Coluna do Alvaro Dias: O movimento legítimo dos caminhoneiros

caminhoneiros

Em sua coluna desta quarta-feira (11), o senador Alvaro Dias (PSDB) defende a legitimidade da greve dos caminhoneiros. Deflagrada na segunda-feira (9), a paralisação pede a saída da presidenta Dilma Rousseff (PT) do cargo. Segundo o senador, os caminhoneiros se cansaram do descaso governamental para com suas reivindicações. Leia, ouça, comente e compartilhe.

Download

Alvaro Dias*

Se Albert Einstein estivesse vivo, certamente diria: triste época a que vivemos. Mais fácil quebrar o átomo do que encontrar caminhos de saída e de solução para a terrível crise que estamos vivendo em nosso País.

Uma das consequências dessa crise é a paralisação dos caminhoneiros, os trabalhadores do volante, tão importantes para a vida do País. Sem eles nas estradas, a riqueza se congela, há desabastecimento, e nós passamos por grandes dificuldades. Mas o governo não entende a importância dessa categoria de trabalhadores. O descaso é visível e dramático.

No início deste ano, uma pauta foi entregue ao governo Federal com reivindicações dos caminhoneiros, mas não houve resposta. Não há sequer criatividade para se contrapor às reivindicações propostas pela categoria, que dizem respeito à combustível, frete e financiamento.

Os líderes do movimento e, mais do que os líderes, os caminhoneiros, de forma geral, não acreditam mais no governo. Eles cansaram de ouvir promessas não cumpridas, compromissos não respeitados e, portanto, apelam para a renúncia da Presidente Dilma, na esperança de poder tratar dos seus interesses e dos seus direitos com outro governo. Nós temos que respeitá-los.

Neste sistema democrático a que estamos sujeitos, o respeito à livre manifestação do pensamento e as mobilizações populares são fundamentais, como garantia de que estamos sob a égide de um Estado de direito democrático. Não cabe ao governo acusar caminhoneiros de serviçais de interesses partidários localizados.

Eles não estão a serviço de nenhum partido político; estão na luta pelos seus direitos. Estão nas estradas, paralisando o trânsito, porque, desesperançados, não encontram alternativa de diálogo que possa resultar em sucesso para seus pleitos.

Manifestamos nossa solidariedade ao movimento. Reconhecemos que pode haver prejuízos para terceiros com risco de desabastecimento e falta de combustíveis, mas precisamos compreender o drama vivido por esses trabalhadores do volante, que percorrem as estradas do nosso País, transportando a nossa riqueza, o resultado do trabalho daqueles que produzem. Lamento, profundamente, que o governo não tenha a sensibilidade para atendê-los.

*Alvaro Dias é senador pelo PSDB e líder da Oposição no Senado Federal. Ele escreve nas quartas-feiras para o Blog do Esmael sobre “Ética na Política”.

50 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. legitimo? um movimento feito por donos de transportadora, ora, senador, só se for nas suas mansoes. bem pra quem foi ao paraguai se solidarizar com os golpistas paraguaios que depuseram um presidente democraticamnete eleito, as suas sentenças nas suas colunas nao causam surpresa, só repugnancia.

  2. Que saraivada hein senador.
    Senador melhor mudar de estado porque acho que os paranaenses estão finalmente acordando.

  3. Ele está pouco se importando q os alimentos transportados por esses golpistas,cheguem a mesa do povo trabalhador caríssimo ,devido a uma greve golpista com a intenção de depor o governo .Isso é muita irresponsabilidade ,é apostar no quanto “pior melhor”,é dar as costa pra população e apostar na baderna!

  4. Parabéns ilustre senador pela grande cara de pau que o senhor tem, hoje critica os que fazem o que o senhor fez no passado. Ou tem memoria muito curta ou é um completo hipócrita.

  5. O pinóquio de Parana acha legitima oficializa a baderna no pais e apóia essa dita greve de empresarios.poque não te calas

  6. O direito legítimo dos Professores que o Sr. mandou descer o cacete de borracha e jogou a cavalaria em cima dos Educadores. Senador o Senhor não tem moral para falar em legitimidade. Esse grupo faz parte dos derrotados, que querem o País de qualquer jeito. Os caras pagam um IPVA caro e Pedágio caro, e ficam de mãos atadas, tudo isso feito pelo seu partido, os TUCANALHAS.

  7. O Brasil está mudando a ponto de reconhecer q temos uma elite egoísta,sem um pingo de apreço pela democracia, criada no funcionalismo público,com verbas públicas e q demagogicamente usam o povo pra se locupletarem !A resposta virá nas urnas senador !

