Blog Gazeta do Povo vê dificuldades para a reeleição de Fruet

Prefeito Gustavo Fruet (PDT), mal avaliado nas pesquisas, busca na "honestidade" atributos necessários para reeleição à Prefeitura de Curitiba; até o aliado blog Gazeta do Povo reconhece ser "difícil citar uma obra do prefeito nestes três anos de mandato"; sobre a argumentação de que o pedetista não rouba, por isso mereceria mais uma chance, o espirituoso deputado Requião Filho (PMDB), já com sebo nas canelas, declarou que Fruet é uma espécie de Maluf invertido: “não rouba, mas também não faz nada”.

Prefeito Gustavo Fruet (PDT), mal avaliado nas pesquisas, busca na “honestidade” atributos necessários para reeleição à Prefeitura de Curitiba; até o aliado blog Gazeta do Povo reconhece ser “difícil citar uma obra do prefeito nestes três anos de mandato”; sobre a argumentação de que o pedetista não rouba, por isso mereceria mais uma chance, o espirituoso deputado Requião Filho (PMDB), já com sebo nas canelas, declarou que Fruet é uma espécie de Maluf invertido: “não rouba, mas também não faz nada”.

Convertido no mais “chapa branca” dos blogs ligados à Prefeitura de Curitiba, o Gazeta do Povo, na coluna do jornalista Celso Nascimento, admite neste fim de semana que o prefeito Gustavo Fruet (PDT) terá de rebolar bastante na tentativa de reeleger-se em outubro.

“Difícil citar uma obra do prefeito nestes três anos de mandato”, reconhece o blog, que, citando o cientista político Beto Almeida, adiante adverte Fruet: “prefeitos com aprovação abaixo dos 50% devem pensar duas vezes antes de buscar a reeleição. Com 48%, ele ainda se encontra abaixo da taxa de segurança”.

Segundo o instituto Paraná Pesquisas, na véspera da virada do ano, 48% disseram que a aprovam; 48,7%, que a desaprovam. Pouco mais de 3% não emitiram opinião.

O blog Gazeta do Povo, no entanto, vê uma luz no final do túnel nesses tempos de Lava Jato: “ele faz parte dos raros gestores sobre os quais não pesam acusações de escândalos”.

O espirituoso deputado Requião Filho (PMDB), um dos que enfrentará o prefeito nas urnas, a respeito dessa máxima do oficialismo municipal, já declarou anteriormente que Fruet é uma espécie de Maluf invertido: “não rouba, mas também não faz nada”.

A seguir, leia a íntegra da análise do blog Gazeta do Povo:

Que chance tem Fruet?

por Celso Nascimento

Os eleitores curitibanos entrevistados pouco antes do Natal pelo Instituto Paraná Pesquisa foram convidados a avaliar a administração do prefeito Gustavo Fruet: 48% disseram que a aprovam; 48,7%, que a desaprovam. Pouco mais de 3% não emitiram opinião.

Desconsiderando-se a diferença ínfima de sete décimos porcentuais, pode-se dizer que exata metade da cidade está satisfeita com o prefeito e outra parte do mesmo tamanho está insatisfeita. Se fosse para enxergar este empate de um jeito simplório, poderíamos dizer que Curitiba tem um prefeito que “não cheira nem fede”?

Não é bem assim. Como diria Einstein, tudo é relativo. Quando se observa a derrocada moral e administrativa pela qual passa grande parte dos gestores públicos do país e se toma conhecimento, por exemplo, de que a presidente Dilma Roussef e o governador Beto Richa amargam respectivamente 80% e 73% de reprovação, ser mal avaliado por “apenas” 48,7% não deixa de ser um trofeu para Fruet.

Difícil citar uma obra do prefeito nestes três anos de mandato. Difícil também perceber iniciativas inovadoras no modo de governar, muito menos soluções urbanas originais que devolvam Curitiba à condição de modelo.

Afora medidas cosméticas e de baixo custo, como pintar asfalto para delimitar caminhos exclusivos para ônibus e ciclistas, além de decretar como “calmas” algumas ruas onde não se pode trafegar acima de 40 km/h, são pouco visíveis ou sentidas quaisquer outras intervenções urbanas importantes. Sem falar na sensação de abandono que transparece para quem anda pela cidade.

