Pupilo de ex-governador Pessuti dá no queixo do tucano Beto Richa

sergio_pessuti_richaO deputado federal Sérgio Souza (PMDB), pupilo do ex-governador Orlando Pessuti, atual diretor do BRDE, em entrevista à Veja, deu um cruzado de direita no queixo do governador Beto Richa (PSDB) ao discorrer sobre os motivos de o tucano ter caído em desgraça.

Segundo o parlamentar peemedebista, aumento de IPVA e ICMS, massacre dos professores, além da criação da bancada do camburão, motivaram o título de pior governador do país — de acordo com levantamento da Paraná Pesquisas.

“O governador Beto Richa foi inábil politicamente. Ele promoveu no fim do primeiro mandato um ajuste fisal bem sucedido, que deu hoje estabilidade no Estado que os outros não têm. Estamos pagando mais impostos, subiu IPVA, ICMS, essas coisas. A inabilidade foi quando no início do segundo mandato ele não teve o tato necessário para conduzir a greve dos professores. Deixou na mão de dois ou três que fizeram loucura. Essas coisas de polícia, de colocar deputado na marra para ir votar dentro de camburão… Por isso caiu a popularidade dele. A sociedade não aceita isso”, disse o deputado federal Sérgio Souza, do PMDB, partido de oposição ao tucano. (Reprodução fiel de Veja).

Na reportagem, Veja insinua que existem elementos para a prisão de Beto Richa por corrupção na Receita Estadual e por roubo de dinheiro que era destinado à construção de escolas.

Comentários encerrados.