cunha_dilma

| Comente agora

Por determinação do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a comissão do impeachment iniciará amanhã (30) colher depoimentos de testemunhas; juristas Miguel Reale Jr. e Janaína Paschoal, pelo lado dos golpistas, serão os primeiros a serem ouvidos; na quinta-feira (31), data que haverá manifestação contra o golpe, em Brasília, será a vez das testemunhas pró-Dilma Rousseff — ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, e o professor de Direito Tributário da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) Ricardo Lodi Ribeiro; resumindo: Cunha, réu no Supremo, quer destituir a presidente Dilma até o próximo dia 17.

Deixe uma resposta

Preenchimento obrigatório *.