Certamente vem daí a decepção que a administração de Fruet evoca para quase metade dos eleitores. Então, como explicar que a outra metade considere que ele faz uma administração que varia entre boa e ótima?

A avaliação positiva provavelmente advém, em primeiro lugar, do efeito comparativo: ele não faz menos que a maioria dos demais administradores públicos atuais, todos afundados na crise. Pode-se também pensar: Fruet conseguiu evitar até agora o caos absoluto que se vê em outras paragens. E o mais importante: ele faz parte dos raros gestores sobre os quais não pesam acusações de escândalos. E isto, nesses dias de Lava Jato, já suficiente para fazer boa diferença a seu favor.

Aprovação versus eleição

O cientista político Carlos Alberto de Almeida, autor de dois livros referenciais (A cabeça do brasileiro e A cabeça do eleitor) advoga uma tese baseada nos resultados das urnas desde que a reeleição foi instituída, nos anos 1990. Diz ele que a chance de um prefeito se reeleger é proporcional à aprovação de sua gestão.

Almeida cruzou os resultados de 76 grandes municípios nos quais os prefeitos buscavam se reeleger e concluiu que aprovações superiores a 50% às vésperas da eleição dão 59% de certeza de vitória. Um índice de 40% reduz a chance para apenas 36%. Se for 30%, a chance de recondução desaba para apenas 16%.

A tese foi confirmada nas duas últimas eleições em Curitiba: em 2008, o então prefeito Beto Richa ostentava 81% de aprovação e foi reeleito com 77% dos votos. Em 2012, o prefeito Luciano Ducci era aprovado por 33% e nem chegou ao segundo turno.

Almeida faz uma advertência que serve para Fruet: prefeitos com aprovação abaixo dos 50% devem pensar duas vezes antes de buscar a reeleição. Com 48%, ele ainda se encontra abaixo da taxa de segurança. Mas já esteve pior: em março de 2015, apenas 29% dos curitibanos o aprovavam; em junho, subiu para 33% e para os 48% de dezembro.

 Melhorar ou até segurar este índice relativamente confortável não lhe será fácil: é durante a campanha, quando estará sob o fogo cerrado de adversários como Requião Filho, Rafael Greca, o próprio Ducci e talvez Ratinho Jr., que se terá a medida certa da consistência do seu prestígio.

19 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. I simply want to mention I’m newbie to weblog and certainly enjoyed this web-site. Probably I’m want to bookmark your blog . You absolutely have tremendous articles. Thanks for sharing your blog site.

  2. SUPER MEGA KIT COMPLETO WHATSAPP MARKETING DIVULGAÇÃO EM MASSA

    SITE: http://bit.ly/1QgntWx

    Skype: Power-Tecnology

    WattsApp: (11)9845-80831

    Telegram: PowerEmails

  3. Cidade de gente insossa e “maria vai com as outras” merece esse prefeitinho banana e oportunista. Não fez nada em 3 anos e no quarto ano, pra tentar ser reeleito, começou a tapar uns buraquinhos nas ruas principais e pintar de verde umas bobagens no asfalto na única “obra” de sua gestão: a área calma. A área calma é uma das maiores imbecilidades já realizadas nesta cidade. Não serve pra nada…não mudou nada…e por consequência, não custou nada. A área calma é uma iniciativa de uma administração formada por incompetentes que não tem capacidade pra cuidar nem de um galinheiro…muito menos de uma cidade.

  4. Essa estorinha de que o Fruet não rouba é pura bobagem. Rouba pra caramba como todos os outros. O Prefeitinho Banana criou mais uma secretaria, a tal da SIT (Secretaria da Informação e Tecnologia), que nada mais é do que um cabidão de empregos, com o pretexto de acabar com a dependência do ICI, que cuida da informática da prefeitura. Na verdade, o Banana pretende assumir o domínio das contratações com informática para beneficiar as empresas de seus amiguinhos, e levar um belo percentual com isso. Vide a licitação de 70 milhões que a prefeitura publicou agora para desenvolvimento de sistemas. A prefeitura já possui em operação os melhores sistemas do Brasil, mas precisa gastar 70 milhões com novos sistemas. Isso é o quê? Resposta: ROUBALHEIRA!!!

