Trabalhadores ligados à UGT atropelam consórcio tucano e aprovam apoio a Dilma Rousseff

Para os trabalhadores da UGT, a presidente Dilma Rousseff cometeu vários erros inclusive contra a classe laboral, mas, em eventual impeachment, a solução Temer, Aécio e Cunha representa atraso para o conjunto dos trabalhadores e trabalhadoras brasileiros; na eleição de 2014, central apoiou tucanos Beto Richa e Aécio Neves, candidatos ao governo do Paraná e Presidência da República, respectivamente.

Para os trabalhadores da UGT, a presidente Dilma Rousseff cometeu vários erros inclusive contra a classe laboral, mas, em eventual impeachment, a solução Temer, Aécio e Cunha representa atraso para o conjunto dos trabalhadores e trabalhadoras brasileiros; na eleição de 2014, central apoiou tucanos Beto Richa e Aécio Neves, candidatos ao governo do Paraná e Presidência da República, respectivamente.

A União Geral dos Trabalhadores (UGT), seção Paraná, aprovou nesta quarta-feira (9), no final de uma plenária estadual, moção de repúdio à tentativa de golpe contra o mandato da presidente Dilma Rousseff (PT). O Blog do Esmael acompanhou in loco parte da discussão.

A entidade que é braço político do PSD e do PSDB no meio sindical “atucanou” a decisão afirmando ser uma “moção de repúdio contra a tentativa de desrespeito à Constituição Federal”, no entanto, mostrou que a é mal vista pelos trabalhadores a manobra do trio Aécio Neves (PSDB), Eduardo Cunha (PMDB) e Michel Temer (PMDB).

A UGT reuniu ontem e hoje 300 lideranças sindicais de todo o estado em Guaratuba, litoral, onde debateram pautas relativas à luta dos trabalhadores, dentre as quais a necessidade de barrar “a tentativa de golpe por parte da elite e da mídia que recebe bilhões do dinheiro público”.

Para os trabalhadores, a presidente Dilma cometeu vários erros inclusive contra a classe laboral, mas, em eventual impeachment, a solução Temer, Aécio e Cunha representa atraso ao conjunto dos trabalhadores e trabalhadoras brasileiros.

A UGT aproveitou o momento para lançar a proposta de uma ampla reforma política, pois, segundo o presidente da central, Paulo Rossi, a crise atual é uma prova indiscutível de que o nosso sistema atual está falido.

12 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. I just want to mention I am new to blogging and site-building and seriously liked this web page. Likely I’m going to bookmark your website . You certainly have perfect articles. Bless you for sharing your web page.

  2. I just want to mention I am new to blogging and site-building and absolutely savored your blog site. Probably I’m likely to bookmark your website . You amazingly have remarkable article content. Thanks for sharing with us your web-site.

  3. SUPER MEGA KIT COMPLETO WHATSAPP MARKETING DIVULGAÇÃO EM MASSA

    SITE: http://bit.ly/1QgntWx

    Skype: Power-Tecnology

    Telegram: PowerEmails

  4. Caro TRABALHADOR me responda com toda sinceridade: “Vc realmente acredita que apoiar o governo Dilma e o PT é sinal de consciência e inteligência?¨ kkk

  5. O que se busca nesse país com esse golpe institucional e jogar por terra toda legitimidade que o cidadão tem de poder escolher seus representantes. Intolerável, inadmissível!! Essa elite branca fede!!!

  6. Agora só falta o “Gerardo” vir conosco pros vermeinhos. Fora FHC!

  7. Acreditar em sindicalista?
    Se eles não fizessem banze a seus favores não diria, poi no minimo deveriam sair a favor de Dilma, sendo que ela é da mesma laia.

  8. Então o paulo rossi e companhia resolveram aderir a foice e ao martelo? É isso?

  9. Isso so prova que a ugt esta com medo ou ja foi comprada….o povo nao aguenta mais…fora pt, e kem vier se nao atender o povo vai passear tbem

  10. Poxa, se até a UGT – central tucana é contra o golpe, isso me deixa mais tranquilo que o Temer não vai ter sucesso.

  11. He,he! Uma consulta às bases sempre é bom para colocar as coisas nos devidos trilhos, não é mesmo pelegada?