Comentário sexista faz ministra jogar vinho na cara do tucano José Serra

do Brasil 247

Senador tucano entrou na conversa sem ser convidado durante jantar natalino na casa do líder do PMDB, senador Eunício Oliveira, e disse à ministra: "dizem por aí que você é muito namoradeira"; irritada, ela respondeu: "você é um homem deselegante, descortês, arrogante, prepotente. É por isso que você nunca chegará à Presidência da República"; em seguida, jogou o vinho no rosto de José Serra (PSDB-SP) e pediu que ele se retirasse do local.

Senador tucano entrou na conversa sem ser convidado durante jantar natalino na casa do líder do PMDB, senador Eunício Oliveira, e disse à ministra: “dizem por aí que você é muito namoradeira”; irritada, ela respondeu: “você é um homem deselegante, descortês, arrogante, prepotente. É por isso que você nunca chegará à Presidência da República”; em seguida, jogou o vinho no rosto de José Serra (PSDB-SP) e pediu que ele se retirasse do local.

Ministra da Agricultura, Kátia Abreu, jogou uma taça de vinho no rosto do senador José Serra (PSDB-SP) durante um jantar de fim de ano realizado na casa do senador Eunício Guimarães (PMDB-CE), no qual também estava presente o vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB-SP).

Incidente teria acontecido quando a ministra conversava com alguns dos senadores presentes na confraternização. Segundo Kátia, Serra “simplesmente chegou numa roda em que não tinha sido chamado, sem mais nem menos” e teria afirmado que “dizem por aí que você é muito namoradeira”. O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) ainda teria alertado o senador tucano. “Serra, a ministra se casou neste ano”, teria dito.

Irritada, Kátia Abreu enquadrou José Serra. “Você é um homem deselegante, descortês, arrogante, prepotente. É por isso que você nunca chegará à Presidência da República”, disparou. : “E, de mais a mais, nunca traí ninguém na minha vida”, emendou. Em seguida, jogou o vinho na cara do senador tucano e pediu que ele se retirasse do local.

Kátia disse que o quiprocó entre ela e Serra não tem ligação alguma com o fato de estarem em lados opostos quanto ao processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Enquanto o tucano atua para afastar a presidente, Kátia é ministra e amiga pessoal de Dilma.

Comentários encerrados.