Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

BTG Pactual troca de tucano na presidência; homem da privataria substitui Esteves

Banqueiro André Esteves, que segue preso, encarnava o “banqueiro bonzinho”, tinha como costume emprestar o helicóptero para o governador Beto Richa (PSDB-PR) e pagou a lua de mel do senador Aécio Neves (PSDB-MG); já seu substituto no BTG Pactual, Pérsio Arida, é o homem da privataria tucana, que dilapidou o patrimônio público na era FHC.

Banqueiro André Esteves, que segue preso, encarnava o “banqueiro bonzinho”, tinha como costume emprestar o helicóptero para o governador Beto Richa (PSDB-PR) e pagou a lua de mel do senador Aécio Neves (PSDB-MG); já seu substituto no BTG Pactual, Pérsio Arida, é o homem da privataria tucana, que dilapidou o patrimônio público na era FHC.

O economista Pérsio Arida, ex-presidente do Banco Central, resgatado das catatumbas da era Fernando Henrique Cardoso, o FHC, desde ontem (29) substitui o “banqueiro bonzinho” — para os tucanos, é claro – André Esteves na presidência do BTG Pactual.

Na verdade, o banco apenas trocou de sofá ao substituir o “banqueiro bonzinho” por Arida – homem de confiança do PSDB que, nos anos 90, enfiou o Brasil numa recessão braba com índice de desemprego batendo a casa dos 12,2% (o dobro de hoje, por exemplo).

A troca de sofá no BTG ocorreu porque a prisão de Esteves foi convertida ontem pelo Supremo Tribunal Federal (STF) de “temporária” para “preventiva”, que não tem prazo para terminar.

Esteves, que encarnava o “banqueiro bonzinho”, tinha como costume emprestar o helicóptero para o governador Beto Richa (PSDB-PR) e pagou a lua de mel do senador Aécio Neves (PSDB-MG).

Além de presidir o BC, nunca é demais recordar, Pérsio Arida, novo sofá do BTG Pactual, também presidiu o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), instituição do governo federal que financiou a privataria tucana no país.

Comentários desativados.