João Santana, ex-marqueteiro do PT, é alvo da 23ª fase da Operação Lava Jato

do Brasil 247

Polícia Federal (PF) deflagrou a 23ª fase da Operação Lava Jato, batizada de Acarajé, nesta segunda-feira (22); a ação é realizada em São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador; um dos alvos desta etapa é o publicitário João Santana, que foi marqueteiro das campanhas da presidente Dilma Rousseff e da campanha da reeeleição do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 2006; há um mandado de prisão contra Santana, que, no entanto, ainda não foi detido porque está fora do país; com a colaboração da promotoria suíça, a força-tarefa da Lava Jato investigava repasses atribuídos a subsidiárias da Odebrecht em contas no exterior controladas pelo marqueteiro; o juiz Sergio Moro negou acesso à defesa de João Santana aos autos da investigação e ainda ironizou o pedido dos advogados; "Evidente, querendo, poderá o investigado antecipar-se à conclusão da investigação e esclarecer junto à autoridade policial seu eventual relacionamento com o grupo Odebrecht", afirmou; também são alvo desta etapa a empreiteira Odebrecht e o engenheiro Zwi Skornicki, que, segundo as investigações, operava propinas no esquema da Petrobras investigado pela Lava Jato; há mandado de prisão preventiva contra ele.

Polícia Federal (PF) deflagrou a 23ª fase da Operação Lava Jato, batizada de Acarajé, nesta segunda-feira (22); a ação é realizada em São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador; um dos alvos desta etapa é o publicitário João Santana, que foi marqueteiro das campanhas da presidente Dilma Rousseff e da campanha da reeeleição do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 2006; há um mandado de prisão contra Santana, que, no entanto, ainda não foi detido porque está fora do país; com a colaboração da promotoria suíça, a força-tarefa da Lava Jato investigava repasses atribuídos a subsidiárias da Odebrecht em contas no exterior controladas pelo marqueteiro; o juiz Sergio Moro negou acesso à defesa de João Santana aos autos da investigação e ainda ironizou o pedido dos advogados; “Evidente, querendo, poderá o investigado antecipar-se à conclusão da investigação e esclarecer junto à autoridade policial seu eventual relacionamento com o grupo Odebrecht”, afirmou; também são alvo desta etapa a empreiteira Odebrecht e o engenheiro Zwi Skornicki, que, segundo as investigações, operava propinas no esquema da Petrobras investigado pela Lava Jato; há mandado de prisão preventiva contra ele.

A Polícia Federal (PF) deflagrou a 23ª fase da Operação Lava Jato nesta segunda-feira (22). A ação, batizada de Acarajé, uma referência ao apelido usado pelos alvos para designar dinheiro, é realizada em São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador.

Um dos alvos desta etapa é o publicitário João Santana, que foi marqueteiro das campanhas da presidente Dilma Rousseff e da campanha da reeeleição do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 2006. Há um mandado de prisão expedido contra ele, mas Santana está no exterior. Além dele, a empreiteira Odebrecht e o engenheiro Zwi Skornicki, que operava propinas no esquema da Petrobras, são alvos.

Com a colaboração da promotoria suíça, a força-tarefa da Operação Lava Jato investigavarepasses atribuídos a subsidiárias da Odebrecht em contas no exterior controladas pelo marqueteiro João Santana; o publicitário comandou todas as campanhas presidenciais do partido desde a reeleição do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 2006. O juiz Sergio Moro negou acesso à defesa de João Santana aos autos da investigação e ainda ironizou o pedido dos advogados: “Evidente, querendo, poderá o investigado antecipar-se à conclusão da investigação e esclarecer junto à autoridade policial seu eventual relacionamento com o grupo Odebrecht”, afirmou.

Nova fase ocorre menos deu mês depois da operação Triplo X, realizada em 27 de janeiro em São Paulo e Santa Catarina, que investigava a abertura de offshores e a compra de apartamentos no Condomínio Solaris, no Guarujá (SP), construído pela OAS, que, segundo investigações, teriam sido usados para repasse de propina do esquema de corrupção da Petrobras.

O despacho do juiz Sérgio Moro diz que uma cunhada de o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, Marice Correa de Lima, pagou R$ 200 mil por um apartamento em construção no Solaris, até 2012. No ano seguinte, desistiu do negócio e recebeu como devolução da OAS R$ 430 mil.

12 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Enquanto isso, Cunha, o probo, continua dando as cartas em Brasília, soltinho da silva.