  8. Sim, com golpistas do naipe do PSDB e seus aliados ,como o presidente da Câmara e o líder dos caminhoneiros q com o intuito de ferrar o governo,prejudica o país inteiro e o povo . Irresponsável é quem acha q o movimento é legítimo ! É um movimento golpista dos q ñ têm nenhum apreço pela democracia,pelo país e pela população !O troco vem nas urnas ,nas próximas eleições ! Aguardem !

  9. Acabar com o Pedagio é compromisso do Requiao, esquecerao do Pedagio acaba ou abaixa ou arrebenta a tampa da caixa..caducou e nao acabou, nem abaixou e nem arrebentou…kkkkk

  10. Esmael o blog é teu faça o que quiser mais da minha parte dispenso as opiniões do Sr. Alvaro Botox Golpista.

  11. Ao golpista Alvaro Dias tenho a dizer que os tempos são outros. Esse papo ultra direita e enganoso que sub-repticiamente tenta angariar nazistas e fascistas já não cola. Mude seu discurso anacrônico, que de tão ultrapassado já está ficando mais que ridículo: de risível passou para chateação pura.

  12. Se Cazuza estivesse vivo diria: suas idéias não corresponde aos fatos. Já na greve do inicio do ano os caminhoneiros não tinha uma pauta unificada. Mas tinha uma pauta. E a maioria dos caminhoneiros erram contra a paralisação e muitos foram obrigados a parar.
    Já que os caminhoneiros segundo o senador querem conversar com outros governantes que tal senador iniciar, como forma de coerência com os governadores do seu partido. Só SP, PR, GO já abrangeria grande parte dos caminhoneiros. Diminuir o ICMS, diminuir o pedágio, melhorar as rodovias por exemplo a PR 280, duplicar as principais.

  13. O troféu GIMO CUPIM ou óleo de peroba, desse senador golpista (ajudou o golpe no Paraguai contra Lugo) é tão grande quanto o bico de um tucano: Contra a greve de professores em seu governo ele ordenou a cavalaria e bomba…

    agora postula que locaute é legítimo???

    Poupe-nos e explique sua fortuna não declarada em imóveis em Brasilia, motivo de questionamento jurídico (que corre em segredo, mas todos sabemos)

  14. TRISTE saber que esse CIDADÃO foi treinado para ENGANAR e se perpetuar no poder. Na escola da RETÓRICA, da ELOQUÊNCIA e da ORATÓRIA, que são a arma infalível para enganar eleitores, Álvaro Dias tirou NOTA ALTA, mas tirou NOTA ZERO na escola da ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. Alguém consegue apontar algo de bom que esse político fez para o povo do PR? Prova do mal que ele fez aos paranaenses, inclusive botanto CAVALARIA MILITAR contra professores, é que ele nunca mais quis se candidatar a governador. Álvaro é um POLÍTICO FRUSTRADO por saber que nunca mais conseguirá ser governador e ter de continuar no Senado, onde ele tem pouca concorrência e não traz seu passado de volta à mídia. Vez em quando eu recebo um PANFLETO oferecendo curso “APRENDA A FALAR EM PÚBLICO”. Será que o Álvaro Dias andou fazendo esse curso durante sua vida política? Saber retórica não significa saber administrar.

  15. Senador cínico, hipócrita!!!

  16. É uma vergonha um senador da República defender um movimento golpista. Se Albert Einstein estivesse aqui, ele diria: “Não criei a Teoria da Relatividade para ser usada por políticos. Por exemplo: os tucanos acharem normal o instituto de FHC receberem dinheiro da Odebrecht e acharem que o dinheiro da Odebrecht que vai para o instituto Lula é criminoso”. Senador, mande seu ghostwriter deixar o Albert Einstein para os cientistas.

  17. Quem é o Álvaro Dias para falar de movimento democrático? Esse cidadão pensa que todos somos idiotas e nos esquecemos da época que era governador do estado do Paraná e mandou bater nos professores e seus apoiadores. Deixa de hipocrisia Senador, vá trabalhar, fica o tempo todo conspirando contra a Presidente e não trabalha.

