Oposição soma 76% na disputa pela sucessão de Richa, diz Paraná Pesquisas

Na manhã de hoje, o Blog do Esmael anotou que o governador Beto Richa vai terminar ano de 2015 com a popularidade na “boca do jacaré”. Ou seja, a julgarmos pelos números do instituto de pesquisa, os tucanos entrarão em contagem regressiva para limpar as gavetas do Palácio Iguaçu. Portanto, a partir de 2016, nem cafezinho será servido quente como dantes.

Na manhã de hoje, o Blog do Esmael anotou que o governador Beto Richa vai terminar ano de 2015 com a popularidade na “boca do jacaré”. Ou seja, a julgarmos pelos números do instituto de pesquisa, os tucanos entrarão em contagem regressiva para limpar as gavetas do Palácio Iguaçu. Portanto, a partir de 2016, nem cafezinho será servido quente como dantes.

Se as eleições de 2018 fossem hoje a oposição somaria junta 76% dos votos válidos. É o que diz levantamento divulgado nesta segunda-feira (21) pelo instituto Paraná Pesquisas sobre a disputa pela sucessão do governador Beto Richa (PSDB).

De acordo com os números, os senadores Alvaro Dias (PSDB) e Roberto Requião (PMDB) lideram a corrida pelo governo do Paraná. O tucano, com ligeira vantagem, tem 33,9% das intenções de voto, ante 26,7% do peemedebista.

O secretário do Desenvolvimento Urbano, Ratinho Júnior (PSC), aparece em terceiro lugar com 16,9%, seguido da senadora Gleisi Hoffmann (PT), com 4,3%. A vice-governadora Cida Borghetti (PROS) surge em último com 2,8%.

No cenário em que o candidato ao governo é o vice-presidente do Banco do Brasil, ex-senador Osmar Dias (PDT), a Paraná Pesquisas diz que o resultado nas urnas seria este: Requião (29,8%), Osmar (26,8%), Ratinho (19%), Gleisi (4,3%) e Cida (3,4%). Nesse cenário, a vantagem da oposição, somada, cairia para 72% dos votos válidos.

Na manhã de hoje, o Blog do Esmael anotou que o governador Beto Richa vai terminar ano de 2015 com a popularidade na “boca do jacaré”. Ou seja, a julgarmos pelos números do instituto de pesquisa, os tucanos entrarão em contagem regressiva para limpar as gavetas do Palácio Iguaçu.

A Paraná Pesquisas entrevistou 1.520 eleitores em 60 municípios do Paraná entre os dias 10 e 14 de dezembro. A margem de erro é de 2,5 pontos porcentuais.

Comentários encerrados.