  5. Fernando, fica tranquilo que eu não escolheria um defensor que se baseia na versão publicada pelo jornal sem saber os documentos que o cliente tem nas mãos, e não é pouca coisa. Sem olhar vc não vai entender. Mas o que fez surgir uma questão pessoal com ele foi ter se comprometido a sentar na minha frente, depois de passada a eleição e passou a esquivar-se. Nem to preocupado em provar se era um processo de 20 pontos em recurso que me permitia conduzir. Como você bem disse, ele recebeu a missão de desconstruir minha imagem como secretário e o Gustavo se aproveitou disso. Na época tiveram sucesso na missão mas me convocaram a outra missão. Desconstruir o Celso como jornalista e o Gustavo como prefeito, e não pretendo parar. Se alguém tem dúvida, que não tenha , é pessoal. Se pela idade eu permanecer na terra por mais tempo que ele farei essa herança chegar a seus descendentes. Perdoe Fernando, nem tome partido, a briga se tornou pessoal. Ele está acostumado a entrar na vida dos outros e ficar por isso mesmo. Pegou carne de pescoço. Fernando, pelo teu interesse e pesquisa tenho uma proposta. Se teu interesse é elucidar o mistério me procure que vera minhas razões, com documentos. Se vc é um anônimo advogando pelo Celso, ou a seu pedido, pare por aqui porque na próxima resposta vou expor algumas coisas que o Celso vai ficar aborrecido. A propósito, veja no meu face a postagem dedicada a ele. E público, não precisa ser amigo p ver

  6. Fernando, sem dúvida que o mentiroso ataque o Celso Nascimento despertou em mim um lado que nem eu conhecia direito, mas que gosto. Só quem sabe a dimensionar uma agressão é quem a recebe. Minha indignação maior não é apenas pela mentira, mas pelo compromisso que ele firmou de que passadas as eleições sentaríamos frente a frente e mostraria a ele o quanto errou. Desde lá ele foge feito um rato de esgoto. Quanto a ter entrado com ação judicial, na época eu daria munição a ele para expor mais ainda e vários professores advogados me deram orientação diversa. Não quero colocar um juiz no meio de uma conversa olho a olho. Ele sempre esteve acostumado a bater e não haver reação. Se você acha que ele mexeu com uma pessoa com problema psiquiátrico, psicológico azar o dele. Ele tem uma grande vantagem que não sou adepto a agressão física, seria besteira. O caminho dele não será tão longo a ponto de pagar por todo mal que ele causa nas pessoas, então seus descendentes terão que herdar esse ônus. QUAL É O MEDO DELE DE VIR FALAR COMIGO? ELE ACHA QUE EU TENHO UMA BALA DE PRATA E TO ESPERANDO ELE DESENCADEAR MINHA LEGÍTIMA DEFESA? 2016 nem começou direito, e o ciclo dessa encrenca se resolve nesse ano.

    • Marcelo: seu eu fosse advogado não pegaria sua causa para defender vc, acabo de ler a coluna que o Celso Nascimento postou e acho que ele disse a verdade ja q vc não desmentiu ele .Em vez de desmentir vc confirmou tudo, isto eh, que cometeu todas aquelas inflações e soh não perdeu a CNH por que sabia como se defender. Mas que cometeu cometeu. Aonde eh que o jornalista mentiu ? Ou seja vc eh um grande transgressor da lei de trânsito e não podiamesmo ser secretário…

  7. Vai se apegar na Honestidade???
    Só pelas suas promessas falsas,não vai ganhar meu voto.
    Fora Fruta!!!
    Prefeito lesma!!!

  8. De tanto ver que esse Marcelo quer dar explicações sobre os 180 pontos que ele tinha na CNH, estou cada vez mais curioso para saber o que ele tem a dizer sobre a denúncia do Celso Nascimento. É importante que ele diga ao povo que o colunista mentiu e que por isso vai processá-lo na Justiça. Por que não processa o jornalista? Por que não processa em vez de ficar falando abobrinha? Mais parece que ele tá precisando de ajuda psiquiátrica.

