Mensalão tucano rende 20 anos de prisão a Eduardo Azeredo

da Agência Brasil

Charge de Aroeira.

Charge de Aroeira.

A Justiça condenou o ex-senador Eduardo Azeredo (PSDB) a 20 anos e 10 meses de prisão pelos crimes de peculato e lavagem de dinheiro. A sentença foi dada em primeira instância, hoje (16), pela juíza da 9ª Vara Criminal de Belo Horizonte, Melissa Pinheiro Costa Lage.

Azeredo foi condenado por crimes cometidos durante a campanha eleitoral pela sua reeleição ao governo de Minas Gerais, em 1998. Eduardo Azeredo foi condenado por sete crimes de peculato, ou seja, desvio de bens praticados contra a administração pública por servidor público, e seis crimes de lavagem de dinheiro. Foi também foi condenado ao pagamento de 1.904 dias-multa, cujo valor foi fixado em um salário mínimo vigente em 1998.

Pela sentença, a prisão será inicialmente em regime fechado. Ele ainda poderá recorrer da decisão. O processo contra Azeredo estava sob análise do Supremo Tribunal Federal (STF) até março do ano passado, quando a Corte decidiu que a Ação Penal 536, conhecido como o processo do mensalão mineiro, seria julgada pela Justiça de Minas Gerais.

Eduardo Azeredo renunciou ao mandato parlamentar em fevereiro do ano passado, após o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, apresentar as alegações finais no processo, última fase antes do julgamento, pedindo a condenação do ex-deputado a 22 anos de prisão.

Nas alegações finais, o procurador-geral disse que Azeredo atuou como “um maestro” no esquema, desviando recursos públicos em benefício próprio para financiar a campanha política. Janot ressaltou que a prática dos crimes só foi possível por meio de um esquema criminoso montado pelo publicitário Marcos Valério, condenado na Ação Penal 470, o processo do mensalão.

No documento enviado ao STF, Janot detalha como funcionava o esquema de desvios. Segundo ele, o então governador Eduardo Azeredo autorizava três empresas estatais – as companhias de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) e Mineradora de Minas Gerais (Camig) e o Banco do Estado de Minas Gerais (Bemge) – a liberar o pagamento de patrocínios de R$ 3,5 milhões, em valores da época, para três eventos esportivos de motocross. A partir daí, o dinheiro passava pela agência de publicidade de Valério, por contas de empréstimos fraudulentos feitos no Banco Rural, e chegava à campanha do candidato.

11 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. I just want to say I’m newbie to blogging and definitely loved this web site. More than likely I’m planning to bookmark your website . You certainly have exceptional articles and reviews. Thanks a lot for sharing with us your blog.

  2. Apesar de poder recorrer em liberdade e que seu crime no MENSALÃO DO PSDB tenha sido praticado em 1998, portanto muito anterior ao do PT, é bom ver justiça mesmo QUE atrasada e que por ser ASSIM, seja também uma forma de injustiça – CHAMA ATENÇÃO a magistrada ao destacar que Azeredo fez parte de uma “ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA COMPLEXA, com divisão de tarefas aprofundada, de forma metódica e DURADOURA”. Organizações deste tipo precisam ser constantemente combatidas porque funcionam como um CÂNCER dentro do PODER POLÍTICO e apenas uma célula – NO CASO UM SER HUMANO, ao migrar do nódulo inicial – provoca metástases à distancia, disseminadoras do cancro social inicial, por todo o sistema político nacional com altíssimos custos, vitais, para todos nós.

  3. Que tal o pessoal que gosta de usar o boneco inflável com roupa de presidiário nas manifestações colocar a foto desse Tucano no boneco? Seria bem mais coerente do que a fantasia/sonho/utopia/devaneio/sandice deles de ver alguém que sequer foi indiciado.

  4. Aprendam como fazer Petralhas. Estão vendo alguma manifestação do tipo “Azeredo, guerreiro do povo brasileiro! Não vai ter golpe!”? Não né? Então deixem de defender politico LADRÃO, independentemente de partido…..

  5. A coisa nesse país vai longe…..

    Precisamos eleger gente para gerenciar nossos bens
    (publicos) com muitooooo critério!!

    Pesquisar e saber da vida das pessoas quem são, e o que fazem.

    Os honestos devem ter nossos votos, esses outros….que querem abduzir nossos impostos
    NÃO! NUNCA MAIS!!!

    Vamos ensinar os nossos filhos e parentes, quem são os do bem e os do mal!!

    Temos que ter em mente que é nossa vida que está em jogo, todos os dias, então é importante informamos os que ainda não tem conhecimento dessa imensa corrupção que assola nosso pais, estado e outros.

    E temos sofrido muito, por anos e anos!

  6. Não interessa ao brasileiro se o colarinho branco é de uma ave – que voa, ou de um cetáceo que rasteja, o caranguejo.
    A cadeia não tem equipamento para distinção entre malaco do morro e malaco da orla ou da bela Belo Horizonte. E não tem porta dos fundos. É entrada para cumprir e saída quando do término.
    Que se encham de tucanos, caranguejos, pepistas e assemelhados.

  7. todo dinheiro roubado,e agora temos que arcar com os custo da sua condenação,justiça vergonha,tão querendo enganar quem.

  8. Graças a Deus! Agora muito petista que vivia reclamando que o povo do PSDB não era preso, vai poder mudar de opinião e apoiar a prisão de petistas corruptos também!! É isso aí gente, vamos botar na cadeia os corruptos de todos partidos. Tem que prender o vagabundaço do Cunha, quem gora recebeu outros 52.000.000 da Carioca Engenharia. Quanto esse cara roubou, se um negócio rendeu essa grana? Quanto custou a eleição para presidência da câmara? Esse cara deve ter mais de 500 milhões…os colegas de partido, tipo Requião, nunca desconfiaram do padrão de vida desse malaco???? É um circo, com a conivência dos demais, há uma ética entre essa gente.

  9. uuuuhhhhhuuuuuu primeira ave de fina plumagem presa uuuuhhhhuuuu!!!!! temporada de caça aos tucanos!!!

  10. o irmão da vice governadora juliano borguete também recebia mensalão de 15 mil da empreiteira valor para fazer o meio campo da propina.

  11. O povo brasileiro fica muito satisfeito com essa condenação, mais um político bandido sendo condenado…

    Pena que é em 1ª instância e tem os juízes do supremo para passar a mão na cabeça do canalha..