  2. Que se cuide a “mulher do cafezinho” da campanha de Lula e Dilma. Vai sobrar pra todo mundo, pelo jeito. Já dos Marinhos e dos tucanos … né moro? Né procurador que procura o que quer? … Esculhambação geral.

  3. Corrupção no Brasil é um câncer que vem desde o tempo de colônia. Portanto isso não é exclusividade de PT é de todos os partidos inclusive do PSDB e DEM que tem seus afiliados volta e meia envolvidos em corrupção ativa. Só o nosso judiciário que não vê, só tem olhos para o PT e ainda dizem que Moro é o paladino na justiça. Eu quero um Brasil passado a limpo e não uma inquisição como o Moro e CIA estão promovendo. A justiça é cega como dizem, mas acredito que ela é justa e imparcial, só não avisaram ou explicaram para este pessoal do Lava Jato.

  4. GLOBO, PSDB e FHC! estão desesperados!

    GLOBO liga para o Juíz Moro, e fala…vê se dá andamento na Lava Jato! Outra face será bom!

    Arruma uma BOMBA, para gente noticiar, precisamos que o povo esqueçam o caso MIRIAM DUTRA! Estamos atolados até o pescoço! nessa lama de bosta!

    A gente não tem nada aqui! Seria bom a decretação da prisão do LULA!

    Moro. responde!, mas não tem nada contra LULA! a globo Humm!

    Serve qualquer coisa! anda rápido com isso, quanto mais BOMBAS será melhor!

    GLOBO finaliza…estamos na espera..ah e vê se anda rápido com isso! a coisa ta fedendo! dependemos de BOMBAS, ah…relaxa que aqui a gente é mestre em MANIPULAÇÃO! samos ótimos em fazer tempestade no copo d água!

    Moro pensa ??? e fala! então vou decretar a prisão de JOÃO SANTANA!

    • Os últimos dias foram interessantes…Cancelado depoimento do Lula, Delcídio solto, processo do Renan retirado da pauta, processo do Cunha colocado na pauta. Só o Moro que não obedece e fica aí mandando prender inocentes ligados ao PT…

  5. A PRISÃO DO FEIRA E SUA ESPOSA (MARQUETEIRO DO PT) ANIQUILA COM A DEFESA DE DILMA NO TSE. PODEM IREM TIRANDO SEUS TÍTULOS ELEITORAIS DAS GAVETAS, EM OUTUBRO, VAMOS ELEGER VEREADORES, PREFEITOS E UM NOVO PRESIDENTE DA REPÚBLICA.

  6. Booooom dia para quem ainda não foi preso pela PF…….

  7. É, a barragem trincou.
    É o efeito Mariana se expandindo ao cenário político.
    A lama moral contaminada se espalha aos borbotões.
    A casa, digo a barragem, caiu!

  8. Esse Juiz Moro é um malvado mesmo:
    “É tutti buona gente”.
    Todos irrestritamente são probos, mártires,
    patriotas, e até… inocentes!
    Honorável Juiz Moro:
    Dá uma aliviada para essa gente fina.
    Obs:- para quem não é afeto a interpretação
    de texto, aviso que o que escrevi deve ser
    entendido em sentido irônico.

  9. EU ACHO QUE A MELHOR DEFESA PARA TODOS ENVOLVIDOS SERIA DERRUBAR A TODOS,COMEÇAR LÁ NO COLLOR E VIM CONTANDO TUDO QUE SABE SOBRE A CORRUPÇÃO NO BRASIL.
    AI QUANDO A COISA CHEGAR EM TODOS E ATÉ NA JUSTIÇA,QUER APOSTAR QUE ELES VÃO ARREFECER.
    EU GOSTARIA DE DERRUBAR A TODOS E PESAR QUEM ROUBOU MAIS OU MENOS,POR QUE NESSA HORA NÃO PODEMOS CONCORDAR COM NINGUÉM.
    SE É PARA PASSAR O BRASIL A LIMPO,QUE FAÇA UMA MESA REDONDA COM TODOS OS DELATORES ENVOLVIDOS E DIGAM TUDO,NÃO ESSA DELAÇÃO A CONTA GOTAS SÓ PARA SANGRAR SEUS DESAFETOS.

  10. Ué… acabou a operação Triplo X? Não iam investigar todos os apartamentos? Claro que era tudo mentira, queriam apenas investigar Lula mas como deram de cara com o triplex dos Marinho da Globo, melou tudo. Moro até mandou soltar o perigoso empresário que triturava provas documentais. Está na cara que o objetivo da Lava Jato é atacar Lula e Dilma, e não combater a corrupção.