Em Campo Largo, rejeição de Richa pode naufragar reeleição de prefeito aliado, diz Paraná Pesquisas

Puppi_AffonsoSe as eleições municipais fossem hoje, o “peso” do governador Beto Richa, do PSDB, naufragaria a reeleição do prefeito de Campo Largo, Affonso Guimarães, segundo a Paraná Pesquisas.

De acordo com o instituto, um ancora o outro, ou seja, a impopularidade do tucano (73,4%) somada com a do prefeito ex-petista (49,2%) abre uma avenida para a oposição.

O ex-vereador Marcelo Puppi, do DEM, lidera a corrida campolarguense com 29,3% das intenções de voto, seguido do prefeito Affonso que tem 25,6%.

A desaprovação de Beto Richa é de 73,4% no município, acima da média estadual.

A premissa de que o governador do PSDB será um “peso” para os aliados nas eleições de 2016, além de Campo Largo, vale para todos os demais 398 municípios paranaenses.

Campo Largo fica a 30 km de Curitiba, na região metropolitana, e tem 120 mil habitantes.

A seguir, a leia a íntegra do relatório da Paraná Pesquisas:

http://www.esmaelmorais.com.br/wp-content/uploads/2015/12/campo_largo_PRpesquisas.pdf

 

Comentários encerrados.