nardes_tcu

| Comente agora

Por mais que negue, o ministro Augusto Nardes, do TCU, não fez outra coisa nos últimos meses, a não ser conceder entrevistas sobre o julgamento do caso sobre as chamadas ‘pedaladas fiscais’; em 30 de abril de 2015, quando o governo nem tinha apresentado sua defesa, ele afirmou “estar claro” o que chamou de “arranjo com uma série de ilegalidades”, em entrevista à revista Istoé; em julho de 2015, falando à Época, repetiu a tese; mais recentemente, ao Valor, disse que o TCU “fará história”; no entanto, a Lei Orgânica da Magistratura veda expressamente que ministros e juízos antecipem seus votos pela imprensa; Nardes, no entanto, preferiu o pacto com a mídia, que até o lançou à presidência, numa coluna de Ricardo Noblat, em que ele foi chamado de ‘ministro desassombrado’.

Deixe uma resposta

Preenchimento obrigatório *.