Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

Japonês “bonzinho” da PF é produto de marketing tucano para ocultar crime

Japonês “bonzinho” da Federal é mais uma criação de marketing da criminosa “Tenda Digital”, que é operada no submundo da internet pelo tucano Sérgio Kobayashi – um ex-deputado federal pelo PSDB de São Paulo que veio parar no Paraná a convite do lobista Luiz Abi Antoun, primo de Richa, que puxou cana por fraude em licitação e cobrança de propina na Receita Estadual no governo do Paraná; agente da PF Newton Ishii, o japonês “bonzinho”, flagrado recentemente pelos grampos, é apontado como vendedor de informações sigilosas da Lava Jato às revistas, jornais e TVs; Se a PF tem como o princípio a impessoalidade, como ela admite que tucanos assessorem seus agentes?

Japonês “bonzinho” da Federal é mais uma criação de marketing da criminosa “Tenda Digital”, que é operada no submundo da internet pelo tucano Sérgio Kobayashi – um ex-deputado federal pelo PSDB de São Paulo que veio parar no Paraná a convite do lobista Luiz Abi Antoun, primo de Richa, que puxou cana por fraude em licitação e cobrança de propina na Receita Estadual no governo do Paraná; agente da PF Newton Ishii, o japonês “bonzinho”, flagrado recentemente pelos grampos, é apontado como vendedor de informações sigilosas da Lava Jato às revistas, jornais e TVs; Se a PF tem como o princípio a impessoalidade, como ela admite que tucanos assessorem seus agentes?

O agente da PF Newton Ishii, também conhecido como japonês “bonzinho”, flagrado recentemente pelos grampos, é apontado como vendedor de informações sigilosas da Lava Jato às revistas, jornais e TVs.

Até o mais tonto dos profissionais de imprensa sabe que não existe “mídia espontânea” de tal monta, com direito à marchinha de carnaval e glamorização de quem cometeu suposto crime. Tem método, planejamento e execução o marketing do japonês “bonzinho”.

Pois bem, o japonês “bonzinho” da PF é amigo de outro japonês “bonzinho”, Sérgio Kobayashi, que coordena a “Tenda Digital”, um grupo de cibercomissionados pagos pelo erário, a partir da TV Educativa do Paraná — a e-Paraná.

Kobayashi é o japonês “bonzinho” do governador Beto Richa (PSDB), que dissemina mentiras e difamações contra adversários políticos nas redes sociais — tudo com dinheiro do contribuinte. A “Tenda Digital” já foi objeto de discussão na CPI de Crimes Cibernéticos da Câmara Federal.

Nas eleições de 2014, o grupo criminoso comandado pelo japonês “bonzinho” de Richa agiu pesadamente contra os senadores Gleisi Hoffmann (PT) e Roberto Requião, no Paraná, e contra a presidente Dilma Rousseff (PT), em todo o país.

Dito isto, o japonês “bonzinho” da Federal é mais uma criação de marketing da criminosa “Tenda Digital”, que é operada no submundo da internet pelo tucano Sérgio Kobayashi – um ex-deputado federal pelo PSDB de São Paulo que veio parar no Paraná a convite do lobista Luiz Abi Antoun, primo de Richa, que puxou cana por fraude em licitação e cobrança de propina na Receita Estadual no governo do Paraná.

Se a PF tem como o princípio a impessoalidade, como ela admite que tucanos assessorem seus agentes?

Abaixo, veja o vídeo do japonês “bonzinho” do PSDB explicando o ativismo digital:

Comentários desativados.