Requião promete novas “degolas de infiéis” ao vivo na segunda-feira

Dentre os que irão para o cadafalso está o arqueiro Doático Santos, que recebeu o título de presidente municipal do PMDB de Curitiba do grupo que apoiou a reeleição do governador Beto Richa (PSDB), em 2014, em detrimento da candidatura própria peemedebista.

Dentre os que irão para o cadafalso está o arqueiro Doático Santos, que recebeu o título de presidente municipal do PMDB de Curitiba do grupo que apoiou a reeleição do governador Beto Richa (PSDB), em 2014, em detrimento da candidatura própria peemedebista.

O senador Roberto Requião, depois dedicar-se em defesa do pré-sal, em Brasília, volta-se novamente às questões domésticas no PMDB do Paraná. Na segunda-feira (29), por exemplo, ele comanda mais uma sessão de “degolas de infiéis” ao vivo pela TV 15.

Dentre os que irão para o cadafalso está o arqueiro Doático Santos, que recebeu o título de presidente municipal do PMDB de Curitiba do grupo que apoiou a reeleição do governador Beto Richa (PSDB), em 2014, em detrimento da candidatura própria peemedebista.

Na segunda passada, a executiva estadual do PMDB, que é presidida por Requião, por unanimidade, recomendou ao Conselho de Ética da agremiação a expulsão do ex-deputado Stephanes Júnior – que é presidente da Elejor (Centrais Energéticas do Rio Jordão S/A).

Também estão na marca do pênalti quatro deputados estaduais, que compõem a bancada de sustentação do tucano na Assembleia Legislativa do Paraná, e dezenas de diretórios municipais que têm “tesão de argola” pelo governador Beto Richa.

Comentários encerrados.