduzidas pelas mídias de massa.

  8. KKKKKK! Qualquer idiota consegue ganhar a vida representando, a Shirley Temple já fazia isso aos 4 anos!

  9. Mandei comentário mas foi deletado?

  10. Peço licença ao querido Wagner, para complementar: ” A Presidenta é vitima de um golpe classico”; e aplicado por gente sem classe nenhuma.

  11. LEIA A ÍNTEGRA DO ARTIGO PARA ENTENDER ALGUMA COISA! MAS SÓ SE QUISER MESMO ENTENDER ALGUMA COISA.

    “Está caracterizada no Brasil a existência de apenas dois partidos políticos, como alguém definiu recentemente: o Partido da Banda Podre do Congresso e o Partido da Banda Saudável do Congresso, este último em nítida minoria naquele feudo das atrocidades contra a nação e o povo brasileiro. E são estes dois partidos que agora estão a disputar a manutenção do governo democrático, eleito pelo povo de forma constitucional, ou não. Se isto não for um GOLPE, o que seria assim considerado? A meu juízo, trata-se de um GOLPE. Faça a sua análise, faça a sua avaliação e tire as suas conclusões.

    De novo, a Presidente Dilma afirmou que “não sobraria pedra sobre pedra” e de fato, é o que ocorre. E, por conta disto, por conta de expor os podres da politicagem cretina à nação e ao povo, ele é execrada. A única pessoa que não tem nenhuma investigação a pairar sobre sua cabeça, a única honesta neste covil. E o comando do covil, e seus asselas, é que tendem a definir se ele pode ou não governar o Brasil!

    A meu juízo, trata-se de um GOLPE. Faça a sua análise, faça a sua avaliação e tire as suas conclusões.” LEIA MAIS EM

    “SERIA UM GOLPE? É SIM, É UM GOLPE DE ESTADO”
    >> https://gustavohorta.wordpress.com/2016/03/30/seria-um-golpe-e-sim-e-um-golpe-de-estado/

    #RenunciaTemer

  12. A dilma não ser impedida e ficará muito forte e todos os golpistas pagaram pela tentativa de golpe .