Coluna do Requião Filho: Afinal, o governador é ‘laranja’ de quem?

laranja

Em sua coluna desta quinta-feira (19), o deputado estadual Requião FIlho (PMDB) fala da pressa do governador Beto Richa (PSDB) em fazer falcatruas. Ele cita o exemplo do Projeto de Lei para venda de imóveis do estado. Segundo o deputado, o PL é direcionado e já teria os compradores para os imóveis, gerando sérias suspeitas sobre a lisura do negócio. Requião Filho termina esboçando o raciocínio de que “não devemos perder tempo procurando os laranjas do governador, deveríamos tentar descobrir de quem o governador é laranja”. Leia, ouça, comente e compartilhe.

Download

Requião Filho*

Na minha última coluna critiquei a administração municipal de Curitiba pela pouca velocidade, pela inércia, pela falta de iniciativa e agora quero falar da pressa do governo estadual que tem me assustado.

Vocês já perceberam que quando alguém quer fazer algo errado, algo que não deveria ser feito a pessoa sempre tenta fazer de forma rápida e rasteira. Pois é…. no governo estadual é tudo assim, sempre a sorrelfa, sempre no escondidinho, na pressa rezando para que ninguém perceba.

Sempre tem pressa em aprovar coisas na assembleia e sempre quer evitar que os projetos sejam discutidos. Tem um problema só! Ao contrário do governador limítrofe, nós deputados da oposição prestamos atenção e lemos os projetos, lemos os anexos, lemos as entrelinhas e vamos à tribuna denunciar… Por vezes nossos colegas fazem ouvidos moucos ou fingem não entender e as asneiras do governo passam. Passam mas não sem antes nós chamarmos a atenção.

O senhor governador assinou um projeto de lei e pediu regime de urgência. Quer vender os imóveis do Estado… desculpem! Quer vender um único imóvel da Codapar para quitar uma divida muito especifica com um fim muito esquisito e que não cheira nada bem. Prestem atenção nisto que estou dizendo: Tem caroço neste angu! #ficaadicaGaeco

No entanto, o nada brilhante governador, sua inteligência é longe de ser tão brilhante quanto seus cabelos, manda para a assembleia um ‘projetinho’ feito ‘nas coxas’ dizendo que quer vender imóveis sem uso, que apenas trazem ônus conforme o anexo. Certo, eles são ruins de redação por lá e não podemos exigir muito deles… Mas manda junto uma tabela com ‘estudo’ sobre diversos imóveis e neste estudo tem até indicação de quem quer (ou vai) comprar o imóvel. Coisas do tipo: o vizinho tem interesse; querem fazer um aeródromo (detalhe no terreno já tem pista); está ocupado por um supermercado. Coisas que deixam clara as segundas intenções do pessoal. Já há diversas cartas marcadas neste baralho, é o que nos dá a entender o estudo. O pior é que para agradar alguém, ou por pura burrice, vão queimar o patrimônio do Estado.

Encerro com a pérola…. Secretário diz que é para investimentos futuros e o líder desmente e diz que é para pagar dívidas Codapar. Tá na hora do governo prestar atenção. Quem sabe contratar alguém com massa cinzenta para ler os projetos antes de mandar!?! Chega de expor a incompetência desse desgoverno para todo o Brasil.

Me pego a pensar: não devemos perder tempo procurando os laranjas do governador, deveríamos tentar descobrir de quem o governador é laranja… faz mais sentido.

“O governo tem que ter muito mais cuidado ao enviar projetos de lei pra Assembleia.” (L.C.R)

*Requião Filho é advogado, deputado estadual pelo PMDB, vice-líder da oposição na Assembleia Legislativa do Paraná, especialista em políticas públicas.

11 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. os Rothschild sabem!!!!!!!!!!!!!!!!!

  2. Esse incompetente (ou dissimilado) sempre agindo fora das leis.
    Espero que consigamos derrubar a nefasta lei inconstitucional do PR Previdência, a pergunta é, o que que esses pulhas irão colocar à venda para devolver os milhões retirados do nosso fundo previdenciário?
    A Justiça continuará cega?
    Ah claro! Pensão creche…

  3. Ele é laranja do seu próprio partido que só sabe vender, vender e privatizar, privatizar e privatizar o patrimônio público, vide no governo FHC, vendeu a maioria das estatais federais e hoje o que aconteceu de bom? NADA! As empresas de telefonias, continuam incompetentes, aliás na era das estatais, havia pelo menos mais respeito ao consumidor, isso é só como exemplo. Portanto ele quer vender o patrimônio dos paranaenses porque está ganhando por fora, já tem até comprador da “licitação” que vai colocar dinheiro nos cofres públicos. E isso não é ser Laranja!

    • Esse Naveia deve ter perdido memória, no tempo das estatais de telefonia você titinha que entrar numa fila que durava 2/3 anos para ter uma linha telefônica ou/ pagava 80 dólares por mês de aluguel… E por mais que eu não tenho simpatia pelo Beto, ele está certo…não estão usando, está gerando custo ao estado?? Venda mesmo!

  4. Realmente é muito estranho. Aí tem objetivos que não estão bem claros. Cheira favorecimento ou está atendendo compromissos com apoiadores durante a campanha política.

  5. Prezado Deputado!!
    Mais uma das sandices deste desgovernador.Nâo é de se estranhar esta atitude de um sujeito que, por exemplo, entrega a administração do sistema de saúde do servidor público a uma empresa gerenciadora de cartões de crédito chamada Mettacard. Quem são os proprietários da mesma? Quais os interesses dos mesmos? Houve licitação pública para prestação desse serviço????

  6. Claro que ele é laranja da Bancada do Camburão, da Gazeta do Povo, da RPC, da Rede Massa, do primo distante e outros que a gente não sabe.

  7. Falo 12 anos a partir da data presente, pois já
    estamos a pagar essa prestação anual de + ou –
    R$ 800.000.000,00 anuais ao Itaú, desde o 1º ano
    após a venda do BANESTADO.

  8. Ah, faz parte desse “grupão” ainda, as empresas
    concessionárias do pedágio no Paraná.

  9. O beto rixa é laranja do mesmo “grupão” que fez suco
    de Jaime Lerner, que quase vendeu a Copel, afundou o
    BANESTADO, e sumiu com a grana da venda, deixando um
    enorme passivo a ser pago, ainda por + uns 12 anos.
    Esse “grupão” é um tipo de bolha assassina, que
    absorve todo o que toca, e vai ficando cada vez mais
    forte e destrutiva.
    Requião Filho, fale com o Roberto Requião, acredito
    que ele pode ajudar a desmascarar esse “mistério”.

  10. Denuncia procedente, venda de imóvel público para pagar dívida ? , que dívida e está ? , quem são os responsáveis por esta dívida ? , e depois vai alugar um imóvel ? , nesta questão a administração estadual se mostra incompetente, não é vendendo que resolve o problema é sim cortando gastos desnecessários, o exemplo sempre tem que ser do Gestor, é muito importante a colocação do Deputado e faz parte do seu trabalho , o que tem que acabar, para cada ato do governo gerador de despesa um aumento no imposto, chega!!!!!!