Ibope/Palácio Iguaçu tenta “escolher”, outra vez, adversário para Ducci

No levantamento disseminado pelo Ibope/Palácio Iguaçu, Requião Filho lidera com 18%, seguido de Ducci, com 16%, e Rafael Greca, com 14%. O prefeito Gustavo Fruet ficaria fora do segundo turno, com 13%, haja vista seu governo amargar reprovação de 69%.

No levantamento disseminado pelo Ibope/Palácio Iguaçu, Requião Filho lidera com 18%, seguido de Ducci, com 16%, e Rafael Greca, com 14%. O prefeito Gustavo Fruet ficaria fora do segundo turno, com 13%, haja vista seu governo amargar reprovação de 69%.

A pesquisa Ibope que tanto alvoroço causou ontem na praça, sobre as eleições municipais de Curitiba, tenta repetir a mesma tática de 2012, quando “escolheu” o deputado Ratinho Junior (PSC) como adversário do então prefeito Luciano Ducci (PSB).

O Ibope não combinou com os “russos”, isto é, os eleitores. Errou porque Ducci não avançou o segundo turno, que foi disputado pelo atual prefeito Gustavo Fruet (PDT) e Ratinho.

Agora, o mesmo Ibope deixou fora do páreo Ratinho, Ney Leprevost (PSD), Maria Victória Barros (PP) e Francischini (SD). Todos eles juram de pés juntos que são candidatos à Prefeitura de Curitiba, mas o principal marqueteiro do governador Beto Richa (PSDB), o ex-secretário de Comunicação Social Marcelo Cattani, os deixou fora da sondagem.

Ocorre que o “luta preta” tenta concentrar as forças da tropa tucana numa candidatura única, no caso de Ducci, para concorrer à cadeira de Fruet. Ou seja, no tabuleiro palaciano, não existem no jogo as “peças” Francischini, Leprevost, Ratinho ou Maria Victória…

A ideia consiste em “estimular” a candidatura do deputado Requião Filho (PMDB). Sem a presença do moço na disputa, muito provavelmente, o prefeito seria reeleito no primeiro turno.

Portanto, o Ibope/Palácio Iguaçu “escolheu” Bob Filho como adversário de Ducci. Porém, uma advertência: falta combinar ainda com os “russos”, isto é, os eleitores.

No levantamento disseminado pelo Ibope/Palácio Iguaçu, Requião Filho lidera com 18%, seguido de Ducci, com 16%, e Rafael Greca, com 14%. O prefeito Gustavo Fruet ficaria fora do segundo turno, com 13%, haja vista seu governo amargar reprovação de 69%.

A sondagem foi realizada entre os dias 12 e 15 de dezembro. Foram entrevistados 602 eleitores na capital paranaense. A margem de erro é de 4%.

Comentários encerrados.