Educadores se mobilizam nesta segunda-feira contra fechamento de escolas e ódio de Beto Richa

Richa_Manifestacao_escolasA Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) será palco de audiência pública nesta segunda-feira (10), às 9 horas, no Plenarinho, sobre três assuntos polêmicos: 1- escola que não pensa (lei da mordaça); 2- privatização da escola (adote uma escola); e 3- fechamento de 150 escolas.

Em uma odiosa entrevista na última sexta-feira (6) à noite, na Rede TV!, o governador Beto Richa (PSDB) admitiu que suspendeu temporariamente o fechamento de escolas por causa da repercussão negativa.

“Suspendemos porque foi um anuncio açodado de uma funcionária, uma diretora da Secretaria da Educação. Aí o sindicato [a APP-Sindicato] fez mobilização em escola que nem iria ser fechada”, lamentou o tucano em entrevista à jornalista Mariana Godoy (clique aqui para assistir ao vídeo).

Pela fala do governador, a “parada técnica” no estudo para fechar as escolas tem como objetivo desmobilizar a comunidade escolar paranaense.

“Nós temos que ter austeridade, hoje não tem mais espaço para demagogia e gastança. Temos que racionalizar e otimizar”, disse, sinalizando que poderá fechar as escolas entre já no início do ano letivo de 2016.

Perguntado se a suspensão ocorreu devido ao barulho, Richa afirmou que “também” e a notícia foi açodadamente passada para algumas escolas, principalmente os Ceebja. “Não posso admitir alguns com mais professores que alunos”, justificou.

Só na capital, estão na berlinda as escolas Victor Ferreira do Amaral, Rio Branco, Professor Cleto, Tiradentes, Xavier da Silva, Pio Lanteri, Dom Orione, D. Pedro II, dentre outros, além de Centros de Educação Básica para Jovens e Adultos (Ceebja).

Fontes do Blog do Esmael atestam que Beto Richa lidera uma discussão no WhatsApp, com os demais governadores de centro-direita, sobre fechamento de escolas, proibição de discussões políticas nos estabelecimentos de ensino e fim de concursos públicos no magistério. A ideia desse grupo de gestores estaduais é contratar educadores por meio de Organizações Sociais (OSs).

Comentários encerrados.