  9. Primeira coisa a fazer é perguntar ao ‘calunista’ onde e quando Einstein teria pronunciado a frase citada pelo ignorante, pois uma pesquisa simples mostra que esse erro é repercutido por incautos como o tal Celso Nascimento. Aliás, afirmo e explico o motivo pelo qual o considero um covarde, mentiroso e crápula. Ele firma um compromisso com você de se dispor a conhecer a verdade e foge como rato de esgoto, e eu sou a prova disso e falo isso na cara dele quando quiser.
    Quando se refere a seu afilhadinho Gustavo ele se torna um manipulador, e por vezes já apontei isso em diversos comentários que fiz. Ele começa cativando o leitor pelo óbvio, que o Gustavo é ruim e não faz nada. Depois de conquistar a concordância do leitor ele faz uma inflexão com o objetivo de mostrar o lado bom do coisa ruim, seu afilhado. Ele tenta mostrar que mesmo sendo ruim ainda é o que há de melhor, ou que dos males o menor. 2016 não será apenas o ano que sepultará Gustavo Fruet como político, vai também definitivamente sepultar a Gazeta, que nem Blog merece ser chamado, tornou-se um informativo sem qualquer atrativo. Antes valia para embrulhar peixe, agora falta papel. Quanto ao Celso, 2016 vai ser marcante na sua vida e na sua carreira, motivo de muita vergonha para seus descendentes.

  10. Pior prefeito que Curitiba já teve. E essa de não roubar, não cola. Tão metendo a mão sim!

  11. Aqui da minha mesinha fico lendo essas coisas no Computador entre um chá e outro e pensando comigo. E se ele (Beto Richa) vender a Copel, como vou fazer se ainda me faltam 13 anos para a aposentadoria e eu não gosto de trabalhar.

    • Não se preocupe, metade de vocês vai pra agência reguladora, com salários altos e sem tarefas.

    • O “Engenheiro Copel” trocou de pseudônimo, agora é
      “Copeliano Desocupado”.
      Inútil e medíocre comissionado: talvez você nem
      viva esses 13 anos para se aposentar, e a sua
      viúva é quem desfrutará da pensão que você pagou,
      na companhia prazerosa do ilustre Bernardão.
      Como você não gosta de “fazer força” no trabalho,
      também não deve gostar de fazer em casa.
      Mas, sempre há um homem com garra e gana, que
      supre a sua falha no trabalho, e em casa.
      Faltam 13 anos?
      Seu exame periódico está em dia?
      Brocotóóó…

  12. Se não rouba já é uma grande coisa, voto Fruet de novo .

    • Álvaro…por causa de bobocas como você, temos que aguentar um administrador “banana” que não tem a menor noção de administração. A cidade está estagnada há mais de 3 anos por conta desse prefeitinho fantoche. Quanto a roubar ou não, o fato de não aparecer nada na imprensa, pelo menos por enquanto, não garante que o “banana” não leva nada. Álvaro…não existe político honesto!!!!

  13. o gustavo fruet não é honesto se fosse ele renunciaria , na campanha prometeu muito e nada fez isso é desonestidade com o eleitor.fruet não fala com manifestantes nem quanto estão acorrentados na pmc como o magrão, aumentou a tarifa ficou do lado dos empresários do vusão em sabotar a cpi do busão, fecha berçários, distribui cargos comissionados para ter apoio de políticos e partidos, instala radares para arrecadar usando a via calma como pretexto , guarda municipal sucateada, funcionários da urbs receberam 25% do salário e o fruet mantém o gregório como presidente da urbs, a saúde um caos gente morrendo nas upas, enfim ser honesto é obrigação de qualquer pessoa e como prefeito vir com esse argumento é muito muito fraco e hipócrita

  14. Honestidade kkkkkkkkkkkk
    Pedalou com o dinheiro do IPMC, meteu a mão em mais de 80 milhões da previdência dos servidores de Curitiba.

    Nem essa vai emplacar.

    Pior prefeito que nossa capital ja teve, administração pífia.