Coluna do Enio Verri: Amigos de Richa também voam às custas do Paraná?

aviao

Em sua coluna semanal, o deputado federal Enio Verri (PT) fala do escândalo envolvendo o senador Aécio Neves (PSDB) com o uso de aeronaves do Governo de Minas Gerais. Segundo matéria do Jornal Folha de São Paulo, quando era governador, Aécio além de usar repetidamente as aeronaves, também dava carona para amigos influentes e celebridades. O deputado Enio Verri então questiona se o mesmo não acontece aqui no Paraná, visto que o governador Beto Richa também gosta de voar e já foi até condenado a devolver dinheiro ao Estado pela contratação irregular de aeronaves. Leia, comente e compartilhe. 

Enio Verri*

No domingo, a Folha de S. Paulo publicou reportagem que escancarou a farra de viagens aéreas do atual senador e presidente nacional do PSDB, Aécio Neves, quando era governador de Minas Gerais.

Entre 2003 e 2010, o tucano cedeu aviões do governo do Estado para deslocamento de amigos, entre celebridades, políticos, empresários e outras pessoas fora da administração pública. Segundo o jornalão, foram quase 200 viagens sem a presença de algum membro do governo a bordo, todas patrocinadas pelos cofres públicos mineiros.

Voaram de graça nos aviões de Minas Gerais, em nome da amizade com Aécio, o apresentador da Rede Globo, Luciano Huck; os cantores Sandy e Junior; o ex-homem forte da Rede Globo, José Bonifácio Sobrinho, o Boni; o ex-presidente da CBF, Ricardo Teixeira e Roberto Civita, o falecido dono da Editora Abril, proprietária da revista Veja.

No Paraná, o governador Beto Richa é frequentemente flagrado confundindo o público e o privado quando o assunto é o uso de aeronaves do governo.

Em 2013, por exemplo, Richa usou o avião oficial para ir ao Rio de Janeiro assistir à final da Copa das Confederações. Mais grave, foi acusado neste ano de ceder o helicóptero da governadoria para a repressão aos professores no Centro Cívico. Segundo relatos, o aparelho de uso pessoal do governador despejou bombas de efeito moral e ouras munições nos professores e trabalhadores da educação que protestavam contra as mudanças na previdência.

Richa ainda foi condenado a reembolsar o governo estadual em R$ 2 milhões pela contratação emergencial de aeronaves em 2011. Segundo a Justiça, a irregularidade aconteceu na ausência de licitação na contratação dos aviões junto a empresa Helisul, que também prestou serviços para a campanha a governador do tucano.

O governador paranaense nunca escondeu a admiração pelas práticas políticas do candidato à presidência derrotado em 2014. A pergunta obrigatória dos paranaenses neste momento é: os “amigos” do governador Beto Richa também voam de graça, às custas do erário, nas aeronaves do governo do Paraná?

*Enio Verri é deputado federal, presidente do PT do Paraná e professor licenciado do departamento de Economia da Universidade Estadual do Paraná. Escreve nas terças sobre poder e socialismo.

8 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Esmael, gostaria de fazer uma observação, se estiver errado, por favor ignore: O Enio é professor licenciado da Universidade Estadual de Maringá e não da Universidade Estadual do Paraná como esta na discrição da coluna. Obrigado

  2. É normal, os políticos usarem a estrutura publica, em beneficio próprio, neste País. Na Sanepar por exemplo, o seu presidente, já está a todo vapor fazendo sua campanha para deputado, usando a estrutura da empresa, para sair pelo Paraná tirando fotos e arrebanhando puxa sacos para por seu projeto em pratica em 2018. E no final acada tudo em churrasco, opa jantares institucional bancando pela viúva.

  3. E ai “Sr.” Enio Verri, vai levar outra surra pela disputa da prefeitura de Maringá?

  4. Pior não são as viagens de avião, mas o helicóptero cheio de cocaína que foi pego na fazenda de amigos de Aécio e que a PF e o MP não deram a devida atenção ao caso. Mudando de assunto, a Zelotes retorna ao foco principal e, provavelmente, sumirá da mídia: “Operação Zelotes apresentou denúncia contra o grupo de comunicação RBS”.
    http://www.brasil247.com/pt/blog/terezacruvinel/204487/Zelotes-retoma-foco-e-caso-RBS-vai-ao-Supremo.htm

  5. Essa prática e endêmica no meio político. Ministros utilizam aviões da FAB para viagens particulares com familiares e amigos.

  6. Se todas estas viagens foram patrocinadas pelo Aécio, ele deveria reembolsar e certamente deve haver um processo de improbidade administrativa. O atual governador de MG, do PT, tomou alguma providência? Ou a ética entre os políticos não permite? Quanto ao Richa, a tal multa de R$ 2.000,000,00 foi paga? Fica só por isso? Essa gente tem que ser condenada pesadamente. Todo mundo reclama da classe política, 99% das vezes com razão, mas se o Poder Judiciário funcionasse como deveria, muita coisa neste país funcionaria melhor. Essa “paciência” e boa vontade com os políticos, de forma geral, assusta.

  7. Deve estar faltando assunto para esse colunista. Tomara que seja interpelado na justiça por lançar na mídia uma dúvida e não uma afirmação de suposta irregularidade.