Líder de Beto Richa defende título de cidadão honorário a ex-ministro Dirceu

dirceu_francischini_romanelliO deputado Luiz Cláudio Romanelli (PMDB), líder do governo Beto Richa (PSDB) na Assembleia Legislativa, defende a manutenção do título de cidadão honorário ao ex-ministro José Dirceu.

O legislativo rejeitou ontem (17) parecer da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que cassa a honraria concedida a Dirceu em 2003.

Eram precisos 28 votos (maioria absoluta) em plenário, mas a proposta do deputado Francischini Kid (SD) obteve apenas 23. Na votação, houve ainda cinco contra e 6 abstenções.

Mesmo não conseguindo votos suficientes para aprovar a matéria, o presidente da Assembleia, Ademar Traiano (PSDB), proclamou a “aprovação” do parecer da CCJ.

Romanelli contestou o tucano invocando o regimento interno da Assembleia, mas, em seu dia de Eduardo Cunha, o deputado Traiano manobrou encerrando a discussão e a sessão.

O deputado Péricles Mello (PT) foi ao combate contra o “golpe” do presidente da Assembleia, no entanto, não logrou êxito.

Nesta quarta-feira (18), o projeto que cassa o título concedido a Dirceu em 2003 volta a plenário. Agora, os deputados votarão o mérito da proposta do “Morcego Júnior” — que é filho do deputado Fernando Francischini, conhecido no Paraná como “Batman”.

Comentários encerrados.