31 de dezembro de 2015
por esmael
19 Comentários

Com 73% de rejeição, Richa vai iniciar 2016 como o pior governador do país

O instituto Paraná Pesquisas fez a última sondagem do ano sobre a popularidade do governador do Paraná, Beto Richa (PSDB).

De acordo com o levantamento, 73% dos eleitores curitibanos desaprovam a administração do tucano. O índice repete a rejeição no estado, conforme pesquisa anterior.

Portanto, conforme a Paraná Pesquisas, Richa vai iniciar o ano de 2016 consolidado como o pior governador do país.

A sondagem foi realizada na capital paranaense entre os dia 18 e 20 de dezembro. Foram entrevistados 912 eleitores. A margem de erro é de 3,5%.

A aprovação da presidente Dilma Rousseff (PT), como já se sabe, também não é nenhuma Brastemp, segundo a mesma Paraná Pesquisas. De acordo com os números, 83% desaprovam o governo da petista.

A seguir, leia a íntegra da pesquisa:

https://www.esmaelmorais.com.br/wp-content/uploads/2015/12/richa_pior_dez2015.pdf

31 de dezembro de 2015
por esmael
12 Comentários

Janot terá coragem de denunciar Aécio ou vai “afrouxar a tanga”?

Pela segunda vez em menos de dois anos, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) figura em delações como beneficiário de corrupção investigada pela Lava Jato.

O tucano “debutou” na delação do doleiro Alberto Youssef, em 2014, quando o senador foi apontado como beneficiário direto de um mensalão pago por meio de Furnas.

Agora, novamente, Aécio apareceu numa segunda delação. Desta vez, do maleiro Carlos Alexandre de Souza Rocha, que fazia entrega de dinheiro em nome de Youssef. O presidente do PSDB teria sido o destinatário de R$ 300 mil.

Enfim, a pergunta que não quer calar: o procurador da República, Rodrigo Janto, chefe do Ministério Público Federal, terá coragem de denunciar Aécio ao Supremo Tribunal Federal (STF) ou vai “afrouxar a tanga” para o tucano?

A seguir, leia matéria no Brasil 247:

BIS DE AÉCIO NA LAVA JATO TESTARÁ CRITÉRIO DE JANOT

Numa de suas delações premiadas, feitas em 2014, o doleiro Alberto Youssef, afirmou que seu padrinho na política, o ex-deputado José Janene, do PP, dividiu uma diretoria em Furnas com o senador Aécio Neves. Por meio dessa diretoria, ocupada pelo tucano Dimas Toledo, pagou-se, durante o governo FHC, um mensalão a diversos deputados federais.

Na delação, Youssef afirmou que ia constantemente a Bauru (SP) receber recursos da ordem de US$ 100 mil mensais em nome de Janene – o dinheiro era pago por meio da Bauruense, uma fornecedora de Furnas. Ele afirmou ainda que Aécio seria beneficiário desse esquema. As afirmações foram feitas tanto na delação (leiaaqui) como no Congresso (leia aqui).

Essa denúncia só veio a público quando o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, decidiu

31 de dezembro de 2015
por esmael
5 Comentários

“Kireeff é o Papai Noel dos poderosos donos de ônibus”, diz Belinati

O deputado federal Marcelo Belinati (PP), nesta quinta-feira (31), ao Blog do Esmael, afirmou que o prefeito de Londrina, Alexandre Kireeff (PSD), “é o Papai Noel dos poderosos donos das empresas de ônibus” na cidade do Norte do Paraná.

“Kireeff aumentou a passagem de ônibus para R$ 3,60. Durante o mandato dele, os reajustes na tarifa foram quase três vezes maiores [63,63%] que a inflação no período de [21,84%]”, criticou Belinati.

“É o Papai Noel dos poderosos donos das empresas de ônibus”, repetiu o parlamentar, indignado com o aumento anunciado para amanhã, dia 1º de janeiro de 2016.

Belinati declinou alguns dados sobre os reajustes na passagem de ônibus durante a gestão Kireeff.

Quando o prefeito assumiu em 1º de janeiro de 2013, a tarifa do ônibus era R$ 2,20. Amanhã subirá para R$ 3,60, ou seja, reajuste de 63,63% contra uma inflação acumulada de 21,84% no período de três anos.

A inflação medida pelo IPCA (Índice Nacional de Preço ao Consumidor Amplo) foi respectivamente: 2013 (5,91%), 2014 (6,41%) e 2015 (9,61%).

“Com esse aumento na passagem de ônibus, Kireeff se consagrou como o prefeito dos ricos e dos poderosos donos das empresas de ônibus de Londrina”, finalizou Belinati.

