Movimento por Moradia de Curitiba organiza mobilização sábado contra golpe na democracia

mpm

O Movimento Popular por Moradia (MPM) promete reunir centenas de trabalhadores sem-teto, neste sábado (12), em Curitiba, durante assembleia de mobilização contra o impeachment da presidenta Dilma Rousseff (PT).

A manifestação de sábado terá concentração às 10 horas na Ocupação Nova Primavera, no bairro Cidade Industrial de Curitiba (CIC).

É a segunda vez que o grupo se mobiliza na região Sul da capital paranaense. No dia 8 de novembro, foi realizada uma marcha pelo Bairro Sabará com a participação de centenas de pessoas pedindo a saída do presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Para coordenador do MPM, Fernando Marcelino, o processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff no Congresso é uma tentativa de golpe, pois trata-se de impedir um governo legitimamente eleito.

“Dilma está sendo acusada de “pedaladas fiscais” por adiantar os recursos especialmente do Minha Casa Minha Vida. Para nós isso é um absurdo, um teatro feito para tentar livrar Cunha e outros comparsas do PMDB da Lava Jato.” Acrescentou Marcelino.

Esta manifestação é parte das mobilizações que ocorrem em todo o país contra o impeachment. O MPM acredita que somente a luta e a mobilização de amplos setores sociais pode pressionar a Câmara de Deputados para que rejeite o impeachment. Dia 16 e 18 o MPM também estará presente em novos atos dos movimentos sociais contra o golpe.

 

Comentários encerrados.