Vende-se: Richa não perdoa nem o Canguiri, símbolo da era Requião

O então governador Roberto Requião, entre os anos de 2003 e 2010, utilizava a Granja do Canguiri, em Pinhais, como residencial oficial, onde recebia comitivas de prefeitos e despachava com secretários de Estado; agora, tucano Beto Richa quer vender o imóvel que simboliza uma era de prosperidade e desenvolvimento do Paraná.

O então governador Roberto Requião, entre os anos de 2003 e 2010, utilizava a Granja do Canguiri, em Pinhais, como residencial oficial, onde recebia comitivas de prefeitos e despachava com secretários de Estado; agora, tucano Beto Richa quer vender o imóvel que simboliza uma era de prosperidade e desenvolvimento do Paraná.

O governador Beto Richa (PSDB) colocou o Paraná à venda numa espécie de ‘Black Friday’ (liquidação), como já registrou aqui o Blog do Esmael. O tucano quer amealhar R$ 100 milhões com a alienação de 61 imóveis espalhados em todo o estado, dentre os quais a Granja Canguiri, no município de Pinhais.

O diabo é que o Canguiri, uma chácara que já serviu de residência oficial ao governador Roberto Requião (PMDB), é símbolo de uma era de prosperidade do estado do Paraná. O imóvel tem 27 mil metros quadrados.

A ideia de ‘Black Friday’ é tão estapafúrdia que até o líder do governo, Luiz Cláudio Romanelli (PMDB), a classifica como um erro. “Nunca se cogitou vender o Canguiri. Foi um erro no envio do projeto”, jura.

13 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. SUPER MEGA KIT COMPLETO WHATSAPP MARKETING DIVULGAÇÃO EM MASSA

    Alcance Seu Publico Alvo

    Alavanque Suas Vendas

    SITE: http://bit.ly/1QgntWx

  2. I simply want to mention I am very new to weblog and truly liked you’re blog site. Probably I’m want to bookmark your site . You certainly have remarkable articles and reviews. Kudos for revealing your web site.

  3. Dá-se destaque a Requião, como ocupante do Canguiri. Contudo, seu pai José Richa também habitou o pedaço. Isto nos remete a outro tipo de avaliação: será que o passado do pai por lá, também quer ser apagado ? Aí nem Freud explica … Para ‘ilustrar’ essa parte do pai, houve o escândalo dos cisnes, tão deblaterado por Paulo Pimentel, seu inimigo nº 1 na época … Aliás, aproveitando a menção, Pimentel que consegui se tornar inimigo figadal de todos os ex-Governadores: Ney Braga, Canet, Richa, Requião … Neste último caso, por conta dos dinheiros da Fundação Copel, no tristemente famoso Banco Santos …

  4. Até 2018 arrisca a gente ver: “Para cortar despesas e melhorar caixa do governo, governador oferece venda do estado do Paraná ao Paraguai”.

  5. É isso aí governador, vc já provou que é bom com toda esta reviravolta do país , o Paraná esta nôs eixos, salário em dia , Parabéns, tem que vender mesmo, existe muito imóvel obsoleto como a ex. casa do Requião.

  6. Se o governador quer conseguir dinheiro de qualquer forma, por que não coloca a venda o seu patrimônio e de sua mulher???

  7. O estado não precisa ficar bancando Casa para Governador, isso é um custo desnecessário e dinheiro precisa ser aplicado para o bem da população e não para ser usado em mordomia dos governantes!!!

  8. Caro Amigo Governador, sugestão que angariar dinheiro então faz uma aposta na Mega-Sena esta acumulada, kkkk.

  9. Tem que vender tudo….

  10. ESSE CARA ESTÁ LOUCO E SE FICAR ATÉ O FIM DO MANDATO, VAI VENDER TODO O PARANÁ.
    POVO DO PARANÁ, EM VEZ DE GRITAR FORA DILMA, DEVEMOS GRITAR: FORA BETO RICHA, FORA BETO RICHA, FORA BETO RICHA, FORA BETO RICHA E SEUS DEPUTADOS DA BANCADA DO CAMBURÃO. A DILMA NÃO ROUBOU.

  11. Mesmo com Fernanda Richa (esposa e mãe) a frente da secretaria da crianca, faltou pudor e caráter ao senhor BETO RICHA (não sei se pai) e a esse assecla que o acompanha (mauro Ricardo) ao abocanharem mais de um quarto de bilhões de reais das crianças do estado. Onde estão os DE PUTA DOS que formam essa camarilha de puxa sacos do poder? VERGONHA

  12. “imóvel que simboliza uma era de prosperidade e desenvolvimento do Paraná.” Não força né, Esmael.