A título de comparação, a tarifa de ônibus em Curitiba — proporcionalmente, uma das mais caras do país — custa R$ 3,30. Entretanto, com a subida de amanhã para R$ 3,60, Londrina fica com o “troféu” de passagem mais cara do Brasil.

31 de dezembro de 2015
por admin
8 Comentários

Coluna do Requião Filho: Feliz Ano Novo, sem surra em professor e menos maldade de Richa

Download áudio

Requião Filho*

Acabou o ano! Gostaria de escrever uma coluna apenas com desejos de boas festas, feliz ano novo, sucesso paz e saúde… Mas é impossível escrever a última coluna do ano sem fazer uma pequena retrospectiva.

2015 foi um ano excepcional para o Paraná. Excepcionalmente triste, excepcionalmente violento, excepcionalmente recheado de escândalos de um governo corrupto: o governo estadual.

Portanto desejo ao Paraná e aos paranaenses que 2016 não tenha surra nos professores, não tenha dinheiro desviado da receita para caixa dois de campanha, não tenha dinheiro desviado construção das escolas públicas do Paraná, que tenha menos propaganda e mais realidade.

2016 pode ser um ano de mudanças, se tivermos coragem para mudar o cenário político. Poderíamos assim sonhar com um Paraná no caminho correto, no caminho do trabalho no caminho da seriedade. Quem sabe ter novamente um estado que seja respeitado e levado a sério. 2016 podemos tirar o Paraná das páginas policiais. Basta termos memória e termos desconfiômetro na hora do voto em 2016.

Quero desejar os professores um ano novo, um ano muito novo! Que o futuro não tenha mais massacres. Que o porvir não tenha o corte de direitos e conquistas históricas. Que os novos tempos tragam aos professores o velho respeito e admiração de outros tempos. O verdadeiro carinho que eles merecem.

Que o 2016 dos nossos policiais seja um novo ano. Um ano com novos coletes balísticos, um ano com novas viaturas, ou bastaria talvez viaturas em condições de uso. Ao menos um ano com condições de trabalho. Que os nossos policiais tenham novamente O respeito de nossa população por fazer o seu trabalho bem feito e não a raiva provocada por cumprir ordens absurdas de um governador abusado que não gosta de polícia.

Para os nossos comerciantes e empresários desejo um ano sem um arrocho fiscal, sem o ataque de um governador desesperado para fazer caixa para cobrir o rombo de sua péssima administração. Que 2016 comece com pessoas que querem ver o comércio paranaense crescer expandir e não pessoas que pensam de uma maneira pequena querendo tirar através

31 de dezembro de 2015
por admin
15 Comentários

Coluna do Reinaldo de Almeida César: Dez fatos mais importantes de 2015 na Segurança Pública do Paraná

Reinaldo Almeida César*

Não tem jeito. Nesta época do calendário que nos foi legado pelo Papa Gregório XIII, é inevitável nos enredarmos nas reflexões de final de ano e nos projetos para o ano que se descortina.

Não há como fugir também das retrospectivas apresentadas pelos canais a cabo, de tv aberta e nas demais mídias, digital e convencional.

Vamos, então, apresentar, aqui também, a nossa “lista dos dez fatos mais importantes de 2015, na Segurança Pública do Paraná“.

Lamento, porém, antecipar que pelos resultados governamentais no setor, a lista mais se aproxima do melhor estilo cômico “Top Ten” popularizado por David Letterman, mago do talk show no entretenimento norteamericano.

Vamos lá, lembrando que os prezados leitores podem acrescentar fatos ou mesmo julgar os que aqui seguem apresentados.

A ascenção e queda de Francischini, o breve — Tanto lutou que chegou lá. Em cerimônia apavonada, sem qualquer pejo em se usar a marca do Paraná Seguro criada em 2011 pela extraordinária e talentosa equipe da G8, o deputado Francischini assume a SESP na virada de dezembro para janeiro de 2015, depois de outras três pessoas terem passado pela SESP e uma quarta, anunciada, não ter tomado posse. A quinta opção de secretário para a SESP tinha, então, um projeto político na cabeça e uma máquina na mão. Richa, por sua vez, não teve melindres em defenestrar da função o dedicado médico de sua família, Leon Grupenmacher, que se portava bem e com muita lealdade no cargo. O tempo é realmente o senhor da razão. Deu no que deu.

O Caveirão dos deputados — Em fevereiro, num episódio até hoje encoberto em névoas, sem que se saiba o mentor da patética ideia e sem que tenhamos certeza se houve d

31 de dezembro de 2015
por admin
Comentários desativados em O que diz a velha mídia nesta quinta

O que diz a velha mídia nesta quinta

capaJornais do Paraná

Gazeta do Povo: 2015 o ano que não terminou

Folha de Londrina: Aumento da tarifa de ônibus em um ano é o dobro da inflação Leia mais