oab_golpe_cunha

| Comente agora

Presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), passou a mão na bunda dos dirigentes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que protocolaram ontem (28) — sob vaias e protestos — mais um pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff. “A ordem veio um pouco atrasada. O pedido de impeachment aqui [na Câmara] já está se tratando há bastante tempo. Não vem com protagonismo. Veio com retardo”, ironizou o peemedebista, que é réu no Supremo Tribunal Federal em ação da Lava Jato; Claudio Lamachia, presidente da OAB, é tigrão com uma mulher, a presidente Dilma Rousseff, mas é tchutchuquinha com Cunha — réu no Supremo Tribunal Federal em ação da Lava Jato.

Deixe uma resposta

Preenchimento obrigatório *.