Lula sobre a Lava Jato: ‘disposto a colaborar com a verdade’

Publicado em 2 outubro, 2015
Compartilhe agora!

do Brasil 247

lulaO ex-presidente Lula, através da assessoria do seu instituto, comentou, nesta sexta-feira (2), a autorização, por parte do ministro Teori Zavaski, para que seja ouvido pela Polícia Federal, sobre um dos processos da operação Lava Jato.

“A manifestação do ministro Teori Zavaski confirma o entendimento do Procurador Geral da República: o ex-presidente Lula não pode ser investigado nos inquéritos sobre a Petrobras, porque não há qualquer razão para isso. O ministro Teori vai além: Lula não pode nem mesmo ser ouvido como testemunha. O ex-presidente sempre esteve à disposição das autoridades da República para colaborar na busca da verdade e, se convidado, o fará como um dever de cidadania”, diz a nota. 

O pedido foi formulado pelo delegado Josélio Sousa, da Polícia Federal, que alegou que o ex-presidente, potencial candidato ao Palácio do Planalto em 2018, pode ter se beneficiado da compra de apoio político durante seu governo. A autorização para que Lula seja ouvido foi concedida pelo ministro Teori Zavascki.

Compartilhe agora!

Comments are closed.