Intelectuais se manifestam contra o golpe e pela cassação de Cunha

via Brasil 247

"Viemos a público repudiar a tentativa de golpe imposta por Eduardo Cunha, por não haver elementos que fundamentem esta atitude, a não ser pelo desespero de quem não consegue explicar o seu comprovado envolvimento com esquemas espúrios de corrupção. Não se trata neste momento de aprovar ou reprovar a administração nem a forma como a Presidenta da República governa, mas defender a legalidade e a legitimidade das instituições do nosso país", diz o manifesto dos artistas e intelectuais em defesa da legaildade. "Por outro lado, defendemos o cumprimento do Regimento da Câmara dos Deputados e da Constituição Federal, ambos instrumentos com fartos elementos que justificam a cassação do mandato de Eduardo Cunha. Caso contrário, toda a classe política e as instituições brasileiras estarão desmoralizadas, por manter no exercício do poder um tirano que utiliza seu cargo de forma irresponsável para manutenção dos seus interesses pessoais"; já assinam o texto nomes como Chico Buarque, Emir Sader, Eric Nepomuceno, Frei Betto, Paulo Betti, Fernando Morais, Chico César e Jorge Mattoso.

“Viemos a público repudiar a tentativa de golpe imposta por Eduardo Cunha, por não haver elementos que fundamentem esta atitude, a não ser pelo desespero de quem não consegue explicar o seu comprovado envolvimento com esquemas espúrios de corrupção. Não se trata neste momento de aprovar ou reprovar a administração nem a forma como a Presidenta da República governa, mas defender a legalidade e a legitimidade das instituições do nosso país”, diz o manifesto dos artistas e intelectuais em defesa da legaildade. “Por outro lado, defendemos o cumprimento do Regimento da Câmara dos Deputados e da Constituição Federal, ambos instrumentos com fartos elementos que justificam a cassação do mandato de Eduardo Cunha. Caso contrário, toda a classe política e as instituições brasileiras estarão desmoralizadas, por manter no exercício do poder um tirano que utiliza seu cargo de forma irresponsável para manutenção dos seus interesses pessoais”; já assinam o texto nomes como Chico Buarque, Emir Sader, Eric Nepomuceno, Frei Betto, Paulo Betti, Fernando Morais, Chico César e Jorge Mattoso.

Está disponível o texto do manifesto de artistas e intelectuais em defesa da democracia e a favor da cassação de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que utiliza o cargo para tentar solapar a democracia. Já assinam o texto nomes como Chico Buarque, Emir Sader, Eric Nepomuceno, Frei Betto, Paulo Betti, Fernando Morais, Chico César e Jorge Mattoso.

Confira a seguir:

Manifesto em defesa das instituições democráticas

O Brasil vive um momento histórico em que a legalidade e as instituições democráticas são testadas, o que exige opinião e atitude firme de todos e todas que têm compromisso com a democracia.

Desde as eleições de 2014, vivemos um grande acirramento político que permeia as mais diversas relações humanas e sociais. Essa situação ganhou novos ingredientes a partir da eleição de Eduardo Cunha para a presidência da Câmara dos Deputados e, de forma especial, após este ser denunciado pelo Ministério Público Federal por seu envolvimento em atos de corrupção, possuindo contas bancárias no exterior e ocultando patrimônio pessoal.

Absolutamente acuado pelas denúncias, pelas fartas provas do seu envolvimento em atos ilícitos e enfrentando manifestações em todo Brasil contra a agenda conservadora e retrógrada do ponto de vista de direitos que lidera, Cunha, que já não tem mais nenhuma legitimidade para presidir a Câmara, decidiu enfrentar o Estado Democrático de Direito. A aceitação de um pedido de impedimento da Presidenta da República no momento em que avança o processo de cassação do deputado é uma atitude revanchista que atenta contra a legalidade e desvia o foco das atenções e das investigações.

Neste sentido, viemos a público repudiar a tentativa de golpe imposta por Eduardo Cunha, por não haver elementos que fundamentem esta atitude, a não ser pelo desespero de quem não consegue explicar o seu comprovado envolvimento com esquemas espúrios de corrupção. Não se trata neste momento de aprovar ou reprovar a administração nem a forma como a Presidenta da República governa, mas defender a legalidade e a legitimidade das instituições do nosso país.

Por outro lado, defendemos o cumprimento do Regimento da Câmara dos Deputados e da Constituição Federal, ambos instrumentos com fartos elementos que justificam a cassação do mandato de Eduardo Cunha. Caso contrário, toda a classe política e as instituições brasileiras estarão desmoralizadas, por manter no exercício do poder um tirano que utiliza seu cargo de forma irresponsável para manutenção dos seus interesses pessoais. Apelamos às e aos parlamentares, ao Ministério Público e ao Supremo Tribunal Federal, autoridades cuidadoras da sanidade da política e da salvaguarda da ordem democrática num Estado de Direito, sem a qual mergulharíamos num caos com consequências políticas imprevisíveis. O Brasil clama pela atuação corajosa e decidida de Vossas Excelências.

Não aceitamos rompimento democrático! Não aceitamos o golpe! Não aceitamos Cunha na presidência da Câmara dos Deputados!

