Globo censura vídeo em que participantes do ‘BBB16’ põem Beto Richa no “paredão”

ronan_richa_censuraA TV Globo saiu à caça do vídeo publicado no YouTube, nesta terça-feira (16), no qual Ronan, um dos participantes do Big Brother Brasil 16, responsabiliza o governador Beto Richa (PSDB) pelo massacre de professores em 29 de abril de 2015.

Trecho do programa ‘BBB16’ publicado no perfil do Blog do Esmael, no YouTube, foi apagado no final desta tarde a pedido das Organizações Globo.

Na noite de ontem (15), no canal a cabo Multi Show, o estudante de filosofia Ronan e a jornalista Ana Paula explicaram aos demais brothers da casa como foi a ação violenta da polícia, em Curitiba, contra os professores que lutavam contra o confisco da previdência.

Hoje à noite, haverá paradão no programa televisivo entre o curitibano Ronan e o carioca Daniel.

Acompanhe abaixo a transcrição do debate entre os brothers Ana Paula e Ronan:

— No dia 29 de abril, eles vacilaram… eles bateram nos professores –, começou Ronan.

— Aiiiiiii…. –, reagiu Ana Paula, que chegou falar do prefeito.

— A culpa é do governador [Beto Richa], que é um cara poderoso. A culpa é dele ou porque mandou ou por omissão (por ele não saber). Ele não pode dizer ‘que não sabia’. Porque se ele não sabia a culpa é dele também. Ele é o governador, ele tem que saber das coisas que estão acontecendo. – explicou o estudante de filosofia.

— Governador não pode se omitir. –, sentenciou a moça.

— Ele é o governador, ele tem que saber das coisas que estão acontecendo. – reforçou o brother curitibano.

— Se for abuso de poder, ele tinha que ir lá e cortar cabeça. – ensinou a jornalista Ana Paula.

— Principalmente tão relevante quanto foi. Eram todos os professores do estado que estavam lá. Se ele não sabe o que estava acontecendo, ele não se preocupa com eles foi por um… [corta, corta, corta]. – Ronan é interrompido.

A transmissão é encerrada.

Agora só falta Beto Richa acusar os brothers Ana Paula e Ronan de serem petistas infiltrados na casa mais vigiada do Brasil. Agentes da senadora Gleisi Hoffmann…

Comentários encerrados.