Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

Maduro reconhece derrota eleitoral e conclama venezuelanos para barrar contrarrevolução

maduro_eleicaoO presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, reconheceu os resultados parlamentares nesta segunda-feira (7), anunciados pelo Conselho Nacional Eleitoral (CNE), em que a oposição obteve 99 cadeiras na Assembleia Nacional (AN).

“Nós, vendo estes resultados, nós vimos com a nossa moral, nossa ética, esses resultados adversos, a dizer a Venezuela que a democracia triunfou”, disse Maduro. Ele chamou o povo a fazer história e para enfrentar esta nova batalha.

Com 74,25% de participação e uma apuração de 96,03% dos votos, o chefe da CNE anunciou que a autodenominada Mesa da Unidade Democrática (MUD), ganhou 99 assentos, enquanto Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV) conquistou 46. No entanto, ainda falta apurar um total de 22 deputados (17 deputados nominais, 2 da lista e 3 índios).

“A guerra econômica triunfou circunstancialmente, por enquanto”, disse Maduro em referência à estratégia da oposição para desestabilizar o país.

“Nosso reconhecimento dos resultados estava garantido. Sabíamos que estávamos nadando contra a maré”.

Nicolas Maduro chamou aqueles que votaram em setores que se opõem ao trabalho a uma reflexão. “Chegou a hora de parar a guerra econômica”.

As informações são da Telesur.

Comentários desativados.