Conselho de Ética põe Eduardo Cunha no ‘bico do corvo’ ao abrir processo de cassação

da Agência do Brasil

cunha_corvo

Conselho de Ética vota pela continuidade de ação contra Cunha

Por 11 votos a 9, o Conselho de Ética da Câmara votou a favor do parecer do deputado Marcos Rogério (PDT-RO), que mantém a admissibilidade da representação contra o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), por quebra de decoro parlamentar.  A decisão dá continuidade às investigações sobre o presidente da Câmara. Cunha é acusado dos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro e por ter prestado falso testemunho quando depôs na CPI da Petrobras negando ter contas secretas no exterior.

Cunha será notificado e terá 10 dias para apresentar defesa por escrito.

Minutos antes da votação, os deputados chegaram a tentar acordos para adiar a sessão pela oitava vez. Os parlamentares queriam evitar novas estratégias para atrasar o andamento da representação protocolada há mais de 60 dias e também evitar a judicialização do processo.

Pedido de vista

Antes, o Conselho de Ética decidiu, por 11 votos a 9, rejeitar pedidos de vista ao parecer apresentado pelo novo relator do caso, Marcos Rogério (PDT-RO). Segundo alguns deputados do conselho, “a ordem veio de lá” da defesa de Cunha que agora quer concentrar esforços para responder as acusações na Justiça.

Em uma sessão um pouco mais tranquila do que a da última semana, deputados do Conselho de Ética decidiram, sob divergências, não aceitar o pedido de vista que tinha sido apresentado pelo deputado Genecias Noronha (SD-CE) que poderia adiar, pela oitava vez, a votação do relatório favorável ao seguimento das investigações sobre Eduardo Cunha no colegiado. A decisão foi questionada por aliados do peemedebista.

O deputado Carlos Marun (PMDB-MS) disse que, como o Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu acatar a decisão de afastar o relator anterior do processo, Fausto Pinato (PRB-SP), sobre alegação de que o parlamentar é de partido da base de Cunha o que regimentalmente é proibido, a sessão de hoje pode ser anulada. Aliados de Cunha sinalizaram que vão recorrer à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara para anular a decisão do conselho sobre o pedido de vista.

Araújo havia se manifestado contra o pedido do Solidariedade, mas, diante de críticas, Araújo pediu para que o colegiado decidisse por voto. Por 11 a 9, os deputados decidiram não aceitar o pedido de vista e dar sequencia a votação do parecer que vai definir o destino de Cunha.

O deputado Júlio Delgado (PSB-MG) reforçou o discurso do relator do processo, Marcos Rogério (PDT-RO). “Não há nulidade se não houve prejuízo. Não dá para anular o ato porque não teve um prejuizo a ele [Eduardo Cunha]. Se tem uma pessoa que nunca foi prejudicada foi ele”, afirmou. Na mesma linha, o deputado Zé Geraldo (PT-PA) afirmou que qualquer ato tomado pelo Conselho de Ética no processo contra ele, Cunha vai anular.

Marcos Rogério defendeu que se trata do mesmo processo e que o momento é pela admissibilidade do processo. “Somente a instrução probatória poderá permitir que sejam examinados os fatos capaz de assegurar ou não a conduta imputada ao representado”, defendeu.

PSDB

Depois de quase três horas de sessão com ânimos mais controlados, a temperatura chegou a subir, pelo menos uma vez, quando o deputado Nelson Marchezan Junior (PSDB-RS) pediu para que as “tropas de Cunha e Dilma” permitam que o processo contra o presidente da Câmara seja votado com celeridade.

“É vergonhoso a Polícia Federal estar dentro do Senado, da Câmara, enquanto nós, parlamentares, parecemos manter [José] Sarney no Poder, Renan [Calheiros] no Poder. As pessoas nos cobram nas ruas como [Eduardo] Cunha (PMDB-RJ)) continua na presidência da Casa. Como mantemos Dilma [Rousseff] com tanta roubalheira. Eu não estou na mesma lata de lixo que alguns colegas que estão aqui”, atacou provocando gritos e tumultos que rapidamente foram controlados.

No bate boca entre Marchezan e o deputado Léo de Brito (PT-AC) que também usou o termo quadrilha para mencionar a “aliança” do PSDB com Cunha no processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, Zé Geraldo, em tom irônico, anunciou que Cunha daria uma coletiva a tarde para anunciar que renunciaria ao cargo. “Estou fazendo uma análise de conjuntura”, explicou.

Operação Catilinárias

A Polícia Federal cumpriu na manhã de hoje (15) mandado de busca e apreensão na residência oficial de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), em Brasília, e na casa particular dele, no Rio de Janeiro. A ação faz parte de uma nova fase da Operação Lava Jato e foi autorizada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki.

No total, a Polícia Federal cumpre 53 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal (9), em São Paulo (15), no Rio de Janeiro (14), Pará (6), em Pernambuco (4), Alagoas (2), no Ceará (2) e no Rio Grande do Norte (1).

16 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. O CUnha tá no bico co corvo.
    Mas se o corvo comê-lo, vai vomitar com certeza.