  18. Mude o disco, senador…
    Se desancava o seu próprio partido à pouco tempo atrás, por não ter lhe dado apoio para nenhum cargo majoritário, ameaçando inclusive com beicinho de sair do PSDB (embora todos saibamos que se isto acontecesse ficaria sem muitas opções, não é mesmo?), como agora vai criticar o governo federal, que ao menos, e ao contrário do que vêm fazendo os eleitos do PSDB, ouvem as reivindicações dos caminhoneiros e só não conseguem atender às impossíveis???
    Em tempo: o senhor respeita os sindicatos representantes das classes trabalhadoras do país???
    Se sim, por favor nos fale: de qual sindicato caminhoneiro partiu a iniciativa do movimento?
    Sim, isso mesmo: Do SINDIBOSTA, o sindicato dos caminhoneiros do PSDBOSTA!!!!
    Álvaro, Álvaro… Todos sabemos de sua afinidade com este tipo de ação desagregadora de classes.
    Dividr para conquistar, não é isso???
    Não foi assim que operou com os professores no Paraná, e quando deu com a cara na parede, não lhe restou alternativa a não ser meter bombas e cassetetes nos professores em 88???
    Sua figura alva e ilibada indo para o ralo, sua vaidade e cabelos caidos no chão…
    Este efeito, o senhor sente até hoje…
    Nas eleições de 2002, o senhor já estava reeleito.
    Foi só Requião fazer a aliança correta: Com os professores!
    Algumas fitas de 88 no ar, os fatos ocorridos repetidos em propaganda eleitoral, no horário nobre e pronto! Toda a abissal diferença que mantinha até então para Requião esvaiu-se.
    Lembro de ver correligionários seus, já tendo definido antecipadamente os cargos que ocupariam em seu governo, chorando copiosamente, ainda na frente das zonas eleitorais nas quais trabalharam, no Alto da Glória e no Juvevê…
    Atual paladino da justiça, da ética e da moral, se arrisca à tomar outro tombo político, como o que tomou ao perder a indicação para Richa em 2010, e ter que se refugiar no senado, de onde envia seus petardos cheios de rancor e sede de vingança…
    Não tem crédito com os mais informados, “senador”…

    • Fechou com chave de ouro … nem vou comentar mais nada. Parabéns. Definiu o senador certinho. Do psdebosta.

    • Ele bem que poderia explicar ao povo do Paraná sobre um certo precatório de 2 bilhões que uma certa construtora ganhou sem ter colocado um prego sequer em uma certa usina, após o governador desqualificar a tal construtora vencedora da licitação, não é mesmo?

  19. Esse Álvaro Dias é um ridículo, não é a toa que está num partido do naipe do PSDB

  20. Legitimo é a luta dos educadores, os quais jamais impediram um colega de exercer suas funções durante movimentos grevistas da classe ( lembramos 30 de agosto e 29 de abril), mesmo assim, o Senhor e seu igual (Richa) com todo o conhecimento sobre “legitimidades” desceram a borduna neles. #EmNós

  21. Senador Dias: sabemos que quando o senhor foi poder
    aqui no Paraná, o senhor não foi assim tão magnânimo
    com grevistas, e eu nem critico a sua atitude.
    Mas ignorar que 4 caminhões foram queimados, e apoiar
    um movimento híbrido “reivindicatório-terrorista”,
    me soa algo hipócrita, e não condiz com a sua atitude
    enérgica no passado, quando era governador.
    Não critico a sua atitude no passado, e avalio o seu
    governo como um dos mais progressistas que o Paraná
    já teve, mas nesta matéria, parece que o senhor
    caiu de barriga na piscina.

  22. Esse cidadão acha legítimo locaute de “caminhoneiros” cuja única intenção era derrubar um governo eleito democraticamente. Mas professores que pediam tão somente melhores salários foram atacados ferozmente pela polícia a mando desse cidadão. É uma mente bem distorcida para quem exerce o alto cargo de senador. Álvaro Dias deve ser a reencarnação de algum senador dos tempos de Calígula.

  23. Essa é a face do PSDB que quer dar legitimidade a um grupo fascista que não são caminhoneiros e sim elementos infiltrados para provocar o terror. Mas como ele faz parte da turma de “quanto pior melhor”, o que fazer? Poderia ficar calado que faria mais bem a ele próprio.

  24. Lamentavel o Poodle. Só fala bobagens. Aliás pré-requisito para ser do PSDB. Agora vai sair para ganhar midia. Vai um botox no traseiro ?

  25. Mas este Alvaro é um demagogo mesmo!A greve é puramente política e citando um caminhoneiro na Folha de Londrina: “Vamos ficar até a renúncia da Dilma”, “Só vamos negociar a partir da queda da Dilma”. Continuo citando: Muitos dos motoristas parados no local estavam contrariados: “Eu não estou fazendo greve. Não concordo com este tipo de greve que nos obriga. 98% dos motoristas não queriam estar aqui”.
    Houve até lugar onde o responsável por começar a parar os caminhoneiros nem caminhoneiro era mas integrante do Movimento Brasil Livre: “Eles (os caminhoneiros)não têm liderança, então nós viemos dar esse apoio”. Este militante ainda afirmou que a greve é sua última esperança de ver o fim do governo do PT. “Essa é a derradeira. Ou se muda, ou teremos de esperar até 2018”. E agora Alvaro?

