Palácio Iguaçu vê empate técnico ‘dentro da margem de erro’ na disputa pela Prefeitura de Curitiba

De fato há empate técnico dentro da margem de erro quando o cenário é de confronto direito, isto é, no segundo turno, conforme as simulações da Paraná Pesquisas: Fruet 41,6% x 37,1% Greca; Fruet 42,1 x 35,9% Ducci; e Fruet 41,9% x 37,3% Requião Filho; "As únicas duas coisas sólidas [nas sondagens da Paraná Pesquisas e do Ibope] são a posição de Requião Filho e o crescimento de Greca em cima do eleitor coração curitibano", analisou o marqueteiro Marcelo Cattani, ex-secretário da Comunicação Social de Beto Richa.

De fato há empate técnico dentro da margem de erro quando o cenário é de confronto direito no segundo turno, conforme as simulações da Paraná Pesquisas: Fruet 41,6% x 37,1% Greca; Fruet 42,1 x 35,9% Ducci; e Fruet 41,9% x 37,3% Requião Filho; “As únicas duas coisas sólidas [nas sondagens da Paraná Pesquisas e do Ibope] são a posição de Requião Filho e o crescimento de Greca em cima do eleitor coração curitibano”, analisou o marqueteiro Marcelo Cattani, ex-secretário da Comunicação Social de Beto Richa.

O ex-secretário de Comunicação Social do Governo do Paraná, Marcelo Cattani, principal marqueteiro dos tucanos e assemelhados, nesta segunda-feira (28), enxergou empate técnico ‘dentro da margem de erro’ na pesquisa divulgada para a Prefeitura de Curitiba.

Segundo o instituto Paraná Pesquisas, Ratinho Júnior (PSC) lidera a corrida 20,9% das intenções de voto. O prefeito Gustavo Fruet (PDT), em segundo lugar, tem 17,9%. O ex-prefeito Rafael Greca (PMN) está na terceira colocação com 11,2%. O deputado Requião Filho (PMDB) aparece na quarta posição com 10,8%.

O deputado Luciano Ducci (PSB), também ex-prefeito, aparece em quinto lugar com 8,4%. Os deputados têm os seguintes índices: Ney Leprevost (PSD), 5,5%, Fernando Francischini (SD), 4,8%, e Tadeu Veneri (PT), 4,3%.

A Paraná Pesquisas entrevistou 912 eleitores curitibanos entre os dias 18 e 20 de dezembro. A margem de erro é de 3,5%.

“As duas sondagens — Ibope e Paraná Pesquisas — estão dentro da margem de erro. Ambas são ruins para o Gustavo, que é favorito, mas, ao final de três anos, é o pior avaliado da história recente”, analisou o alquimista palaciano.

Para Cattani, Fruet foi até agora protegido pela RPCTV (Globo), tutelado pelo blog Gazeta do Povo, e ignorado pelo resto da velha mídia. “Será que os próximos seis meses continuarão assim, mel na chupeta para o prefeito?”, questiona.

O ex-secretário de Comunicação completou o raciocínio: “Beto Richa teve contra a RPC, Luciano Ducci teve no seu encalço a Rede Massa”, comparou.

De fato há empate técnico dentro da margem de erro quando o cenário é de confronto direito no segundo turno, conforme as simulações da Paraná Pesquisas: Fruet 41,6% x 37,1% Greca; Fruet 42,1 x 35,9% Ducci; e Fruet 41,9% x 37,3% Requião Filho.

“As únicas duas coisas sólidas [nas sondagens da Paraná Pesquisas e do Ibope] são a posição de Requião Filho e o crescimento de Greca em cima do eleitor coração curitibano”, finalizou Marcelo Cattani.

A seguir leia a íntegra do relatório da Paraná Pesquisas:

5 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Marcelo Cattani foi demitido pelo Beto Richa por incompetência. Tentou entrar na prefeitura depois disso e saiu corrido de lá. Nas reuniões do Palácio Iguaçu, nas entrevistas para jornais e nos encontros no interior, Richa repetia que a comunicação do governo não funcionava. Nas entrelinhas, dizia que era uma merda. Admiro você, Esmael, publicar um comentário sobre a pesquisa de quem conseguiu jogar a imagem do Beto Richa no fundo do poço. Esse cidadão não é referência pra ninguém.

  2. Como o eleitor gosta de votar em filhos, chega de filhos!!!!! Richinha filho do Richa, Fruetinho filho do Fruet, Requiãozinho filho do Requiaozão, Ratinho Jr (pequenino) filho do Ratinho Grandão. Nenhum sabe o que é construir algo sem pai influente. Precisamos pensar no melhor para Curitiba, quem conhece a Cidade e seus problemas. Depois alguns idiotas falam que os nordestinos não sabem votar.

  3. Requião Filho, com certeza terá meu votos, de minha família e de amigos. Não entendo essas pesquisas, parecem encomendadas para apontar aquele que o eleitor distraído deve votar. Saber que 20% de Curitibanos vão votar nessa excrecência chamado rato me dá enjôo. Quem são esses alienados e bobocas? Alguém me ajude a entender o hospício chamado Paraná.

  4. Ainda falta nove meses para as eleições municipais, o tempo de uma gestação humana, que se todos souberem votar, quem a gente acerte desta fez um pouco, e não dará o nascimento a mais uma aberração política do Paraná. Neste caso pelo percentual da pesquisa o Ratinho Junior. Que os curitibanos sejam de fato curitibanos e não curitibocas como vem aparecendo ultimamente.

  5. Politica e Políticos, palavras asquerosas.