Por Esmael Morais

Coluna do Alvaro Dias: O movimento legítimo dos caminhoneiros

Publicado em 11/11/2015

Neste sistema democrático a que estamos sujeitos, o respeito à livre manifestação do pensamento e as mobilizações populares são fundamentais, como garantia de que estamos sob a égide de um Estado de direito democrático. Não cabe ao governo acusar caminhoneiros de serviçais de interesses partidários localizados.

Eles não estão a serviço de nenhum partido político; estão na luta pelos seus direitos. Estão nas estradas, paralisando o trânsito, porque, desesperançados, não encontram alternativa de diálogo que possa resultar em sucesso para seus pleitos.

Manifestamos nossa solidariedade ao movimento. Reconhecemos que pode haver prejuízos para terceiros com risco de desabastecimento e falta de combustíveis, mas precisamos compreender o drama vivido por esses trabalhadores do volante, que percorrem as estradas do nosso País, transportando a nossa riqueza, o resultado do trabalho daqueles que produzem. Lamento, profundamente, que o governo não tenha a sensibilidade para atendê-los.

*Alvaro Dias é senador pelo PSDB e líder da Oposição no Senado Federal. Ele escreve nas quartas-feiras para o Blog do Esmael sobre “Ética na Política”.