Richa tende descer do muro para apoiar impeachment de Dilma

Governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), por enquanto está em cima do muro, mas tende apoiar o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT); em sua coluna semanal no Blog do Esmael, senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), denunciou as “pedaladas” do tucano; “ele efetivamente atentou contra a Lei de Responsabilidade Fiscal, alterando a meta fiscal do Orçamento de 2014 depois de encerrado o ano, em abril de 2015. Isso sim foi uma pedalada, isso sim é crime. O que fará o PSDB?!”, questionou a petista. (Foto de Beto Richa pedalando: Gisele Pimenta).

Governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), por enquanto está em cima do muro, mas tende apoiar o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT); em sua coluna semanal no Blog do Esmael, senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), denunciou as “pedaladas” do tucano; “ele efetivamente atentou contra a Lei de Responsabilidade Fiscal, alterando a meta fiscal do Orçamento de 2014 depois de encerrado o ano, em abril de 2015. Isso sim foi uma pedalada, isso sim é crime. O que fará o PSDB?!”, questionou a petista. (Foto de Beto Richa pedalando: Gisele Pimenta).

O governador Beto Richa (PSDB), do Paraná, é o único entre os 27 do país a ficar em cima do muro acerca do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT).

No entanto, caso o processo avance na Câmara, o tucano tende apoiar o afastamento da petista. O governador paranaense deverá seguir a orientação do senador Aécio Neves (PSDB-MG), um dos dos líderes do golpe em marcha.

Beto Richa não assume abertamente sua posição pró-impeachment porque a situação dele, do ponto de vista legal, é infinitamente pior que a de Dilma.

A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), em sua coluna no Blog do Esmael, nesta segunda-feira (7), denunciou o governador Beto Richa: “efetivamente atentou contra a Lei de Responsabilidade Fiscal, alterando a meta fiscal do Orçamento de 2014 depois de encerrado o ano, em abril de 2015. Isso sim foi uma pedalada, isso sim é crime”.

A senadora recordou ainda que, além de alta desaprovação popular, tem denúncia de corrupção no governo de Beto Richa, que teve mais de 80 servidores presos, inclusive seu primo.

7 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Rixa bem que poderia sair pedalando, pedalando,
    pedalando, Paraguai afora, Chile… e se perder.

  2. Que muro que nada! Richa e Aécio são unha e carne. Richa é antipetista até debaixo d’água. Os dois são golpistas de primeira hora.

  3. Concordo.

    O Povo está a favor da administração SEM CORRUPÇÃO!!!

    QUEM PARA AS CONTAS DE TODAS ESSAS DESPESAS?

    O POVO,

    QUEM NÃO VE A HORA DE MUDANÇAS URGENTES!

    REFORMAS TRIBUTÁRIAS, POLÍTICAS, E OUTRAS.

  4. O Richa deveria apoiar o Petraglia.Eles são do mesmo time, literalmente.

  5. Não é questão de ser contra PT ou a favor do PSDB ….. mas sim à favor da moralidade, do bom préstimos de serviços em favor da comunidade, da democracia, do Brasil.
    Não há como se analisa dissociadamente a mazela a que foi as gestões do PSDB, quando em uma crise muito mais grave que está que agora atravessamos, levaram à venda todos os ativos disponíveis da União através de privatizações de uma sem numero de empresas, e a aplicação da cpmf para engordar o caixa durante o governo FHC ….. hoje não há mais empresas à venda que interessem ao mercado, exceção à Petrobras.
    Lembremos também do hoje senador Aécio Neves e sua Cidade Administrativa do Estado de Minas Gerais qdo governador, são atitudes desmedidas sem algum propósito, só que infelizmente passa-se ao largo e não há interesse na divulgação .

  6. E agora??? Se houver impeachment da presidente, deverá haver também de Beto Richa!! Caso contrário ficará configurado o golpe!!!

    Aí golpe por golpe…