“Beto Richa sabia da corrupção na Receita Estadual”, diz amigo do governador do Paraná

Richa_Abi_GarciaO empresário Tony Garcia, em entrevista ao Blog do Esmael, reafirmou na tarde desta sexta-feira (6) tudo que escreveu na “carta aberta” endereçada a seu melhor amigo, o governador Beto Richa (PSDB).

“O Beto [Richa] sabia, há mais de 3 anos, que tinha corrupção na Receita Estadual”, declarou Garcia. “Eu avisei que Luiz Abi estava achacando empresários, mas ele não dava ouvidos. Dizia que era mentira”, completou, referindo-se ao primo não muito distante do tucano.

Abi é réu em ação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), braço policial do Ministério Público do Paraná, e o inquérito da corrupção na Receita Estadual, contra o governador, chegou à Procuradoria Geral da República (PGR) no final de outubro (clique aqui para ler sobre isso).

Tony Garcia disse ainda ao Blog do Esmael que o governador paranaense se cercou de más companhias que filtram informações que chegam até ele. “O Beto não lê jornais e não pode sair às ruas por causa da rejeição. Então, aí, os puxa-sacos filtram as notícias”.

Garcia contou que é amigo de Beto desde infância. “Eu o conheço como ninguém. Fui eu, inclusive, que apresentei a Fernanda [Richa] para ele quando tinha 16 anos”, revelou.

Perguntado que compromissos não foram cumpridos pelo governador, que originou a carta, Tony Garcia confirmou: “os de campanha”.

De acordo com o empresário, ele ajudou articular a frente partidária que reelegeu Richa no primeiro turno de 2014. No entanto, depois da vitória nas urnas, o tucano teria deixado de honrar todas as promessas feitas durante a campanha.

“O Beto tem que tomar cuidado porque essas denúncias contra Luiz Abi já estão no STJ (Superior Tribunal de Justiça) e a Lava Jato pode alcançar outros malfeitos no governo dele”, recomendou Tony Garcia ao amigo de infância, ex-colega de parlamento e de poker.

Comentários encerrados.