17 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Eu tenho uma grande curiosidade, por que essa coxinhada vem ler esse blog? E fazer esses comentários toscos? Sério, vão ler a Veja e comentar no G1, aqui fica rídiculo essas baboseiras que vocês escrevem, o pessoal da esquerda tem conhecimento, não vão mudar suas concepções com essas pérolas de vocês. Eu não tenho interesse nenhum em ler blogs de direita e nem vou comentar lá, então se sumam daqui kkkkkkkk

    • Cara OBSERVADORA, quanto á sua indagação, primeiro que não sou coxinha, porém também não militonto, sou sim um cidadão consciente que procura se informar, debater e escolher o político “menos ruim”, já que como deve saber não temos bons. Quanto a mim vir aqui debater, ocorre que os dilmistas simplesmente sumiram do face, e não querem ser lembrados que foram enganados, digo, eleitores da Dilma, daí a necessidade de vir aqui debater, mas vc quer debater apenas com petistas querida, mais aí não é debate! kkkk

  2. Alguém, além dos petistas e do Brasil 247, considera estes caras intelectuais?? Frise-se aliás, que muitos são militantes petistas há décadas. O que esperar então? Que eles iriam endossar o “golpe”?

  3. Comentário imparcial, altamente didático e esclarecedor caro FLÁVIUS, pois, é justamente isso que está acontecendo, parabéns!

  4. Oq me causa curiosidade em toda essa situação é saber quanto $$$$ cada um desses “intelectuais” está recebendo,ou receberá pra defender uma presidente que está comprometendo todos os avanços obtidos á duras penas, desde o processo de redemocratização e levando o nosso país á ruína, com sua notável incompetência!

  5. Que isso Esmael chamar essa turma de Pinguçus e maconheiros de intelectuais´é brincadeira cambada de analfabetos .

  6. INTELECTUAIS, NEM AQUI E EM QUALQUER OUTRO LUGAR DO MUNDO QUEM DEFENDE UMA BANDIDA DESTA É PILANTRA.

  7. Vamos colocar as coisas nos devidos lugares: 1)Cunha não “pediu” o impeachment; 2)Como Presidente da Câmara ele apenas deu sequência ao pedido, o que é sua obrigação regimental; 3)Impeachment é instrumento Constitucional sim; 4)Golpe é querer se perpetuar no poder corrompendo, roubando as instituições e o povo, mentindo; 4) A hora do Cunha também vai chegar; 5) A hora do Pezão, do Lula, do Mamona Bolivariano… Os índigos estão ai, chegaram para colocar definitivamente as coisas em seus lugares; os índigos são essa moçada como o juiz Sergio Moro, o procurador Deltan Dallagnol, os meninos da Polícia Federal…

  8. Intelectuais corajosos!!! têm meu apoio!!!

  9. Está na cara que o Cunha não presta; mas agora essa esquerdopata de intelec-comunistas não me representa é a escória intelectual do Brasil, Vão para Cuba e não voltem…

  10. Cada um tem o direito de se manifestar, mas apoiar Cunha! Aí eu acho que tem que rever seus conceitos de integridade, moral e ética. Pois é complicado para quem tem este conceitos de vida aceitar que o Cunha seja o baloarte da salvação brasileira. Um político que foi denunciado por condutas ilícitas e desvio de recursos públicos. E tem gente que acha o cara o bicho da goiaba o Superman brasileiro. Eu acho é um tremendo trambiqueiro que está usando a situação para desviar o foco de seu impeachment e deixar todos os holofotes contra a Presidente, e para esclarecer a todos, eu não apoio ninguém nem Cunha e nem a Presidente se caso ela seja responsável por algum ilícito como o Cunha, pois até o momento nem o Juiz Moro afirma que ela é responsável pela roubalheira na Petrobras. Se aparecer provas que a incriminem, ela também terá que responder, no momento só tem contra o Cunha que está tentando criar uma cortina de fumaça para escapar da cassação.

  11. Provavelmente você deve ter conta na Suíça igual ao Cunha, ou ele te pagou para acreditar no que escreveu.

    • kkkkkk não tenho conta na suíça não, quem me dera… mas se tivesse, certamente estaria declarada no meu IR… O comentário do Flávius com certeza merece aplausos, é exatamente neste sentido que me referia ao Cunha, ele apenas deu sequência ao pedido de impeachment por ser sua obrigação regimental no papel de Presidente da Casa… por menos moral que ele tenha (devido a suas denúncias), ele é o Presidente da Câmara e ponto. Fez sim um favor ao povo Brasileiro criando a possibilidade de por fim a essa bagunça generalizada que a PTzada fez no Brasil…

  12. Intelectuais !? kkkkkkkk….kkkkkk

  13. Cunha, por mais espúrio que seja, fez um grande favor ao povo Brasileiro acatando o pedido de impedimento da Presidente da República, dispositivo que, aliás, está previsto na constituição Brasileira, portanto, não é e nunca será golpe.

    • Os guerrilheiros que falam de GOLPE,GUERRA,etc….
      O que se está exigindo é uma “LIMPEZA”…igual a vassoura de Jânio Quadros, o qual não conseguiu….e lembram o que aconteceu com ele…RENUNCIOU….isso foi em 25 de agosto de 1961…..e Dilma vai dar na mesma…quem perde…todo o povo brasileiro..com esse retrocesso político…e a recuperação da crise…que vai perdurar em 2016, 2017….