  2. Todos nos que escrevemos os nossos comentários aqui sabemos quem é o ladrão.

  3. Um sujeito igual a este, o merecimento seria , a justiça retirar todos os bens que conseguiu na vida politica e colocar ele com os outros políticos ladrão, para contar história na cadeia.
    Justiça nele!

  4. E agora tucanalhas, não vão bate bago nas ruas para defender seu aliado?
    Somos todos Eduardo Cuuuunnhaaa.kkkkkkkkkk

  5. Vergonha um ladrão deste ainda estar de presidente na câmara dos deputado.
    Quem ele representa?
    Ainda tem gente que critica pessoas que por rasão prefere ir embora do Brasil.
    FORA CUNHA!!..

  6. Veja como votaram os deputados do Conselho Ética no caso Eduardo Cunha
    A favor da abertura do processo
    Paulo Azi (DEM-BA)

    Leo de Brito (PT-AC)

    Valmir Prascidelli (PT-SP)

    Zé Geraldo (PT-PA)

    Júlio Delgado (PSB-MG)

    Nelson Marchezan (PSDB-RS)

    Sandro Alex (PPS-PR)

    Marcos Rogério (PPS-RO)

    Rossoni (PSDB-PR)

    Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP)

    Fausto Pinato (PRB-SP)

    A favor do arquivamento imediato do processo
    Cacá Leão (PP-BA)

    Erivelton Santana (PSC-BA)

    Paulo Pereira da Silva (SD-SP)

    Ricardo Barros (PP-PR)

    Washington Reis (PMDB-RJ)

    Manoel Júnior (PMDB-PB)

    Bacelar (PR-BA)

    Vinícius Gurgel (PR-AP)

    Wellington Roberto (PR-PB)
    Envergonhando seus eleitores e os paranaenses Ricardo Barros (PP-PR), conhecido como leitão vesgo votou a favor do arquivamento imediato do processo.

  7. E o Beto Lixo vai morrer abraçado com a quadrilha de Aecio, Cunha, FHC, Temer, Limpinho, Francischini et quadrilha, ou vai salta no navio feito ratazana???????

  8. Se Deus resolver acabar com os políticos Ladrões, Corruptos e desonestos, não vai sobrar nenhum, Brasilia vai fechar as portas será o fim do mundo, no tempo de Jesus tinha 5 partidos políticos 2 a favor e 3 contra ai na votação deu no que deu, crucificaram Jesus, e os Ladrões foram absolvidos e foram felizes para sempre mas em Brasilia não tem jeito é 100% Ladrões. Vota Povo, e se lasca de novo!

  9. Só falta dizer que ele é absolutamente inocente… e que é perseguição política…

  10. Tem gente com o CUnha na mão!
    Perco a amizade, mas não perco a piada.
    É o PT dando o troco no ingrato PMDB.
    Agora, quanto + sangue, + chouriço.
    Quem não entendeu, é só clicar no vínculo abaixo.
    https://pt.wikipedia.org/wiki/Chouri%C3%A7o_de_sangue

  11. o pai da deputada maria Victoria votou contra a cassação do Cunha ! Quem diria em Ricardo barros

  12. SRS DEPUTADOS QUE SÃO ENGANADORES FALCATRUAS CORRUPTOS LADRÕES IGUAIS AO EDUARDO CUNHA, A JUSTIÇA DE DEUS NÃO TARDA NÃO !!! VOCES QUE IGUAL CUNHA FICAM NOS ALTARES PEDEM VOTOS SE ELEGEM E FAZEM AS ESCONDIDAS ” IGUAL CUNHA ” AS ROUBALHEIRAS DO DINHEIRO E DO BEM PUBLICO CONTEM SEUS DIAS!!! DEUS FARA JUSTIÇA EM BREVE COM VOCES UM A UM QUE APOIAM BATER EM PROFESSORES, CORTAR ESCOLAS E LEITE DAS CRINAÇAS E TODA A MALIGNIDADE DA PODRIDÃO DOS GABINETES QUE VOCES SE SENTAM SE ACHANDO PODEROSOS !!
    HA UM UNICO PODEROSO QUE IRA VISIT-A-LOS EM BREVE E FAZER JUSTIÇA DE NÃO SE ARREPENDEREM DO ESTAO FAENDO CONTRA O POVO CARENTE, NECESSITADO QUE REPRESENTA O PRÓPRIO DEUS !!
    E NÃO ADIANTA BOTAR A BIBLIA EMBAIXO DO BRAÇO IGUAL CUNHA, OS PROXIMOS QUE DEUS FARA JUSTIÇA SERÃO VOCES !!
    AINDA HÁ TEMPO DE ARREPENDIMENTO !!FICA O AVISO !!!

  13. Diga-se de passagem, com o voto NÃO do Dep. Federal Ricardo Barros (PP – Partido dos Pilantras) e esposo da Viche-Governadora Aparecida, e do Dep. Federal Sr. Rossoni (PSDBosta).

  14. Estes tipos de políticos não tem respeito com o povo.só querem encher o bolço.o país parou por este causa deste bandido.

  15. E O LEITÃO VESGO VOTOU CONTRA A CONTINUIDADE DO PROCESSO CONTRA CUNHA, ESSA TURMA VIU ….

  16. Só desgaste, e prejuízo pra nação, esse quadrilheiro do CUNHA, ele e todos picaretas que o apoia.