Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

Secretário deixa governo Richa para ingressar no PMDB de Requião

Na frente política, ninguém entendeu direito a movimentação de Silvio Barros alinhado com a tropa do senador Roberto Requião. Entretanto, há quem enxergue um racha na família Barros, ou seja, entre os irmãos Silvio e Ricardo. Aguardemos cenas dos próximos capítulos.

Na frente política, ninguém entendeu direito a movimentação de Silvio Barros alinhado com a tropa do senador Roberto Requião. Entretanto, há quem enxergue um racha na família Barros, ou seja, entre os irmãos Silvio e Ricardo. Aguardemos cenas dos próximos capítulos.

O ex-prefeito de Maringá e ex-secretário de Estado do Planejamento do Paraná, Silvio Barros II, que recentemente abandonou a balsa do governador Beto Richa (PSDB), está de mala e cuia rumo ao PMDB do senador Roberto Requião.

Fontes peemedebistas em Curitiba e Maringá confirmaram ao Blog do Esmael as conversas sobre a migração de Barros para o “MDB velho de guerra”.

O próprio Requião, consultado por essa página, não disse “sim” nem “não”. Ele apenas se limitou a dizer que Silvio Barros II “é sério, mas”, segundo o senador, “é irmão do deputado Ricardo Barros (PP)”.

Egresso do PHS, Silvio planeja voltar à Prefeitura de Maringá pelo PMDB. A janela para mudança de partido, para quem vai disputar as eleições de 2016, abrirá no próximo dia 18 de fevereiro e ficará aberta durante um mês.

Silvio Barros II é cunhado da vice-governadora Cida Borghetti, que também deixou recentemente o PROS para flertar com o PSD. Ela é casada com Ricardo Barros, mandachuva no PP e vice-líder do governo Dilma Rousseff (PT) no Congresso.

Na frente política, ninguém entendeu direito a movimentação de Silvio Barros alinhado com a tropa de Requião. Entretanto, há quem enxergue um racha na família Barros, ou seja, entre os irmãos Silvio e Ricardo. Aguardemos cenas dos próximos capítulos.

 

Comentários desativados.