Beto Richa segue como governador pior avaliado do país, diz PR Pesquisas

Números do instituto Paraná Pesquisas, divulgados nesta quinta-feira (31), afirmam que o governador Beto Richa (PSDB) continua sendo o pior avaliado do país; tucano tem 71% de desaprovação, dentro da margem de erro, número próximo à taxa de setembro do ano passado (73%); mulheres são as que mais reprovam Beto Richa, 72%, segundo a sondagem, ante 70% dos homens. Em abril de 2015, houve o massacre de professores cuja categoria é formada majoritariamente pelo feminino; por outro lado, sobem no conceito do eleitorado paranaense o vice-presidente do Banco do Brasil, Osmar Dias (PDT), e o senador Roberto Requião (PMDB); dupla seria imbatível nas urnas em 2018.

Números do instituto Paraná Pesquisas, divulgados nesta quinta-feira (31), afirmam que o governador Beto Richa (PSDB) continua sendo o pior avaliado do país; tucano tem 71% de desaprovação, dentro da margem de erro, número próximo à taxa de setembro do ano passado (73%); mulheres são as que mais reprovam Beto Richa, 72%, segundo a sondagem, ante 70% dos homens. Em abril de 2015, houve o massacre de professores cuja categoria é formada majoritariamente pelo feminino; por outro lado, sobem no conceito do eleitorado paranaense o vice-presidente do Banco do Brasil, Osmar Dias (PDT), e o senador Roberto Requião (PMDB); dupla seria imbatível nas urnas em 2018.

O governador Beto Richa (PSDB) continua sendo o pior avaliado do país, segundo levantamento divulgado nesta quinta-feira (31) pelo instituto Paraná Pesquisas.

O tucano tem 71% de desaprovação, dentro da margem de erro, número próximo à taxa de setembro do ano passado (73%).

As mulheres são as que mais reprovam Beto Richa, 72%, segundo a sondagem, ante 70% dos homens. Em abril de 2015, houve o massacre de professores cuja categoria é formada majoritariamente pelo feminino.

O governador do PSDB é reprovado praticamente com os mesmos índices em todas as classes sociais e nível de escolaridade, mas é rejeitado por 80% dos que têm ensino superior.

O título de pior avaliado do país foi “conquistado” pelo tucano em outubro de 2015. Desde aquela época, até agora, ele não “desgarrou” mais do troféu.

Embora rejeitado pela maioria dos eleitores, não há no Paraná campanha pelo golpe contra o mandato do governador Beto Richa — como a realizada pelo PSDB contra a presidente Dilma Rousseff.

Se Beto Richa mergulha na desgraça, sobem no conceito do eleitorado paranaense o vice-presidente do Banco do Brasil, Osmar Dias (PDT), e o senador Roberto Requião (PMDB). A dupla seria imbatível nas urnas.

A Paraná Pesquisas jura que não simulou a disputa de 2018, mas há quem também jure que viu os números sobre a corrida pelo Palácio Iguaçu e Senado.

Comentários encerrados.