Para Veja, Richa é ‘tucano problema’

do Brasil 247

Reportagem da revista destaca que Beto Richa "é o governador mais mal-avaliado do Brasil, segundo levantamento do Instituto Paraná Pesquisas", e "agora entrou na mira do Ministério Público", "acossado por duas frentes de investigação"; para a publicação, auge da queda de popularidade do tucano foi o massacre da PM do Paraná contra professores em abril de 2015; "O episódio foi criticado até pela cúpula do PSDB", destaca o texto.

Reportagem da revista destaca que Beto Richa “é o governador mais mal-avaliado do Brasil, segundo levantamento do Instituto Paraná Pesquisas”, e “agora entrou na mira do Ministério Público”, “acossado por duas frentes de investigação”; para a publicação, auge da queda de popularidade do tucano foi o massacre da PM do Paraná contra professores em abril de 2015; “O episódio foi criticado até pela cúpula do PSDB”, destaca o texto.

Campeão de avaliação negativa e agora na mira do Ministério Público, o governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), é considerado o “tucano problema” pela revista Veja, da Editora Abril.

Em uma extensa reportagem sobre Richa, a publicação destaca que ele “é o governador mais mal-avaliado do Brasil, segundo levantamento do Instituto Paraná Pesquisas”, e “agora entrou na mira do Ministério Público”, “acossado por duas frentes de investigação”.

A revista cita as operações Publicano e Quadro Negro, investigadas no Estado e cujas suspeitas são de que houve dinheiro desviado dos cofres públicos para abastecer a campanha de Richa e de seus aliados. Um caso envolve fraudes na Receita, o outro, desvio de verba que seria investida em escolas no Paraná.

Para a Veja, no entanto, o “estopim” para a baixa popularidade do governador foi a batalha do Centro Cívico – violência da Polícia Militar contra professores que manifestavam no centro de Curitiba em abril do ano passado, e que deixou mais de 200 servidores públicos feridos.

“O episódio foi criticado até pela cúpula do PSDB”, lembra a reportagem. O texto traz ainda uma lista, em ordem cronológica, com “os tropeços de Richa”, sendo o último deles o pedido feito este mês pelo Ministério Público Federal de abertura de investigação contra o governador tucano.

7 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. O PSDSB, sem duvida sempre foi pior do que o PT, até que a midia as ações de alguns de seus filiados resolveram enfiar os pés pelas mãos, agora trocando um pelo outro nenhum de volta.

  2. O psdb não via fazer presidente em 2018 tendo nos seus quadros pessoas como beto richa e aécio neves ou o psdb começa a faxina ou vai ficar pior que o pt.

  3. E agora, tucanos?!? A Veja (seria melhor dizer família Civita) até dias atrás dizia que o PR era nota mil na educação e na segurança. Também dizia que o PR era vice-campeão em competividade. Agora a conversa mudou. Será que a Veja está lançando um boi de piranha na tentativa de se mostrar imparcial no combate à corrupção? E daí, governador, vai pedir de volta o dinheiro que foi pro caixa combalido da Veja de volta? O governador não sabe, mas está sendo tratado pela Veja como o dono de uma capitania hereditária, como um coronelzinho, para salvar os cardeais do PSDB. Enfim, será que os devotos da tendinha digital vão detonar a Veja? Duvido. Vão aguentar o sabugo a seco.

  4. Caro Esmael,
    Sentimos sua falta.Descansou?
    Abraço,

  5. Olá, você é genial muitas vezes e em outras parece tão ingênuo, você acha que quando o Lula ganhou a eleição, com o voto do povo e a elite só permitiu para mostrar que o povo não tinha competência para governar, teve que optar por atender o capital com as duas mãos, porque foi? Por ser ele traidor da causa do povo? Claro que não, ele entrou para mostrar que era possível arrancar pelo pelos um dedo das mãos esmagadora do capital e devolvê-la ao povo, e é por causa da falta deste dedo, que no caso pessoal do Lula não o impediu de chegar onde chegou, que ele é cassado por imprensa, setores da justiça, elites, pseudo imprensa livre, pseudo cristão e outros e muitas vezes conta com apoio decisivo daqueles que foram defendidos por esta utopia Lulista agora transformada em utopia Dilmista. Este projeto teve e tem muitos equívocos mas que não anula a sua necessidade e os avanços que produziu nesta sociedade cheio de tanto “ísta” esperar que dentro deste sistema vamos superar esta forma capitalisma de enxergar o mundo é no mínimo ingenuidade vejo Lula e Dilma fazendo o possível dentro deste regime e muitas vezes sendo criticado por pessoa esclarecidas como alguns que leio e considero ótimos jornalistas, comprando o pacote que a “grande imprensa vende” Deixam transparecer em suas críticas que basta a Dilma querer ela muda tudo, claro que não é assim, veja os deputados que colocamos lá, muitos são achacadores e se ela não negociar o mínimo será impedida de terminar o seu mandato. Para muitos de nós basta que os inimigos levantem uma suspeita para querermos tirar o nosso apoio, estou pensando assim agora: “ainda que Lula e Dilma me dissessem que precisaram roubar para alavancar este projeto que foi o único neste 500anos para ajudar este povo sofrido ainda assim eu o apoio pois saberei que foi a única saída que encontraram para lutar nesta relação de poder tão desigual”, você pode me acusar de estar transigindo com a ética e daí? Como escreveu um colunista da folha certa vez, ética para quem cara-pálida? Deixar de apoiar, colocar em duvidas a intenção de Lula e Dilma é apoiar a ética tucana e seus apaniguados que há 500anos governam o nosso país, como se todos os bens fossem para eles e o nosso trabalho para mantê-los obrigatoriamente. Estava conformado com isto os meus predecessores morreram falando e pregando a manutenção desta ordem necessária que foi referendada pela “revolução de 64” e como uma determinação de Deus. Eu graças Senhor por ter enviado estes dois para quebrar este sistema de 500 anos e dar apenas um dedinho, o mínimo a este povo, infelizmente muitos amigos nosso que apoiavam este projeto agora põem em dúvidas, não conseguem ver o que a direita está fazendo para dar credibilidade ao golpe. Fico animado quando vejo o depoimento de um homem analfabeto das letras, mas letrado na vida dizendo “podem falar o que quiserem de Lula e Dilma mais a minha vida e de pobres como eu melhorou com eles e se há dificuldade eu continuo acreditando pois sei que eles têm lado e que sofrem por estar do nosso lado, que sempre fomos abandonados” quando esta clareza chegar a todo o cidadão que não fazem parte das elites que são a maioria deste país este projeto estará a salvo e o poderemos aprofundar a partir das ruas e não será Lula e Dilma que puxarão isto mais nós que sempre fomos do andar inferior, não é inveja e sim justiça social, pois dizem que está ruim é verdade mas para nós, pois eles nunca deixaram de seus privilégios e conta com a nossa revolta para perpetuar neste posto.