Após entrada de Lula, golpistas sofrem derrota na comissão do impeachment

A entrada em campo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva parece que começou surtir efeito, pois a Câmara elegeu na tarde desta quinta-feira (17) os 65 membros da comissão especial que analisará o trâmite do impeachment da presidente Dilma Rousseff. Os governistas obtiveram maioria, 43 membros, ante os 22 dos oposicionistas/golpistas. Abaixo, veja a lista dos membros indicados pelas bancadas partidárias.

A entrada em campo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva parece que começou surtir efeito, pois a Câmara elegeu na tarde desta quinta-feira (17) os 65 membros da comissão especial que analisará o trâmite do impeachment da presidente Dilma Rousseff. Os governistas obtiveram maioria, 43 membros, ante os 22 dos oposicionistas/golpistas. Abaixo, veja a lista dos membros indicados pelas bancadas partidárias.

A entrada em campo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva parece que começou surtir efeito, pois a Câmara elegeu na tarde desta quinta-feira (17) os 65 membros da comissão especial que analisará o trâmite do impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Os governistas obtiveram maioria, 43 membros, ante os 22 dos oposicionistas/golpistas.

Após a aprovação da lista pelo Plenário, a comissão especial comunicará à presidente da República o início da análise e ela terá o prazo de dez sessões do Plenário para enviar sua defesa à comissão.

Após a aprovação da lista, Eduardo Cunha convocou a comissão para se reunir, às 19 horas, no Plenário 1, para eleição do presidente e do relator do pedido. Às 18 horas, haverá reunião de líderes para discutir os procedimentos de funcionamento da comissão.

Veja quem são os membros da comissão especial:

comissao_especial

Com informações da Agência Câmara.

Comentários encerrados.