  26. O senador perdeu uma grande chance de ficar calado.

  27. Depois de velho ainda continua mentiroso Alvaro,esses caminhoneiros não tem um viés politico,para com isso senador,quer o quanto mais piór melhor para voces né;

  28. PARA O ÁLVARO DIAS O MOVIMENTO É LEGÍTIMO, POIS PARA O SEU PARTIDO PSDB, QUANTO MAIS PIOR, É MELHOR. QUANDO O PSDB VAI APRESENTAR NO CONGRESSO, ALGUM TIPO DE SOLUÇÃO PARA A CRISE?
    DESDE A ELEIÇÃO, O PSDB, SENADORES ÁLVARO DIAS, AÉCIO NEVES E DEPUTADOS, ESTÃO FATURANDO SALÁRIOS E BENEFÍCIOS NA MACIOTA, SEM APRESENTAR PROJETOS. ESTÃO PARADOS. NÃO ADIANTA, NÃO VAI TER TERCEIRO TURNO DA ELEIÇÃO, VÃO TER DE ESPERAR A PRÓXIMA, PARA TENTAR TOMAR O PODER.

  29. ja fiz essa pergunta quantos dias na vida esse alvaro trabalhou ou so mamou en teta vai trabalha aprende a produzi im saco de feijão

  30. Sr Alvaro Dias, engraçado mencionar sobre legitimidade de uma greve sem reinvindicaçoes solidas e apoliticas. Em 1988, os(as) professores(as) foram massacrados(as) por reivindicaçoes para melhoria da educação.Parece que lá trás eles(as) não tinham legitimidade, pois foram tratados com muito repúdio e truculência. Vergonha!!!

  31. Isso e tão legitimo com a justiça que temos,isso sim e ridiculo,manda quem pode e como quer e o povo paga,issso e legitimo,isso e brasil.

  32. Tá certo, bons tempos em que ferraduras de equinos garantiam nossa liberdade. Ou recentemente quando o serviço foi feito com bombas e tiros. O PSDB é mesmo um partido que adora moldar nossa égide democrática, já moldou tanto que esta parecendo uma peneira chamuscada de tanta porrada que já tomou desse partido.

    Alguém por favor pergunte a esses “pobres trabalhadores” por que resolveram fazer esse locaute só agora, depois de já terem transportado a safra recorde deste ano e enchido as burras de dinheiro. Garantiram o deles e agora querem lascar com o resto da população?

    E se o Einstein estivesse vivo, e fosse brasileiro, provavelmente estaria preso na carceragem do seu Moro, junto com o Almirante Othon Luiz Pinheiro da Silva.

  33. como o colega disse acima, faça sua parte: fale com o beto e acabe com os pedágios. Issoia ajudar um monte aqui na terrinha.
    Outra coisa, é uma ironia alvoro dias falando em Eistein, não foi ele que mandou a cavalaria para cima dos professores que ensinavam Eistein e outras coisinhas mais?
    Ah meu saco viu…
    http://www.gazetadopovo.com.br/vida-e-cidadania/1988-o-ano-que-nunca-terminou-cd7vz63ige1lu2arjrta8i6vi

    • E sobre a legítima greve dos petroleiros não fala nada? esses sim patriotas que estão denunciando a privatização de setores da Petrobrás, não vagabundos fascistas igual a essa turma de pseudo caminhoneiros que só estão a serviço das forças ocultas”.

  34. Falou o respeitoso que mandou soltar cavalos em um protesto e agora vem falar em Estado de direito democrático? Esqueceu que já esteve do outro lado? Esses nossos políticos são muito hipócritas.Fazem coisas piores ecfepois de certo tempo aparecem de bons mocinhos, pra dar conselhos.

  35. Pois se Albert Einstein estivesse vivo, eu acredito que ele diria que para acabar com a atual crise, bastaria desligar a TV r parar de ler jornais. E para que o país voltasse a crescer, bastaria que os políticos deixassem de roubar e de tentar dar golpes todos os dias. É difícil falar em custo de transportes em um estado cujos pedágios são os mais caros do mundo. O povo brasileiro está esperando pacientemente alguma proposta ou solução da oposição para acabar com a crise…..política. Porque a econômica é fácil de resolver.

    • CAPITALISTAS FALANDO EM CRISE ?
      Como assim? Se todas as medidas para preservar o interesse dos grandes grupos econômicos, dos conglomerados financeiros , estão sendo tomadas. Desemprego, arrocho salarial, corte de gastos públicos… Fiquem tranquilos, logo as coisas voltam ao normal, haverá novamente um período de aquecimento econômico e o FRETE será valorizado e novamente os motoristas “autonomos” (de quem?) receberão algumas migalhas a mais e ficarão felizes . Assim caminha a “Umanidade”.